Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.923,93
    +998,33 (+0,90%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.234,37
    -223,18 (-0,43%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,34
    -0,88 (-1,08%)
     
  • OURO

    1.811,40
    -3,80 (-0,21%)
     
  • BTC-USD

    16.987,74
    +38,61 (+0,23%)
     
  • CMC Crypto 200

    404,33
    +2,91 (+0,72%)
     
  • S&P500

    4.071,70
    -4,87 (-0,12%)
     
  • DOW JONES

    34.429,88
    +34,87 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.556,23
    -2,26 (-0,03%)
     
  • HANG SENG

    18.675,35
    -61,09 (-0,33%)
     
  • NIKKEI

    27.777,90
    -448,18 (-1,59%)
     
  • NASDAQ

    11.979,00
    -83,75 (-0,69%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4940
    +0,0286 (+0,52%)
     

Rochas vulcânicas na Terra podem revelar processos ocorridos em Vênus

É possível que Vênus tenha se transformado em um planeta ácido, com temperaturas e pressões altíssimas, após centenas de anos de atividade vulcânica, somada a grandes quantidades de material expelido por vulcões. A conclusão vem de um estudo liderado por Dr. Michael J. Way, do Instituto Goddard de Estudos Espaciais, que sugere que províncias rochosas na Terra possam revelar o que aconteceu no passado do nosso vizinho.

Hoje, as temperaturas na superfície de Vênus passam dos 400 ºC, e a atmosfera tem 90 vezes a pressão encontrada na superfície terrestre. O novo estudo sugere que as intensas erupções vulcânicas podem ter dado início a estas condições no passado do planeta, causando também um efeito estufa por lá.

Vênus é um planeta com temperatura e pressão extremas (Imagem: Reprod)ução/NASA/JPL
Vênus é um planeta com temperatura e pressão extremas (Imagem: Reprod)ução/NASA/JPL

“Ao entender a idade de grandes províncias de rochas ígneas na Terra e em Vênus, podemos determinar se estes eventos causaram as condições presentes lá hoje”, explicou ele. As províncias em questão são o resultado de atividade vulcânica em larga escala, que podem durar desde dezenas ou até centenas de milhares de anos.

Ele destaca que 80% da superfície de Vênus é coberta por grandes blocos de rochas vulcânicas solidificadas. “Embora ainda não saibamos ao certo a frequência dos eventos que criaram estas áreas, devemos conseguir determiná-la estudando a própria história da Terra”, acrescentou.

É possível que estas e outras perguntas sejam respondidas por missões que devem ser enviadas a Vênus nos próximos anos, como a DAVINCI e VERITAS. “Um objetivo primário da DAVINCI é determinar o passado da água em Vênus e quando ela pode ter desaparecido, revelando mais sobre as mudanças no clima de Vênus com o tempo”, finalizou.

O artigo com os resultados do estudo foi publicado na revista Planetary Science Journal.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: