Só 4% de empresários apontam PIB acima de 4% em 2013

A Associação Brasileira das Companhias Abertas (Abrasca) identificou uma deterioração nas expectativas dos empresários para 2013. Pesquisa realizada pela entidade mostra que apenas 4% dos empresários acreditam em um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) maior do que os 4% projetados pela pesquisa Focus do Banco Central. Em julho, esse porcentual era de 62,7%.

Segundo o presidente da Abrasca, Antônio Castro, o empresariado brasileiro está cauteloso em relação ao futuro por conta da frustração de expectativas verificada este ano. Para Castro, a pesquisa poderia ter mostrado uma preocupação ainda maior do setor se tivesse sido feita depois do resultado decepcionante do PIB mo terceiro trimestre, que mostrou uma expansão de apenas 0,6% em relação ao trimestre anterior.

"O resultado do PIB foi um choque", afirmou Castro. A pesquisa verificou ainda uma tendência mais negativa para a balança comercial, o que tende a forçar uma alta da taxa de câmbio para um patamar acima de R$ 2,00 em 2013. O porcentual de empresários que aposta em queda do saldo de US$ 15 bilhões estimados pela Focus caiu de 28% em julho para 14,3% na nova pesquisa.

Já em relação ao mercado acionário, os empresários estão um pouco mais otimistas. Pelo estudo, 47,9% dos empresários acreditam que o índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) deve ficar acima do patamar de 57 mil a 60 mil pontos. No meio do ano, apenas 18% acreditavam que o índice pudesse superar esse intervalo.

Carregando...