Mercado abrirá em 3 h 16 min
  • BOVESPA

    95.368,76
    -4.236,74 (-4,25%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.393,71
    -607,59 (-1,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    37,17
    -0,22 (-0,59%)
     
  • OURO

    1.878,90
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    13.169,55
    +6,16 (+0,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,54
    -12,15 (-4,45%)
     
  • S&P500

    3.271,03
    -119,65 (-3,53%)
     
  • DOW JONES

    26.519,95
    -943,25 (-3,43%)
     
  • FTSE

    5.589,09
    +6,29 (+0,11%)
     
  • HANG SENG

    24.586,60
    -122,20 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.254,75
    +122,00 (+1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7256
    -0,0088 (-0,13%)
     

Rosengren, do Fed, diz que EUA estão longe do pleno emprego e meta de inflação de 2%

·1 minuto de leitura
Presidente do Federal Reserve de Boston, Eric Rosengren
Presidente do Federal Reserve de Boston, Eric Rosengren

(Reuters) - A economia dos Estados Unidos está longe do pleno emprego e da meta de inflação de 2%, e os juros permanecerão baixos por vários anos, disse o presidente do Federal Reserve de Boston, Eric Rosengren, nesta quinta-feira.

"Estou muito preocupado por estarmos muito longe do que pensamos ser o pleno emprego e acho que haverá obstáculos significativos para chegarmos lá rapidamente", disse Rosengren durante uma entrevista ao Yahoo Finance.

A autoridade reiterou sua visão de que a economia pode sofrer um golpe no outono e no inverno nos Estados Unidos se as infecções por coronavírus aumentarem, fazendo com que os consumidores fiquem mais cautelosos.

Ele disse que consumidores de baixa e média rendas, pequenas empresas e governos estaduais e locais precisam de mais ajuda fiscal para sobreviver à crise.