Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    50.563,79
    +3.125,13 (+6,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7780
    -0,0079 (-0,12%)
     

Sérvia mais perto de produzir vacina russa Sputnik V

·1 minuto de leitura
Dose da vacina russa Sputnik V contra a covid-19

A Rússia aprovou "preliminarmente" a produção da vacina contra o coronavírus Sputnik V na Sérvia, disse o ministro sérvio de Desenvolvimento de Tecnologia, Nenad Popovic, nesta sexta-feira(12).

"Os ministros russos da Indústria e Comércio, o Fundo Russo para Investimentos Diretos e o Instituto Estatal de Medicamentos estão satisfeitos com o que viram no Instituto Torlak" de virologia, disse o ministro em comunicado, após a visita de uma delegação russa a este centro de Belgrado.

"A primeira fase de produção da vacina russa Sputnik V no território da Sérvia foi preliminarmente aprovada", disse ele.

Essa primeira fase, que deve começar dentro de dois ou três meses, inclui o transporte da substância da Rússia, sua embalagem no Instituto Torlak e distribuição na Sérvia e região, explicou o ministro.

Segundo Popovic, a "produção total" do imunizante na Sérvia exigirá a visita de uma segunda delegação de especialistas russos nas próximas duas semanas.

Esses especialistas avaliarão as condições tecnológicas e técnicas que a Sérvia terá de atender para produzir a vacina russa. Em 19 de janeiro, a Sérvia se tornou o primeiro país da Europa a administrar a vacina chinesa Sinopharm.

Neste momento, naquele país balcânico, com 7 milhões de habitantes, já foram vacinadas 600.000 pessoas, o que torna a sua taxa de vacinação a mais elevada da Europa continental.

Além das vacinas russas e chinesas, a Sérvia está usando a desenvolvida pela Pfizer / BioNTech. Desde o início da epidemia, a Sérvia registrou 417.871 casos de covid-19, dos quais 4.199 foram fatais.

mat/mba/jvb/tjc/jc