Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.909,61
    +2.127,46 (+1,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.174,06
    -907,27 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    78,83
    +0,63 (+0,81%)
     
  • OURO

    1.763,30
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    16.463,25
    +309,64 (+1,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    389,52
    +0,80 (+0,20%)
     
  • S&P500

    3.957,63
    -6,31 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    33.852,53
    +3,07 (+0,01%)
     
  • FTSE

    7.512,00
    +37,98 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    18.204,68
    +906,74 (+5,24%)
     
  • NIKKEI

    27.881,07
    -146,77 (-0,52%)
     
  • NASDAQ

    11.512,50
    -12,25 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4600
    +0,0034 (+0,06%)
     

Rumo projeta investimento de até R$4,5 bi para construir 1° trecho de ferrovia no MT

SÃO PAULO (Reuters) - A Rumo previu nesta quinta-feira investimentos de entre 4 bilhões e 4,5 bilhões de reais para construção do primeiro trecho de ferrovia no Mato Grosso que ligará o terminal rodoferroviário de Rondonópolis a Cuiabá e Lucas do Rio Verde.

A Rumo disse que seu conselho de administração autorizou o início do trecho, referente ao trecho de 211 km que liga Rondonópolis à cidade de Campo Verde, com expectativa de iniciar a operação no primeiro trimestre de 2026.

A operadora de concessões foi a única a entregar proposta para assumir o projeto, por 45 anos, em concorrência em setembro de 2021. A ferrovia, que interligará importante área produtora de grãos e oleaginosas de Mato Grosso, permitirá a conexão do trecho de Lucas do Rio Verde ao porto de Santos -- a Rumo já é operadora do trecho entre Rondonópolis e Santos.

A Rumo também disse que espera capacidade instalada do Terminal de Campo Verde de 10 milhões a 30 milhões de toneladas úteis por ano.

A empresa afirmou que as novas estimativas "substituem integralmente as projeções inicialmente apresentadas para o projeto" em outubro de 2021.

(Por Andre Romani)