Mercado fechado

Robô no Japão vigia quem não usa máscara e dá bronca

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
O robô Robovie.
O robô Robovie.

“Lamento incomodar você, mas por favor vista uma máscara”. É dessa forma que um robô humanoide empregado por uma loja no Japão aborda seus clientes que não estiverem com proteção facial – medida essencial na contenção do novo coronavírus.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Ele utiliza uma voz humana pré-gravada, e falantes que são acionados assim que ele detecta o problema.

Leia também:

O robô então se mantém junto à pessoa, e observa se ela veste a máscara. Caso isso aconteça, ele é capaz de detectar automaticamente, e agradece: “Obrigado pela sua compreensão.”

Mas não é só. O Robovie R3 é capaz ainda, com seus sensores, câmeras e software de machine learning, de perceber se dois indivíduos estão respeitando o distanciamento social.

Caso duas pessoas estiverem perto demais, ele logo dispara: “Fiquem mais distantes.”

Quando elas se afastam, o robô gentilmente agradece.

Esse é o mais recente caso de empresas que têm usado novas tecnologias de robótica para facilitar o monitoramento do comportamento das pessoas – e seu cumprimento de regras de distanciamento social e sanitárias – no contexto da crise da COVID-19.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube