Mercado abrirá em 6 h 46 min
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,63
    +1,06 (+0,97%)
     
  • OURO

    1.826,20
    +1,40 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    20.801,54
    -377,96 (-1,78%)
     
  • CMC Crypto 200

    452,41
    -9,38 (-2,03%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.114,06
    -115,46 (-0,52%)
     
  • NIKKEI

    27.009,40
    +138,13 (+0,51%)
     
  • NASDAQ

    12.059,00
    +18,50 (+0,15%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5405
    -0,0036 (-0,06%)
     

São Paulo registra 1º caso suspeito de varíola dos macacos

O Ministério da Saúde confirmou, nesta segunda-feira (6), que investiga sete casos suspeitos da varíola dos macacos (monkeypox) no Brasil. Nesta tarde, a lista de pacientes em análise passou a incluir o primeiro caso suspeito do estado de São Paulo e, consequentemente, da região Sudeste.

Até o momento, o Ministério da Saúde não detalhou o status do paciente suspeito da infecção pela varíola dos macacos em São Paulo. No entanto, segundo o UOL, a pasta informou que "está em contato com estados para apoiar no monitoramento e ações de vigilância em saúde".

Brasil investiga sete possíveis casos da varíola dos macacos, incluindo caso do estado de São Paulo (Imagem: Twenty20photos/Envato Elements)
Brasil investiga sete possíveis casos da varíola dos macacos, incluindo caso do estado de São Paulo (Imagem: Twenty20photos/Envato Elements)

O que é um caso suspeito da varíola dos macacos?

Vale explicar que uma notificação da varíola dos macacos deve passar por três estágios até se confirmar oficialmente a doença. Inicialmente, o paciente é colocado como um caso suspeito da infecção. Em seguida, é um quadro provável, ou seja, comprova-se que os sintomas são compatíveis com a doença. Por fim, ocorre a confirmação.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, somente é considerado um possível caso da doença quem se enquadra nos três critérios a seguir:

  1. O paciente deve presentar febre de início súbito (≥38,5 C), adenomegalia (inchaço dos linfonodos do pescoço) e erupção cutânea aguda inexplicável;

  2. Também deve apresentar astenia (perda da força física) e cefaleia (dor de cabeça). Caso apresente apenas um dos sintomas, ainda assim pode se enquadrar como caso suspeito;

  3. Por fim, devem ser descartadas outras doenças que podem causar lesões na pele, como varicela (catapora), herpes zoster, sarampo simples.

Possíveis casos da doença no Brasil

Até o momento, o Brasil investiga sete casos suspeitos da varíola dos macacos. Os pacientes estão em isolamento nos seguintes estados:

  • Rio Grande do Sul;

  • Santa Catarina;

  • Ceará;

  • Mato Grosso do Sul;

  • Rondônia (2 casos);

  • São Paulo.

Apesar dos casos em investigação, o Ministério da Saúde explica que nenhum quadro foi oficialmente confirmado como sendo provocado pelo vírus monkeypox.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos