Mercado fechará em 18 mins
  • BOVESPA

    109.744,13
    +2.365,21 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.892,80
    +625,60 (+1,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,95
    +1,89 (+4,39%)
     
  • OURO

    1.805,70
    -32,10 (-1,75%)
     
  • BTC-USD

    19.152,66
    +700,70 (+3,80%)
     
  • CMC Crypto 200

    379,78
    +10,03 (+2,71%)
     
  • S&P500

    3.637,97
    +60,38 (+1,69%)
     
  • DOW JONES

    30.061,53
    +470,26 (+1,59%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.588,20
    +102,00 (+0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.165,59
    +638,22 (+2,50%)
     
  • NASDAQ

    12.051,75
    +146,50 (+1,23%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3887
    -0,0516 (-0,80%)
     

Roche vê primeiras entregas de coquetel de anticorpos no 1º tri

Francine Lacqua e Naomi Kresge
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Roche acelera os esforços para aumentar rapidamente a oferta de tratamentos com anticorpos contra a Covid-19. A empresa planeja fazer as primeiras entregas no primeiro trimestre do próximo ano, de acordo com o diretor-presidente da farmacêutica, Severin Schwan.

A empresa de biotecnologia americana Regeneron Pharmaceuticals entrou com pedido de autorização emergencial nos Estados Unidos para um coquetel de anticorpos no qual trabalha com a Roche e que pode ser concedida “muito em breve”, disse Schwan na sexta-feira em entrevista à Bloomberg Television.

“Na Roche, poderemos fornecer suprimentos no primeiro trimestre”, acrescentou, alertando que a disponibilidade será inicialmente limitada e deve ser reservada para pacientes de alto risco.

A capacidade combinada das duas empresas no próximo ano será de cerca de 2 milhões de doses, disse Schwan. O volume é cerca da metade do número de novos casos de Covid-19 identificados globalmente na semana passada, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

A necessidade de uma ampla variedade de tratamentos ganha relevância quando algumas terapias esperadas, como o antiviral remdesivir da Gilead Sciences, ficam abaixo das expectativas.

“Estamos trabalhando duro para aumentar a produção o mais rápido possível”, disse Schwan. “Independentemente de outras terapêuticas, a demanda por coquetéis de anticorpos ultrapassará em muito a oferta, então temos que nos certificar de que direcionamos realmente os grupos de pacientes certos.”

No longo prazo, a Roche faz planos para aumentar a capacidade, disse. As empresas assinaram um acordo para trabalharem juntas no coquetel que combina dois anticorpos em agosto. A Regeneron distribuirá o medicamento nos Estados Unidos, enquanto a Roche será responsável pela distribuição em outros lugares.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.