Mercado fechará em 6 h 44 min
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,45
    +3,30 (+4,84%)
     
  • OURO

    1.795,50
    +7,40 (+0,41%)
     
  • BTC-USD

    57.066,27
    +2.429,84 (+4,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.427,03
    -28,38 (-1,95%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.122,91
    +78,88 (+1,12%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.183,50
    +132,50 (+0,83%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3158
    -0,0327 (-0,52%)
     

São Paulo pede à Anvisa para começar a vacinação da covid em crianças

·2 min de leitura

Na terça-feira (2), os Estados Unidos autorizaram o uso da vacina ComiRNAty (Pfizer/BioNTech) contra a covid-19 para crianças de 5 a 11 anos, após analisarem dados de segurança e eficácia. Até o momento, a empresa norte-americana Pfizer não entrou com o pedido de licença no Brasil, mas o estado de São Paulo buscar agilizar o processo internamente.

Para incluir o novo grupo na campanha de vacinação contra a covid-19, o estado de São Paulo anunciou, nesta quarta-feira (3), que a Secretaria de Estado da Saúde irá protocolar um pedido para que a Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) analise com urgência os dados sobre o uso da Pfizer em crianças.

Governo de São Paulo quer que a Anvisa analise com urgência dados sobre segurança e eficácia da Pfizer em crianças (Imagem: Reprodução/Prostock-studio/Envato Elements)
Governo de São Paulo quer que a Anvisa analise com urgência dados sobre segurança e eficácia da Pfizer em crianças (Imagem: Reprodução/Prostock-studio/Envato Elements)

Em nota, o governo argumenta que a imunização contra o coronavírus desta faixa etária já começou em outros países, inclusive na América Latina. Entre os vizinhos, são citados a Argentina, o Chile e a Colômbia. Atualmente, apenas adolescentes com mais de 12 anos podem se imunizar contra a covid-19 no Brasil.

Planos para a vacinação de crianças

“Na manhã de hoje, membros da nossa equipe de saúde participaram de uma reunião técnica com profissionais do Conselho Nacional de Secretários de Saúde [Conass]. A doutora Regiane de Paula, Coordenadora do Plano Estadual de Imunização [PEI], participou deste encontro representando o Estado de São Paulo”, explicou o governador João Doria.

Na reunião, foi discutida a importância da inclusão das crianças de 5 a 11 anos na campanha de imunização contra a covid-19. Se o uso da vacina for aprovado, "São Paulo e seus 645 municípios de São Paulo têm condições técnicas para iniciar a vacinação assim que a Anvisa liberar a aplicação no país. A imunização das crianças é um importante passo para o controle da pandemia e a proteção da população”, afirmou a coordenadora do PEI.

Até o início da tarde desta quarta, São Paulo aplicou mais de 72 milhões de doses. Dessa forma, 68,50% da população está com o esquema vacinal completo — duas doses ou imunizante de dose única. No total, 83% da população já foi imunizada com pelo menos uma dose da vacina. No momento, são imunizados todos com mais de 12 anos e doses de reforço são aplicadas em públicos específicos, como idosos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos