Mercado fechado

Rodovias brasileiras ganham quase 2 mil pontos de Wi-Fi

Rodovias brasileiras ganham quase 2 mil pontos de Wi-Fi. Foto: Getty Images.
Rodovias brasileiras ganham quase 2 mil pontos de Wi-Fi. Foto: Getty Images.
  • Rodovias ganharão uma rede de Wi-Fi que vai melhorar a navegação na estrada;

  • Conectividade nasce de uma parceria entre a montadora chinesa BYD e a Eixo SP;

  • Ao todo, serão 1.964 pontos de transmissão em 1,2 mil quilômetros de vias.

Uma das coisas que mais prejudica os viajantes que vivem na estrada é a lata de sinal para internet. Como a cobertura das companhias de telefonia não chegam em algumas partes das rodovias, fica difícil ouvir músicas e utilizar aplicativos no celular.

No entanto, as vias de São Paulo ganharão uma rede de Wi-Fi que vai melhorar a navegação. Uma parceria entre a montadora chinesa BYD, especializada em veículos elétricos, e a concessionária Eixo SP resultou na implantação de 1.964 pontos de transmissão de rede Wi-Fi em 1,2 mil quilômetros de rodovias brasileiras.

A movimentação tem como intuito visualizar a conectividade de carros inteligentes na estrada. Testes realizados na rodovia Washington Luís, localizada na região de São Carlos, indicaram que a rede permitiu a reprodução de conteúdos de streaming de vídeo, assim como aplicativos de navegação GPS e até mesmo captação de imagens em 360 graus com o veículo em movimento, por causa da transmissão em tempo real por oito câmeras embarcadas no veículo.

Sergio Santillan, diretor-presidente da concessionária, diz que a parceria permitiu a percepção da qualidade da rede brasileira e resultou no maior corredor conectado da América Latina, de acordo com o site Tudo Celular.

Em um primeiro momento, o acesso dos usuários através de smartphone é limitado aos serviços digitais da concessionária. Para se conectar, é necessário entrar pelo navegador ou pelo aplicativo da Eixo SP no canal de atendimento que liga a central operacional, e que oferece comunicação com mensagem de voz, chamada de vídeo ou ligação.

A Eixo SP divulgou ainda que não existe um modelo de negócio definido para explorar a rede comercialmente. Contudo, ela facilita o atendimento de chamadas de emergência, como guincho e resgate, ou determinadas informações sobre rotas.