Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -634,97 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,16 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,01
    +0,10 (+0,14%)
     
  • OURO

    1.876,60
    -3,00 (-0,16%)
     
  • BTC-USD

    38.941,58
    +3.399,42 (+9,56%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,40 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,23 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,87 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    14.023,00
    +28,75 (+0,21%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1935
    +0,0009 (+0,01%)
     

Rocket Lab vai lançar 20ª missão na manhã de sábado; assista

·2 minuto de leitura
Rocket Lab vai lançar 20ª missão na manhã de sábado; assista
Rocket Lab vai lançar 20ª missão na manhã de sábado; assista

O Rocket Lab vai lançar dois satélites no comecinho da manhã deste sábado (15). Às 7h (horário de Brasília), a missão ‘Running Out of Toes’ (ficando sem dedos dos pés, em tradução literal) será lançada da base na Nova Zelândia. O evento será transmitido ao vivo pelo site do Rocket Lab.

O foguete Electron vai decolar durante uma janela de duas horas que abre às 22h, no horário local, que fica 15 horas na frente do horário de Brasília. Ele vai levar dois satélites de observação da Terra da empresa BlackSky. A transmissão começa entre 15 e 20 minutos antes da janela abrir.

Leia mais:

A missão também é comemorativa para a Rocket Lab, pois será o 20º lançamento do Electron de dois estágios. A empresa traz uma novidade na missão. O primeiro estágio do foguete vai voltar à Terra em um mergulho suave no Oceano Pacífico. A queda controlada deve acontecer 8 minutos e 45 segundos após a decolagem.

Depois de chegar ao mar, o impulsionador será transportado para o convés de um navio de recuperação e, em seguida, transportado para a fábrica da Rocket Lab para análise. É a segunda vez que a empresa faz isso. A primeira aconteceu em novembro de 2020, na missão ‘Return to Sender’. O objetivo é tornar o Electron um foguete com primeiro estágio reutilizável.

O primeiro estágio do foguete será recuperado no mar. Imagem: Rocket Lab/Divulgação
O primeiro estágio do foguete será recuperado no mar. Imagem: Rocket Lab/Divulgação

Há ainda outra missão com o retorno do foguete programada para o final deste ano. Se tudo der certo com os impulsionadores que voltarem da missão ‘Running Out Of Toes’, a Rocket Lab pretende colocar em ação o plano de recuperação de foguetes, apanhando o impulsionador em queda com um helicóptero.

O foguete Electron mede 18 metros de altura e foi projetado para colocar pequenos satélites em órbita. Ele já transportou mais de 100 naves em 19 missões, incluindo três satélites de 60 quilos da BlackSky. Os dois a subir neste sábado para a constelação da BlackSky devem atender à demanda por monitoramento global em tempo real e serviços de análise para organizações públicas e privadas.

Via: Space

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!