Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,20
    +0,12 (+0,16%)
     
  • OURO

    1.777,30
    -6,10 (-0,34%)
     
  • BTC-USD

    33.598,10
    +1.461,93 (+4,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    809,85
    -0,34 (-0,04%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.817,07
    +507,31 (+1,79%)
     
  • NIKKEI

    28.795,98
    -78,91 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    14.292,00
    +29,00 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9301
    +0,0016 (+0,03%)
     

Rover de apoio à missão ExoMars finaliza primeiro teste em simulador de Marte

·2 minuto de leitura

A missão ExoMars, realizada em parceria aa Agência Espacial Europeia (ESA) com a agência espacial russa (Roscosmos), levará o rover Rosalind Franklin e a plataforma de aterrissagem russa Kazachok com destino a Oxia Planum, em Marte. Enquanto o lançamento não acontece, a equipe do Rover Operations Control Centre finalizou a montagem do veículo “gêmeo” do Rosalind Franklin, que terá papel essencial na preparação para a chegada da missão ao Planeta Vermelho, em junho de 2023.

Conforme os operadores se preparam para o lançamento e chegada da missão, o rover Ground Test Model (GTM) passou por um período de finalização de testes importantes de comando. Depois que a montagem foi finalizada, a réplica já completou uma volta em Mars Terrain Simulator; trata-se de um local em Turim, na Itália, que simula o terreno de Marte e, assim, pode adiantar um pouco do que o veículo “original” irá experienciar por lá.

Para isso, o GTM conta com o Rover Unloading Device (“Dispositivo de Descarregamento de Rover”, em tradução literal), um dispositivo instalado no teto da área de testes que imita a gravidade marciana, que é mais fraca que a da Terra; com este recurso, a maior parte de sua massa total de 290 kg é absorvida pelo dispositivo. Depois, os operadores experimentaram diversas atividades e comandos com a réplica, que irá se deslocar por vários tipos de terrenos e relevos.

Durante os primeiros testes, o GTM realizou atividades mais simples, como se deslocar por diferentes superfícies, subir por algumas encostas e rodar em terreno acidentado. Depois, os operadores devem ensaiar algumas tarefas de maior complexidade, como o movimento por diferentes terrenos e uso de instrumentos científicos. Então, os próximos passos dos testes do TM devem envolver testes de controle, em que o rover terá que corrigir automaticamente desvios de trajetória induzidos pela topografia, além de usar seus recursos de bordo para analisar a segurança do terreno.

O local de pouso escolhido para a missão ExoMars foi a Oxia Planum, uma região rica em argila e outros minerais — que podem ter preservado sinais de vida que, talvez, tenham ocorrido no passado de Marte. Então, como o rover "original" terá que perfurar o solo para coletar amostras, sua réplica na Terra deverá realizar atividades de perfuração semelhantes nas próximas semanas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos