Mercado abrirá em 6 h 20 min
  • BOVESPA

    121.241,63
    +892,84 (+0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.458,02
    +565,74 (+1,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,30
    -0,06 (-0,11%)
     
  • OURO

    1.839,10
    +9,20 (+0,50%)
     
  • BTC-USD

    36.489,42
    +47,68 (+0,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    717,20
    -17,95 (-2,44%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,24 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.720,65
    -15,06 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    29.788,64
    +925,87 (+3,21%)
     
  • NIKKEI

    28.720,47
    +478,26 (+1,69%)
     
  • NASDAQ

    12.931,25
    +129,00 (+1,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4045
    +0,0092 (+0,14%)
     

Gremiando! São Paulo 0 x 0 Grêmio

Mauro Beting
·2 minuto de leitura
Renato! FOTO DIEGO VARA/POOL/AFP via Getty Images

O Grêmio sabe jogar com a bola, como jogou melhor na primeira etapa no Morumbi - mas não havia sabido atuar na própria Arena, na ida, ainda que com a vitória contra o São Paulo líder do BR-20.

O Grêmio sabe jogar com o regulamento nas chuteiras, como jogou e não deixou jogar o Tricolor paulista no segundo (longo) tempo - e que deveria mesmo ser acrescido ao final, como reclamaram os são-paulinos, ainda que com um exagero compreensível para mais um fracasso em mata-mata, e ainda mais na Copa do Brasil.

O Grêmio que eu considerava favorito contra o Santos na Libertadores ficou pelo caminho. Esse mesmo time que eu não tinha a mesma convicção de classificação contra o embalado São Paulo passou. O que nem mais notícia é: chega pela nona vez a uma decisão do torneio que ganhou primeiro em 1989, só tem menos títulos do que o Cruzeiro, mas agora tem mais finais disputadas.

Chegou o Grêmio gremiando como sempre. Uma camisa que realmente defenda a goleira como cidadela com as ordens da casamata seguidas com rigor militar. Renato pode bravatear, exagerar, brincar, renatar. Mas ele sabe das coisas. E essas coisas de saber jogar esse jogo, esse campeonato, poucos sabem melhor.

O São Paulo que só depende dele para ser hepta brasileiro parece que desaprende na Copa do Brasil. E mais ainda em mata-mata nesta década “perdida” pelo Tricolor paulista - ainda que com reais chances de Brasileirão na galeria.

O time trava de um modo (e ainda foi bem travado pelo Grêmio) que é difícil de entender. O que tem fluído com naturalidade nos pontos corridos corre e foge do São Paulo nesses embates perdidos. Caso para divã tanto quanto para prancheta.

Só não pode abater mais do que o normal. O time de Diniz é o rival a ser batido pelos outros 19 no BR-20. Tem como juntar os cacos, se reagrupar como equipe competitiva, e seguir rumo ao que parece certo. Só incerto, talvez, por estes anos pouco são-´paulinos do São Paulo.

Nisso também se inspirar na história do rival que o eliminou. O Grêmio já passou por tantos e tantas que pode dar curso online de superações de problemas e crises e obstáculos e adversários (reais e imaginários).

Chega o Tricolor gaúcho a mais uma decisão coberto de emoção e razão.