Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.177,55
    -92,52 (-0,08%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    55.164,01
    +292,65 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,10
    +0,95 (+1,19%)
     
  • OURO

    1.929,70
    -12,90 (-0,66%)
     
  • BTC-USD

    23.072,29
    -326,88 (-1,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    523,89
    -3,30 (-0,63%)
     
  • S&P500

    4.060,43
    +44,21 (+1,10%)
     
  • DOW JONES

    33.949,41
    +205,57 (+0,61%)
     
  • FTSE

    7.761,11
    +16,24 (+0,21%)
     
  • HANG SENG

    22.566,78
    +522,13 (+2,37%)
     
  • NIKKEI

    27.362,75
    -32,26 (-0,12%)
     
  • NASDAQ

    12.060,50
    +187,25 (+1,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5202
    -0,0186 (-0,34%)
     

Rolex aumenta preços nos EUA e Reino Unido em aposta na demanda

(Bloomberg) -- A Rolex aumentou os preços nos EUA e Reino Unido em torno de 2,5%, poucos meses depois de ajustes de cerca de 5% nos mercados britânico e europeu, de acordo com analistas do Barclays que acompanham a marca suíça de relógios de luxo.

Os preços dos modelos Rolex mais populares subiram entre 1% e pouco mais de 3%, de acordo com o Barclays. O aumento médio foi de cerca de 2,6% no Reino Unido e 2,2% nos EUA, disseram os analistas.

A Rolex costumava ajustar preços só uma vez por ano, geralmente em janeiro, mas em 2022 elevou o valor de modelos como o Submariner e o Daytona uma segunda vez no Reino Unido em setembro e na Europa em novembro, diante da desvalorização da libra e do euro.

O aumento mais recente mostra que a prestigiada relojoaria suíça acredita que os preços podem subir para proteger suas margens em meio à inflação alta, sem prejudicar a demanda. O Barclays disse que os preços mais altos beneficiarão varejistas, incluindo a Watches of Switzerland, maior revendedora da Rolex no Reino Unido, que obtém cerca de metade de sua receita com a marca.

Um porta-voz da Rolex em Genebra não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

“Os investidores estão acostumados com o fato de que os aumentos de preços são uma característica fundamental desse setor atraente, mas é encorajador ver isso continuar, pois acreditamos que não haverá impacto perceptível nos volumes”, analistas do Barclays Richard Taylor e Pallav Mittal disseram em nota aos clientes.

A Rolex elevou os preços na maioria dos mercados em cerca de 3,5% em janeiro passado.

More stories like this are available on bloomberg.com

©2023 Bloomberg L.P.