Mercado fechado

Russos 'picham' pelo de urso polar e pesquisadores entram em alerta

'T-34' é o nome de um famoso tanque de guerra soviético (Foto: Sergei Kravy/Facebook/BBC)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Animal apareceu com o nome de um tanque de guerra soviético escrito na pelagem

  • Cientistas temem que a pintura atrapalhe a camuflagem do urso

Vídeos compartilhados nas redes sociais russas de um urso polar com o símbolo “T-34” pintado com tinta spray em seu pelo preocupam cientistas. As autoridades agora trabalham para definir onde – e por quem – as imagens foram feitas.

Os pesquisadores alertam que a pintura pode atrapalhar a habilidade do urso polar de se camuflar, e impedi-lo de caçar e se esconder. Pode levar semanas para a pichação desaparecer da pelagem do animal.

Leia também

O símbolo “T-34” é o nome de um icônico tanque de guerra soviético que teve papel crucial na derrota da Alemanha nazista para a União Soviética durante a Segunda Guerra Mundial. O motivo pelo qual a pintura foi feita continua um mistério.

Sergey Kavry, membro da ONG ambiental WWF, foi o primeiro a postar o vídeo no Facebook. Ele conta que recebeu o arquivo em um grupo de WhatsApp do povo indígena de Chukotka, do extremo leste da Rússia. Kavry diz à BBC que a pichação provavelmente não foi feita pelos cientistas que monitoram a vida selvagem na região, e comenta que, caso seja realmente uma referência à sigla militar, “pode ser algum tipo de desrespeito perverso pela história".

A dificuldade na camuflagem não é a única preocupação dos cientistas: Anatoly Kochnev, cientista do Instituto de Problemas Biológicos do Norte, acredita que quem pintou o pelo do urso polar provavelmente o sedou de alguma forma antes.

Para a imprensa russa, a pintura pode ter relação com o aumento do número de ursos polares circulando por cidades no Ártico russo – fenômeno que causa irritação nos moradores dessas regiões. Em Novaya Zemlya, foi decretado estado de emergência em fevereiro por conta dos animais que andam pelas cidades pequenas procurando comida.