Mercado abrirá em 55 mins

RPG de Harry Potter pode ter temas mais maduros e sistema de bruxos rivais

Rafael Arbulu

Um game que deve a sua existência quase que exclusivamente a rumores, o nunca confirmado RPG de Harry Potter, teoricamente em desenvolvimento pelo Avalanche Software desde 2017 e produzido pela Warner Bros, teve novas informações “vazadas” no final de semana.

Um usuário do Reddit que alega estar trabalhando no marketing da Warner soltou algumas novidades sobre diversos elementos que vão compor o gameplay do jogo. Nós não conseguimos aferir a autenticidade do que essa pessoa falou no fórum online, então acredite (ou não) no que você vai ler a seguir da forma que lhe convém.

Suposto novo jogo da franquia  Harry Potter deve ser ambientado anos após os eventos dos livros e filmes (Imagem: Divulgação/Warner Pictures)

Para começar, o mais importante: o “RPG de Harry Potter” sequer terá “Harry Potter” no nome, com os desenvolvedores preferindo chamá-lo de “Hogwarts: A Dark Legacy” (“Hogwarts: Um Legado Obscuro”, na tradução literal). Segundo o autor do post, isso se deve pelo fato de que, cronologicamente, o jogo se passará anos após os eventos do último filme, depois até mesmo dos filhos de Harry e Gina, e de Rony e Hermione terem se formado.

Basicamente, isso quer dizer que você não vai controlar Harry Potter, tampouco enfrentará Lord Voldemort. Segundo o post no Reddit, você personalizará seu personagem, a casa a que ele pertence e outros atributos, além de determinar sua origem: bruxo de sangue puro, mestiço ou Trouxa — este último, um humano comum, incapaz de realizar feitiços e que pode ou não estar ciente do universo da magia.

Um ex-Comensal da Morte será o antagonista primário, e deve comandar alguns outros feiticeiros malignos como subchefes (Imagem: Divulgação/Warner Pictures)

Há, porém, a possibilidade de aparições e participações especiais de personagens consagrados da série, embora o autor não tenha mencionado quais. O antagonista principal será um "ex Comensal da Morte" que "não está no nível de Voldemort, mas mesmo assim é formidável". Esse vilão lidera um grupo de subchefes adicionais — novamente, nomes não foram citados — e o jogo terá uma progressão centralizada no formato de um hub que conecta cinco outras áreas, cada uma com seus próprios personagens, chefes e missões auxiliares. No Reddit, estão mencionadas por nome Hogsmeade, O Ministério da Magia e, claro, Hogwarts.

Hogwarts: A Dark Legacy também promete diferenciar-se da série principal no sentido de que o jogo pode trazer classificação etária “Teen” ou “Mature”, o que é o equivalente brasileiro para adolescentes e adultos (algo como 14 para 17 anos de idade). Isso porque o jogo teoricamente toca em temas menos infantis, permitindo o romance entre personagens, e um sistema de “rivais” que se apresenta de forma bastante similar ao que vimos em jogos como Terra Média: Sombras de Mordor e sua continuação direta, Sombras da Guerra. Neles, o jogador tem um “nemesis” em cada área do jogo, além de um “nemesis” majoritário — o qual você poderá derrotar, matar ou mesmo se aliar, dependendo das decisões que tomar durante a partida.

No que tange ao gameplay, o autor do post no Reddit diz que o combate será “fluido”, mais puxado para o lado estratégico e focado no gerenciamento de recursos como a sua própria energia (vimos algo parecido com isso em Harry Potter: Wizards Unite para iOS e Android). Criaturas da mitologia de Harry Potter, bem como feiticeiros rivais estão entre os oponentes a serem encarados e, finalmente, uma série de conteúdo de bônus (que não estão claros se serão material auxiliar dentro da história principal ou se tratarão de modos isolados de jogo) incluirão partidas de Quadribol e um jogo de cartas similar ao que vimos em Gwent, o passatempo de The Witcher III: Wild Hunt que acabou ganhando seu próprio jogo.

Ambientado anos depois dos eventos dos livros e filmes, novo jogo da série  Harry Potter promete aparições de personagens já conhecidos pelos fãs (Imagem: Divulgação/Warner Pictures)

Um anúncio formal do jogo está prometido para agosto de 2020, com lançamento previsto para junho de 2021 (plataformas ainda não determinadas). Vale citar que a Warner Bros faria a sua estreia na E3 2020, antes da pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) cancelar o evento. Mas ressaltamos novamente: as informações acima, neste momento, não passam de rumores, então não estranhe se algo mudar ao longo do tempo.

Fonte: Canaltech