Mercado abrirá em 1 h 32 min
  • BOVESPA

    100.774,57
    -1.140,88 (-1,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.007,16
    +308,44 (+0,62%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,87
    +1,30 (+1,98%)
     
  • OURO

    1.776,00
    -8,30 (-0,47%)
     
  • BTC-USD

    56.619,15
    -520,07 (-0,91%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.442,65
    -26,43 (-1,80%)
     
  • S&P500

    4.513,04
    -53,96 (-1,18%)
     
  • DOW JONES

    34.022,04
    -461,68 (-1,34%)
     
  • FTSE

    7.118,19
    -50,49 (-0,70%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.894,50
    +24,75 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4085
    -0,0383 (-0,59%)
     

Rover chinês tira nova selfie em Marte mostrando que está tudo bem após "apagão"

·2 min de leitura

O rover Zhurong, da China, passou quase um mês “descansando” durante a conjunção solar, período em que a comunicação entre equipes em solo com sondas e rovers em Marte fica prejudicada. Pois bem, agora a China National Space Administration (CNSA, a agência espacial do país) garante que o rover passou pelo período em segurança e que já irá retomar a exploração científica de Marte junto da sonda orbital Tianwen-1. A ideia é que o Zhurong siga viagem na direção sul, rumo a uma área com vulcões detectados pelo orbitador.

A pausa nas atividades foi causada pela conjunção solar, que ocorre quando a Terra e Marte ficam em lados opostos do Sol. Esse período ocorre a cada dois anos e tem duração de duas semanas. Apesar de ser uma pausa breve, dados enviados aos rovers em Marte podem sofrer interferências das partículas solares e acabar corrompidos — por isso é necessário interromper as comunicações brevemente. Passado esse período, tudo segue nos conformes e o rover Zhurong permanece em bom estado — tanto que até já tirou uma nova “selfie” para mostrar que está mesmo tudo bem.

Para garantir a segurança do rover durante a conjunção, a equipe de controle em solo suspendeu as tarefas de exploração científica e preparou algumas medidas preventivas, como a configuração antecipada do funcionamento autônomo do veículo e instruções para possíveis condições perigosas que encontrasse para, assim, evitar riscos. Felizmente, o rover foi projetado para enfrentar condições variadas em Marte, que vão desde a conjunção até o frio do inverno por lá e, para isso, conta com recursos que permitem enfrentar problemas autonomamente.

Tanto a “sobrevivência” do Zhurong quanto os dados obtidos durante este período, com o apoio de parceiros internacionais, foram considerados grandes feitos para a história aeroespacial da China, representando também uma experiência de enorme importância para os planos do país. “O sucesso da experiência logo na primeira tentativa do nosso país demonstra totalmente o resultado da nossa preparação extensiva, que ajudará nas futuras missões da China — incluindo aquelas para Júpiter”, disse Jiao Weixin, professor de ciência espacial na Peking University.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos