Mercado abrirá em 8 h 13 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,98
    +0,69 (+0,98%)
     
  • OURO

    1.761,80
    -2,00 (-0,11%)
     
  • BTC-USD

    42.336,31
    -3.391,59 (-7,42%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.057,21
    -77,17 (-6,80%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.903,91
    -59,73 (-0,86%)
     
  • HANG SENG

    24.022,12
    -77,02 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    29.970,01
    -530,04 (-1,74%)
     
  • NASDAQ

    15.083,50
    +74,00 (+0,49%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2466
    +0,0019 (+0,03%)
     

Rover Perseverance registra lua Deimos no céu de Marte; confira o vídeo!

·2 minuto de leitura

O rover Perseverance, da NASA, pousou em Marte para estudar as rochas do planeta em busca de sinais de formas de vida, caso tenham existido, e coletar amostras. Por isso, o rover passa a maior parte do tempo analisando o solo mas, de tempos em tempos, também observa o céu — tanto que, enquanto avistava nuvens, o Perseverance gravou um novo vídeo do céu marciano que incluiu a pequena lua Deimos.

O vídeo com a “participação especial” da lua foi publicado no perfil do rover no Twitter. “Fiz esse curto vídeo em time-lapse para observar nuvens, e capturei algo mais: observe atentamente e você encontrará Deimos, uma das duas luas de Marte”, escreveram os oficiais na publicação, como se fosse o rover explicando.

Confira:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O ponto brilhante que aparece no vídeo acima é Deimos, a menor lua de Marte. Com diâmetro de 12,4 km, Deimos orbita o planeta a 23.458 km de altitude, levando 30 horas para completar voltas quase circulares em torno do Planeta Vermelho. Já a outra lua marciana, Fobos, mede cerca de 22 km de diâmetro e orbita Marte à altitude de 9.234 km — para comparação, a nossa Lua tem 3.475 km de diâmetro e fica a mais de 300 mil km da Terra. É possível que as duas luas marcianas sejam, na verdade, asteroides capturados pela gravidade do planeta.

Esta não é a primeira vez que um rover da NASA registra os satélites naturais de Marte: o rover Curiosity, por exemplo, está na cratera Gale desde 2012 e, durante os nove anos de exploração do planeta vizinho, já fez várias capturas das duas luas. Em uma delas, o robô pôde flagrar dois eclipses solares graças aos “óculos” especiais que equipam a câmera MastCam, que permitiram filmar Fobos e Deimos passando em frente ao Sol.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos