Mercado abrirá em 1 h 29 min

Rumor | Teste de benchmark da GPU RTX 3080 é 30% maior que da RTX 2080 Ti

Wagner Wakka
·2 minutos de leitura

Um possível resultado de benchmark da nova GeForce RTX 3080 pode ter sido vazado mostrando os avanços da placa de vídeo da Nvidia. O documento foi revelado pelo site Hardware Leaks, com resultado geral de 18.257 pontos.

Com isso, o novo produto seria 21% mais rápido que a Titan, atualmente a placa gráfica mais potente da Nvidia. Entretanto, vale lembrar que a Titan não é direcionada a uso doméstico, mas para empresas, logo a melhor comparação se faz com a RTX 2080 Ti. Contra essa, a RTX 3080 se mostrou 30% mais rápida.

A Nvidia ainda não revelou qual o nome dos componentes da próxima linha de placas gráficas. Por isso, o teste de benchmark, feito na 3DMark, apenas descreve o aparelho como “uma GPU Ampere Nvidia desconhecida”.

O que se sabe é que a Ampere será a arquitetura da próxima linha da companhia. Há a expectativa de que surjam novos três aparelhos. Segundo o perfil de Twitter KatCorgi (já conhecido por antecipar informações do setor com exatidão), a placa menos potente seria a RTX 3080. Este modelo contaria com 10 GB de memória e largura de banda em 19 Gbps .

O modelo topo de linha para o consumidor seria a RTX 3090 (a qual também pode se chamar RTX 3080 Ti), com 12 GB de memória a e 21 Gbps de largura de banda. Por fim, a Nvidia também lançaria a 2ª geração da Titan, com 24 GB de memória e 17 Gbps de banda.

Rumores anteriores também sugerem que o chip GA 102 das novas GPU podem ter potência de 203W, rodando por padrão a 2,3 GHz, podendo alcançar frequências maiores com boost.

Um outro levantamento de junho, do Moore's Law is Dead, indicou que as RTX 3000 teriam 21 teraflops, 18 GB de memória GDDR6 dedicados, 864 GB/s de largura de banda e clock na casa dos 2,2 GHz.

A Nvidia pode apresentar oficialmente a nova linha ainda este ano, uma vez que sua principal concorrente, a AMD, promete lançar suas GPUs com os novos consoles PlayStation 5 e Xbox Series X no final do ano. Eles devem contar com 10,2 teraflops e 12 teraflops, respectivamente.

Fonte: Canaltech