Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    35.626,62
    -2.384,90 (-6,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Rover chinês Zhurong tira suas primeiras fotos de Marte; confira!

·3 minuto de leitura

Na semana passada, a China pousou o rover Zhurong na Utopia Planitia, em Marte. Agora, nesta quarta-feira (19), a agência espacial China National Space Administration (CNSA) divulgou as primeiras imagens feitas pelo veículo na superfície de Marte, logo após o pouso, junto de alguns vídeos que registram sua separação do orbitador. Estas são as primeiras imagens que recebemos da superfície Planeta Vermelho produzidas por uma missão que não é realizada pelos Estados Unidos.

Houve alguma preocupação nos últimos dias devido à demora para o recebimento de imagens e do estado do rover, mas vale lembrar que a China tem somente o orbitador da missão Tianwen-1 servindo como transmissor de dados. As fotos mostram que o rover Zhurong ainda está sobre o módulo de pouso, dentro do qual viajou até a superfície marciana, mas ele deverá descer pela rampa do módulo já nesta semana para iniciar sua missão.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A imagem em preto e branco foi feita por uma câmera de desvio de obstáculos, que fica na parte frontal do rover, e mostra que a rampa à frente do veículo foi estendida até tocar a superfície de Marte. Como a câmera tem uma lente grande-angular, o horizonte fica com uma distorção e aparência curva. Já a imagem colorida foi feita pela câmera de navegação instalada no rover, mostrando que os painéis solares e a antena do veículo já estão desdobrados.

Separação do lander e do rover do orbitador durante o pouso (Imagem: Reprodução/CNSA)
Separação do lander e do rover do orbitador durante o pouso (Imagem: Reprodução/CNSA)

O rover Zhurong tem cerca de 1,8 m de altura e pesa 280 kg, o que o torna levemente maior que os rovers Spirit e Opportunity, mas bem menor que o Curiosity e o Perseverance, da NASA. O rover chinês deverá ficar ativo por 90 dias marcianos — o equivalente a 92 dias terrestres — enquanto estuda a estrutura geológica do planeta, seu campo magnético, clima, a composição da superfície e as camadas abaixo da superfície, compostas por rocha e gelo.

Para isso, o veículo está equipado com câmeras, um radar de penetração no solo, um detector de campo magnético, uma estação climática e um instrumento para analisar a composição química de poeira e rochas. Já o orbitador Tianwen-1 tem seus próprios instrumentos para estudar o Planeta Vermelho da órbita, além de servir também para enviar os dados obtidos pelo rover para a Terra.

Outro vídeo do processo de separação do orbitador (Imagerm: Reproduçã/CNSA)
Outro vídeo do processo de separação do orbitador (Imagerm: Reproduçã/CNSA)

O pouso foi realizado na Utopia Planitia, uma grande bacia formada por um forte impacto ocorrido no passado de Marte. O Zhurong não é o primeiro rover a explorar a região, já que o lander Viking 2, da NASA, pousou mais ao norte na bacia em 1976 e produziu imagens de alta resolução da superfície marciana — mas o veículo estadunidense não tinha recursos para investigar muito mais além de local de pouso.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos