Mercado abrirá em 3 h 12 min
  • BOVESPA

    115.882,30
    -581,70 (-0,50%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.262,01
    -791,59 (-1,76%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,44
    -0,41 (-0,78%)
     
  • OURO

    1.840,40
    -8,50 (-0,46%)
     
  • BTC-USD

    31.238,86
    -534,24 (-1,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    630,05
    +2,39 (+0,38%)
     
  • S&P500

    3.750,77
    -98,85 (-2,57%)
     
  • DOW JONES

    30.303,17
    -633,83 (-2,05%)
     
  • FTSE

    6.504,43
    -62,94 (-0,96%)
     
  • HANG SENG

    28.550,77
    -746,76 (-2,55%)
     
  • NIKKEI

    28.197,42
    -437,79 (-1,53%)
     
  • NASDAQ

    13.000,75
    -104,75 (-0,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5480
    -0,0057 (-0,09%)
     

Quem é que segura? Fluminense 1 x 2 São Paulo

Mauro Beting
·2 minuto de leitura
Brenner e Pablo celebram o segundo gol de Fluminense 1 x 2 São Paulo - FOTO Buda Mendes/Getty Images

O São Paulo é o time que menos muda o time nessa sequência impressionante em frente dupla. O que explica o ótimo momento da equipe. E justifica a vitória econômica no Maracanã. Mas sempre um senhor resultado como visitante, e ainda mais contra o Fluminense (mesmo não sendo mais o mesmo time surpreendente de Odair).

Na primeira etapa, na única chance criada abriu o placar, depois de recuperar a bola na frente, trabalhar com inteligência, e Reinaldo servir a bola para o iluminado Brenner fazer 1 a 0. O Tricolor carioca teve um tiro longo depois com Wellington Silva, aos 18. Mas não assustou.

Um grande líder e favorito como tem sido o São Paulo faz o que fez no Rio. Faz um gol, desacelera o jogo, administra o desgaste, e nem precisa ser brilhante para vencer sem sustos como fez na primeira etapa. Na segunda, uma bola parada quase rendeu o empate a Matheus Ferraz, com menos de um minuto. Aos 6, um erro raro do múltiplo Gabriel Sara que parece uma franquia no time de Diniz (mas não tão raro numa saída apoiada que por vezes corre riscos desnecessários), deu no belo gol de Fred, com uma bomba sem defesa para Volpi.

Diniz então acordou o São Paulo com Vítor Bueno e Pablo, enquanto o Fluminense recuou demais. Bastou mais um lance bem trabalhado para Brenner marcar o gol da vitória, em lance de insistência dele, e qualidade de Sara.

Tudo que o São Paulo vinha criando e desperdiçando chances em outras partidas e campeonatos, desta vez voltou a dar tudo certo: duas chances e dois gols.

A moeda está voltando a cair em pé.

Como destacou Bruno Prado, companheiro de Jovem Pan: o gol de Fred desarticularia o São Paulo há alguns meses. Desta vez, apenas acordou o time e fortaleceu uma campanha cada vez mais consistente.