Mercado abrirá em 3 h 6 min

Rússia pode ter vacina contra coronavírus aprovada em duas semanas

Closeup of doctor hand are vaccinations to patients using the syringe.Medical concept

A Rússia tem a esperança de ser o primeiro país do mundo a aprovar uma vacina contra o novo coronavírus, já no início do mês de agosto, segundo a TV americana CNN.

A vacina que está sendo criada pelo Instituto Gamaleya, da capital Moscou, teria aproveitado a tecnologia usada para criar vacinas de outras doenças, facilitando o processo e diminuindo o tempo de desenvolvimento, segundo oficiais do governo russo.

Leia também

Segundo oficiais russos, a vacina tem sido testada nos próprios cientistas que trabalham no desenvolvimento e em soldados do exército local.

No momento, existem questões sobre a segurança e a efetividade da vacina, já que o tempo usado para o desenvolvimento seria bem menor do que as outras vacinas que estão sendo testadas no mundo. Enquanto outros laboratórios passam pela terceira fase de teste, a russa ainda se encontra no segundo estágio. Os cientistas acreditam que podem realizar a terceira fase enquanto profissionais de saúde já seriam vacinados, por volta do dia 3 de agosto.

Críticos do governo de Vladimir Putin afirmam que o rápido desenvolvimento da vacina acontece por pressão do Kremlin, que busca mostrar o país como uma força científica.

De acordo com dados da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, a Rússia soma 822.060 infectados e 13.483 mortos durante a pandemia do novo coronavírus.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube