Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.259,49
    -831,51 (-0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.579,10
    -329,10 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,58
    -0,57 (-0,79%)
     
  • OURO

    1.817,00
    -44,40 (-2,39%)
     
  • BTC-USD

    38.462,28
    -1.562,50 (-3,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    952,55
    -39,92 (-4,02%)
     
  • S&P500

    4.223,70
    -22,89 (-0,54%)
     
  • DOW JONES

    34.033,67
    -265,63 (-0,77%)
     
  • FTSE

    7.184,95
    +12,47 (+0,17%)
     
  • HANG SENG

    28.436,84
    -201,66 (-0,70%)
     
  • NIKKEI

    29.181,58
    -109,43 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    13.869,50
    -111,75 (-0,80%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0701
    +0,0081 (+0,13%)
     

Rover Zhurong: novas fotos mostram "retrato de família", visão da órbita e mais

·3 minuto de leitura

Durante uma cerimônia realizada em Pequim, a agência espacial chinesa CNSA revelou novas imagens do rover Zhurong nesta sexta-feira (11). O rover está em Utopia Planitia, em Marte, e as imagens mostram um panorama de seu local de pouso, um pouco da paisagem local e até um “retrato de família”, que mostra o Zhurong e sua plataforma de pouso. Além destas imagens, há também registros feitos pela câmera do orbitador Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), da NASA.

Durante a cerimônia, Zhang Kejian, diretor da CNSA, afirmou que o país vai compartilhar as descobertas científicas de suas missões com outros países para beneficiar todo o mundo. As imagens mostram a superfície e paisagem avermelhadas da região sul de Utopia Planitia, uma grande planície localizada no interior da maior cratera de impacto que conhecemos no Sistema Solar. Se você ampliar a terceira imagem do tuíte abaixo e observar os detalhes, verá os mascotes Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno, da edição de 2022, e a bandeira da China .

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

As imagens que mostram o estágio superior do rover, o módulo de pouso, o ambiente local e rastros deixados pelo deslocamento do rover foram feitas com uma câmera do próprio Zhurong. Dentre as fotos, há também um “retrato de família”, que foi feito por uma câmera remota, posicionada a 10 m do módulo de pouso; após deixar a câmera posicionada para a foto, o rover retornou em direção ao módulo. Todo esse processo foi filmado pela câmera, que enviou o vídeo e as imagens ao veículo.

Confira a filmagem abaixo, com uma visão panorâmica de Marte:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A China pousou o rover Zhurong em maio, tornando-se o segundo país, atrás dos Estados Unidos, a descer um rover em segurança à superfície marciana. Agora, o veículo já completa 28 dias marcianos de exploração científica no Planeta Vermelho. Entre os objetivos, estão estudos das formações geológicas de Marte, análise das características do solo, atmosféricas e ambientais, busca por lugares em que pode haver água e gelo e, por fim, estudos de campos magnéticos e gravitacionais.

De olho também da órbita

O rover Zhurong também foi flagrado pela câmera HiRISE, da sonda Mars Reconnaissance Orbiter (MRO), da NASA, que o fotografou no dia 6 de junho, cerca de três semanas após o pouso. Segundo a equipe da câmera, a imagem mostrou um claro padrão explosivo em torno do módulo de pouso e o rover mais à direção sul, após deixá-lo.

A imagem mostra o rover, o ponto em destaque no canto superior direito, e seu módulo de pouso. Na parte inferior esquerda da imagem, estão o paraquedas e o escudo traseiro (Imagem: Reprodução/NASA/JPL/UArizona)
A imagem mostra o rover, o ponto em destaque no canto superior direito, e seu módulo de pouso. Na parte inferior esquerda da imagem, estão o paraquedas e o escudo traseiro (Imagem: Reprodução/NASA/JPL/UArizona)

Perceba que a imagem também mostra o terreno típico de Utopia Planitia, com seu relevo plano e sem grandes obstáculos. De acordo com a equipe, “as formações brilhantes e curvas na foto foram formadas pela ação do vento”. Por fim, a câmera flagrou o escudo de calor, escudo traseiro e paraquedas, alguns itens que ajudaram o rover e seu módulo de pouso a descerem em segurança até a superfície do planeta.

Apesar de ser bastante recente, esta foto está bem longe de representar a primeira vez em que a HiRISE registra robôs na superfície marciana, uma vez que a câmera já fotografou anteriormente os rovers Spirit, Opportunity, Curiosity e Perseverance, além dos landers Phoenix e InSight. A HIRISE tem resolução suficiente para registrar formações tão pequenas quanto uma mesa de centro no solo do planeta.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos