Mercado fechado

Robôs captam sensação de tato com nova pele artificial

Robôs estão ganhando sensação de tato com nova pele artificial. Foto: Getty Images.
Robôs estão ganhando sensação de tato com nova pele artificial. Foto: Getty Images.
  • O Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) desenvolveu uma pele artificial que permite aos robôs uma sensação de tato similar à de humanos;

  • Novo tecido é utilizado por meio de um braço robótico e sensores ligados à pele humana;

  • Um humano controla a máquina com seus movimentos e recebe a sensação dos toques na própria pele.

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech) desenvolveram uma pele artificial que permite aos robôs uma sensação de toque similar à dos humanos e possibilita a detecção de temperatura, pressão e o quão tóxico é uma superfície.

O novo tecido é utilizado por meio de um braço robótico e sensores ligados à pele humana, que funciona de acordo com um sistema de machine learning.

Dessa maneira, uma pessoa controla a máquina com seus movimentos e recebe a sensação imediata dos toques na própria pele.

Leia também:

A plataforma de detecção multimodal foi criada no laboratório do professor de engenharia médica do instituto, Wei Gao, com o objetivo de dar um controle mais preciso sobre os robôs aos humanos, assim como evitar a entrada humana em situações de risco.

“Podemos dar a esses robôs uma sensação de toque e uma sensação de temperatura? Podemos também fazê-los sentir produtos químicos como explosivos e agentes nervosos ou riscos biológicos como bactérias e vírus infecciosos? Estamos trabalhando nisso”, afirmou Gao.

Aplicações da tecnologia vão desde a detecção de uma fonte de poluição em rios até descobrir vestígios de explosivos em bagagens suspeitas nos aeroportos por meio do tato.

*Com informações do The Independent.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos