Mercado abrirá em 9 h 6 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,07
    -0,58 (-0,69%)
     
  • OURO

    1.790,40
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    60.494,83
    -2.264,54 (-3,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.469,15
    -36,00 (-2,39%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.277,62
    +54,80 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    25.598,22
    -440,05 (-1,69%)
     
  • NIKKEI

    28.946,61
    -159,40 (-0,55%)
     
  • NASDAQ

    15.531,75
    -13,25 (-0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4564
    +0,0023 (+0,04%)
     

Rocinha receberá R$ 9 milhões para projetos de ciência, tecnologia e inovação

·1 minuto de leitura
O edital quer promover iniciativas de instituições que visem o dinamismo econômico da Rocinha. Foto: Getty Images.
O edital quer promover iniciativas de instituições que visem o dinamismo econômico da Rocinha. Foto: Getty Images.
  • De acordo com a FAPERJ, R$ 9 milhões em recursos financeiros serão direcionados à ação;

  • O edital quer promover iniciativas de instituições que visem o dinamismo econômico da Rocinha;

  • A instituição destina a proposta a vastos segmentos, como iniciativas de inclusão digital e inovação tecnológica

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) anunciou na quinta-feira, 16, a primeira edição do Programa Favela Inteligente. Segundo informações do órgão, o objetivo do projeto piloto é contribuir para o dinamismo e inovação dentro das comunidades com alta vulnerabilidade. O valor total dos recursos financeiros alocados é de R$ 9 milhões, chegando até R$ 500 mil por iniciativa aprovada.

Leia também:

O edital pretende apoiar iniciativas de instituições, com ou sem fins lucrativos, dentro do Estado do Rio de Janeiro, que criem dinamismo econômico no território da Rocinha nos setores de ciência, tecnologia e inovação (C,T,&I).

A FAPERJ direciona a proposta a vastos segmentos, como iniciativas de inclusão digital e inovação tecnológica, vetores de energia verde, preservação de recursos naturais, educações básica, profissional e superior, assim como arte, cultura, esporte e lazer, entre outros. Temas como combate à violência contra as mulheres e à discriminação também fazem parte das possíveis ações.

De acordo com a FAPERJ, o termo "favela inteligente" representa “o território tido como de alta vulnerabilidade que, no entanto, provê efetividade e potência ascendente em compreender problemas estruturantes locais e encontrar soluções criativas, inovativas, com base em C,T&I e, muitas vezes, em articulação com organizações posicionadas como negócios de impacto socioambiental positivo.”

As informações são do Terra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos