Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.439,37
    -2.354,91 (-2,07%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.307,71
    -884,62 (-1,69%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,96
    -0,65 (-0,90%)
     
  • OURO

    1.753,90
    -2,80 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    48.364,48
    +983,03 (+2,07%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.193,48
    -32,05 (-2,62%)
     
  • S&P500

    4.432,99
    -40,76 (-0,91%)
     
  • DOW JONES

    34.584,88
    -166,44 (-0,48%)
     
  • FTSE

    6.963,64
    -63,84 (-0,91%)
     
  • HANG SENG

    24.920,76
    +252,91 (+1,03%)
     
  • NIKKEI

    30.500,05
    +176,71 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.530,00
    +12,25 (+0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1994
    +0,0146 (+0,24%)
     

Ryzen 9 5980HX surge em testes e pode estrear em breve em notebook gamer da ASUS

·3 minuto de leitura

A AMD anunciou em janeiro deste ano a família Ryzen 5000 mobile para ultrabooks e notebooks de alta performance, tendo como principal novidade o uso dos núcleos Zen 3, responsáveis pela maior eficiência e pelo salto significativo de desempenho em comparação aos antecessores. A linha é liderada pelo Ryzen 9 5980HX, de 8 núcleos e 16 threads rodando a até 4,8 GHz.

Curiosamente, como possível resultado da escassez de chips, a solução topo de linha ainda não havia estreado em nenhum notebook — apenas o irmão 5980HS, com clocks menores e consumo limitado a 35 W, chegou de fato ao mercado. Tudo indica que essa situação deve mudar em breve, como revelam testes do Geekbench 5 encontrados recentemente.

Ryzen 9 5980HX é CPU mobile mais poderosa da AMD

O Ryzen 9 5980HX é um chip octa-core com clock base de 3,3 GHz e boost em todos os núcleos de 4,8 GHz, acompanhado de 16 MB de cache L3 e iGPU Vega 8. A solução tem TDP estabelecido em 45 W, mas por focar no público entusiasta, pode passar desse valor com facilidade em cargas de trabalho mais intensas e em máquinas equipadas com sistema de resfriamento robusto.

Segundo o teste vazado do Geekbench, o Ryzen 9 5980HX entrega clocks altos e performance competitiva (Imagem: Reprodução/WCCFTech )
Segundo o teste vazado do Geekbench, o Ryzen 9 5980HX entrega clocks altos e performance competitiva (Imagem: Reprodução/WCCFTech )

Esse parece ser justamente o caso do novo modelo do notebook ROG Zephyrus Duo 15 SE em que o 5980HX foi encontrado. Habilitado no perfil de consumo "Turbo", o processador foi capaz de manter clocks de 4,7 GHz em todos os núcleos, marcando 1.523 pontos em single-core e 8.469 pontos em multi-core, valores altos e bastante competitivos, ainda que não superem o rival Intel Core i9 11980HK.

Os Intel Tiger Lake ainda abrem boa vantagem, graças às instruções AVX-512 (Imagem: Reprodução/WCCFTech)
Os Intel Tiger Lake ainda abrem boa vantagem, graças às instruções AVX-512 (Imagem: Reprodução/WCCFTech)

O topo de linha do time azul marca valores próximos dos 1.650 pontos em single-core e 9.500 a 10 mil pontos em multi-core, uma vantagem significativa. Ainda assim, como lembra o site WCCFTech, o Geekbench tira proveito das instruções AVX-512 presentes apenas nas soluções da Intel, o que dá inevitavelmente vantagem às CPUs da marca.

Novidade pode estrear em breve em novo Zephyrus Duo

O chip foi encontrado em um ROG Zephyrus Duo 15 SE que, até o momento, ainda não possuía essa configuração disponível. No entanto, o aparelho já foi visto em listagens de algumas varejistas, como a Newegg, e pode estrear em breve, sendo o primeiro a adotar o Ryzen 9 5980HX. Como os testes mostram, essa versão não deve economizar em recursos e entregará alto nível de desempenho.

A nova versão do Zephyrus Duo 15 SE já foi listada por algumas varejistas, e promete entregar uma experiência muito poderosa (Imagem: Reprodução/VideoCardz)
A nova versão do Zephyrus Duo 15 SE já foi listada por algumas varejistas, e promete entregar uma experiência muito poderosa (Imagem: Reprodução/VideoCardz)

Além do processador da AMD, o novo notebook conta com 32 GB de RAM DDR4-3200 e GPU Nvidia GeForce RTX 3080 de 16 GB, aparentemente em sua configuração energética mais robusta. O chip gráfico também foi submetido a testes, mais especificamente o conjunto OpenCL de cálculos pesados, e atingiu os 137.054 pontos.

A pontuação é 6% superior à de outras RTX 3080 mobile, e basicamente empata com a média da RTX 2080 Ti para desktops, feito impressionante considerando as limitações térmicas e energéticas às quais a GPU é sujeita.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos