Mercado fechará em 5 h 42 min
  • BOVESPA

    101.980,24
    +64,79 (+0,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,60
    +2,42 (+3,66%)
     
  • OURO

    1.787,10
    +10,60 (+0,60%)
     
  • BTC-USD

    57.357,71
    -852,25 (-1,46%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.471,59
    +28,81 (+2,00%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.157,65
    +98,20 (+1,39%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.374,25
    +223,75 (+1,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3512
    -0,0188 (-0,30%)
     

São Paulo inicia testes com ônibus elétrico 100% movido a baterias

·2 min de leitura

A cidade de São Paulo terá, em breve, novos ônibus elétricos disponíveis em sua frota. E eles serão diferentes daqueles que nos acostumamos a ver rodando por aí, com cabos ligados aos fios de energia. Produzidos em parceria pela empresa chinesa Higer Bus e pela TEVX Motors, os ônibus são do modelo Azure A12 BR, 100% movidos a bateria, e começarão a ser testados pela SPTrans em 2022.

De acordo com um comunicado oficial da Prefeitura de São Paulo, a transição da frota poderá ser acelerada com o apoio do Projeto Zebra (Acelerador de implantação rápida de ônibus de emissão zero, na sigla em inglês), que escolheu, além da capital paulista, mais três cidades para realizar os testes, todas integrantes do C40 cities: Medellín (Colômbia), Santiago (Chile) e Cidade do México (México).

Segundo o que foi firmado, o ônibus elétrico movido a bateria passará por avaliação técnica pela SPTrans e, posteriormente, será testado por três viações da cidade.

Imagem: Divulgação/Higer
Imagem: Divulgação/Higer

Como é o Azure A12 BR?

Os novos ônibus elétricos começarão a rodar por São Paulo em 2022 e, se tudo caminhar bem, terão produção nacional a partir de 2023. Os veículos têm como pontos fortes a produção de energia limpa e o conforto. Eles são equipados com ar-condicionado, Wi-Fi, capacidade para 70 passageiros e piso baixo para facilitar a locomoção de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

“A Higer Bus se comprometeu a fazer inicialmente investimentos da ordem US$10 milhões junto ao C40, no Projeto Zebra, para a criação de infraestruturas de produção de modo a atender ao grande potencial deste mercado em nosso País”, explicou Marcelo Barella, diretor geral da Higer Bus para América do Sul.

Os planos da marca chinesa incluem ainda trazer ao Brasil ônibus elétricos para fretamento, com os mesmos 270 quilômetros de autonomia dos que ficarão disponíveis para o transporte público, além de vans elétricas para transporte de carga e passageiros - como também anunciou recentemente a JAC Motors.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos