Mercado fechado

Rolls-Royce Silver Wraith | Como é o carro da posse presidencial no Brasil

A posse presidencial é uma solenidade marcante em vários aspectos, e um dos que mais chamam a atenção é justamente o desfile a céu aberto do novo chefe de Estado em um carro imponente e conversível, do qual ele acena para a população pela qual será responsável em seu mandato.

Um dos carros mais utilizados na cerimônia de posse no Brasil é o Rolls-Royce Silver Wraith, primeiro modelo da marca britânica produzido após a Segunda Guerra Mundial e que teve apenas 1.883 unidades fabricadas. O carro passou a integrar a comitiva do presidente da República do Brasil em 1952 e, até hoje, simboliza o início de um novo mandato para o chefe de Estado.

Rolls-Royce Silver Wraith acompanha os presidentes desde a década de 1950 (Imagem: Thiago Melo/Blog do Planalto)
Rolls-Royce Silver Wraith acompanha os presidentes desde a década de 1950 (Imagem: Thiago Melo/Blog do Planalto)

O Rolls-Royce Silver Wraith foi utilizado pela primeira vez por Getúlio Vargas durante as comemorações do feriado do Dia do Trabalho, em 1º de maio de 1953, em Volta Redonda, no Rio de Janeiro. Depois disso, personalidades de todo o mundo “pegaram carona” no modelo, desde Manuel Odria, presidente do Peru, passando por Charles de Gaulle, chefe de Estado da França, e até a Rainha Elizabeth II.

O modelo britânico teve que vencer uma dura concorrência para poder integrar a frota de carros da presidência do Brasil. O Silver Wraith entrou em uma licitação aberta pelo Governo Getúlio Vargas e acabou superando a disputa contra a Ford, que oferecia um Lincoln, e a Cadillac, que teve uma curta experiência com o Derham.

Como é o Rolls-Royce Silver Wraith?

O Rolls-Royce Silver Wraith resiste bravamente na frota presidencial do Brasil, sempre passando por manutenções periódicas e até por uma restauração mais completa, como a realizada no ano de 2001, durante o segundo mandato de Fernando Henrique Cardoso.

O luxuoso modelo britânico tem sob o capô um motor V6 de 4.6 litros da Bentley, que trabalha em conjunto com um câmbio manual de 4 velocidades, cuja alavanca é acoplada à coluna de direção. Há também opções com câmbio Hydramatic, produzido pela General Motors, mas não é o caso do utilizado pela comitiva dos presidentes do Brasil.

Além do bom conjunto mecânico, o Rolls-Royce Silver Wraith que é utilizado pelo presidente do Brasil na cerimônia de posse e em outros eventos, como em desfiles de datas comemorativas, também conta com um pacote de acessórios bastante completo.

Secretaria da Presidência informou que Jair Bolsonaro entregará o carro em perfeitas condições (Imagem: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)
Secretaria da Presidência informou que Jair Bolsonaro entregará o carro em perfeitas condições (Imagem: Marcelo Casal Jr/Agência Brasil)

O carro oferece ao Chefe de Estado e seus acompanhantes descanso para os braços, chassi reforçado, suporte para bandeiras e velocímetro na traseira. Um fato interessante é que, apesar de ter sido construído pela Rolls-Royce, eram os compradores que decidiam qual carroceria usar. O Silver Wraith que veio ao Brasil utilizava a fabricada pela Mulliner.

Outros governos que usam o Silver Wraith

O Rolls-Royce Silver Wraith é um modelo utilizado em cerimônias de posse de outros governantes, além do brasileiro. Ele também é o veículo oficial do presidente da Irlanda e dos chefes de Estado do Zimbábue, Holanda, Malásia, Dinamarca, Grécia e Austrália.

Quanto custa um Rolls-Royce no Brasil?

Comprar um modelo da Rolls-Royce no Brasil é uma missão difícil, mas possível para quem tem uma boa conta bancária (e põe boa nisso), já que eles estão entre os mais caros do mundo.

De acordo com a tabela Fipe, índice oficial da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, apenas dois modelos da marca de luxo britânica estão disponívies por aqui. E ambos com preços estratosféricos.

Rolls-Royce Ghost

Considerado um dos carros mais luxuosos do mundo, o Rolls-Royce Ghost é o que os mais antigos costumavam chamar de "barca". Ele tem sob o capô um motor V12 6.7 biturbo, capaz de entregar ao motorista 571 cavalos e 86,7 kgfm de torque. A combinação faz o carro chegar aos 100 km/h em apenas 4,8 segundos, número impressionante, levando-se em conta que ele pesa quase 2,5 toneladas.

O preço para levar o Ghost para casa no Brasil? Segundo a tabela Fipe, hoje o modelo 0 quilômetro, que precisa ser encomendado em importadoras, custa R$ 6,8 milhões.

Rolls-Royce Ghost custa quase R$ 7 milhões no Brasil (Imagem: Divulgação/Rolls-Royce)
Rolls-Royce Ghost custa quase R$ 7 milhões no Brasil (Imagem: Divulgação/Rolls-Royce)

Rolls-Royce Cullinan Black Badge

O outro modelo da Rolls-Royce que pode ser comprado 0 quilômetro no Brasil pelos mais abastados é o Cullinan Black Badge. O modelo custa a "bagatela" de R$ 7,7 milhões segundo a tabela Fipe de dezembro de 2022, mas também promete entregar ao feliz proprietário uma verdadeira "mansão sobre rodas".

O Cullinan foi o primeiro SUV produzido pela marca britânica e, não à toa, recebeu o nome do maior diamante bruto do mundo. Assim como o Ghost, ele também tem sob o capô o motor V12 6.7 biturbo, e atinge a velocidade máxima de 240 km/h, limitada eletronicamente para evitar maiores problemas.

Preço do Rolls-Royce Cullinan Black Badge bate nos R$ 8 milhões no Brasil (Imagem: Divulgação/Rolls-Royce)
Preço do Rolls-Royce Cullinan Black Badge bate nos R$ 8 milhões no Brasil (Imagem: Divulgação/Rolls-Royce)

O modelo conta com tração 4x4 e uma suspensão a ar inteligente, que recebe as informações da via em tempo real e ajusta, automaticamente, a altura do Rolls-Royce para evitar que as imperfeições da pista possam danificar a pintura.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: