Mercado fechará em 6 h 59 min
  • BOVESPA

    113.794,28
    -1.268,26 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.192,33
    +377,16 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,36
    -0,25 (-0,34%)
     
  • OURO

    1.756,20
    -0,50 (-0,03%)
     
  • BTC-USD

    47.451,18
    -599,74 (-1,25%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.205,21
    -28,08 (-2,28%)
     
  • S&P500

    4.473,75
    -6,95 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    34.751,32
    -63,07 (-0,18%)
     
  • FTSE

    7.038,37
    +10,89 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.515,00
    -2,75 (-0,02%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2311
    +0,0463 (+0,75%)
     

São Paulo confirma a primeira morte causada pela variante Delta do coronavírus

·2 minuto de leitura

Nesta terça-feria, o estado de São Paulo registrou o primeiro óbito causado pela variante Delta (B.1.671.2) do coronavírus SARS-CoV-2. A morte em decorrência da COVID-19 foi relatada no interior do estado, na cidade de Piracicaba. A vítima foi uma mulher de 74 anos.

"A Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica Municipal, informa que Piracicaba registrou a primeira morte decorrente da variante Delta da COVID-19. O óbito é de uma mulher de 74 anos, com comorbidade, já vacinada com duas doses do imunizante Coronavac/Butantan", afirmou a prefeitura, em nota, divulgada nas redes sociais.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A prefeitura de Piracicaba também informou que a confirmação da infecção causada pela variante Delta do coronavírus foi feita pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da Universidade de São Paulo (USP).

​"Além dela, outros cinco casos da variante foram confirmados pela vigilância na última segunda (23), sendo dois homens e três mulheres, das idades de 10, 16, 41, 51 e 52 anos. Todos seguem sendo monitorados", detalha a administração municipal. Agora, os históricos desses pacientes são monitorados pelas autoridades de saúde e casos próximos estão em observação.

Números da variante Delta em SP

Piracicaba confirma primeiro óbito em decorrência da variante Delta no estado de São Paulo (Imagem: Reprodução/Kjpargeter/Freepik)
Piracicaba confirma primeiro óbito em decorrência da variante Delta no estado de São Paulo (Imagem: Reprodução/Kjpargeter/Freepik)

No momento, o estado de São Paulo soma 764 casos de infectado pela variante Delta do coronavírus, incluindo 747 autóctones (transmissão local) e 17 importados (infecção detectada em pessoas que vieram para o estado). Vale lembrar que o primeiro registro do estado foi confirmado no dia 7 de julho. O paciente era um homem, de 45 anos, e morador da zona leste da capital. Hoje, está recuperado.

Segundo último balanço da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, 43,5% das amostras identificadas na capital eram da variante Delta do coronavírus. O levantamento foi divulgado no dia 25 de agosto. Naquele momento, a cidade registrava 405 casos confirmados da variante de origem indiana.

No mundo, a variante Delta representava quase 90% das amostras do vírus da COVID-19 sequenciadas, de acordo com relatório epidemiológico da OPAS (Organização Pan-Americana de Saúde) — braço da Organização Mundial (OMS) nas Américas —, durante o começo deste mês.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos