Mercado abrirá em 5 h 34 min
  • BOVESPA

    121.909,03
    -128,97 (-0,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.867,15
    +618,15 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,39
    -0,53 (-0,82%)
     
  • OURO

    1.834,20
    -3,40 (-0,19%)
     
  • BTC-USD

    55.560,28
    -3.344,47 (-5,68%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.469,73
    -91,57 (-5,87%)
     
  • S&P500

    4.188,43
    -44,17 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    34.742,82
    -34,98 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.008,02
    -115,66 (-1,62%)
     
  • HANG SENG

    27.996,97
    -598,73 (-2,09%)
     
  • NIKKEI

    28.608,59
    -909,71 (-3,08%)
     
  • NASDAQ

    13.195,25
    -161,50 (-1,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3591
    +0,0189 (+0,30%)
     

Rosa Weber, do STF, dá 10 dias para Bolsonaro se manifestar em ação sobre ameaças à imprensa

Ricardo Brito
·1 minuto de leitura
Ministra Rosa Weber durante sessão do STF

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - A ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu prazo de 10 dias para que o presidente Jair Bolsonaro se manifeste sobre ação que questiona um eventual declínio da liberdade de expressão no país, ao mencionar ameaças a profissionais da imprensa.

A ação foi movida pela Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e também cita processos movidos contra jornalistas.

"A matéria objeto do presente feito revela-se de extrema delicadeza e relevância singular, nela contemplado, sem dúvida, especial significado para a ordem social e para a proteção de liberdades constitucionais de índole fundamental", disse Rosa Weber no despacho.

Desde antes do início do seu governo, Bolsonaro faz ataques quase diários à cobertura da imprensa, em especial quando conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada e durante suas transmissões semanais ao vivo pelas redes sociais.