Mercado fechado
  • BOVESPA

    96.582,16
    +1.213,40 (+1,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    36.801,37
    -592,34 (-1,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    36,03
    -0,14 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.866,40
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    13.433,02
    -109,90 (-0,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    264,05
    +21,37 (+8,80%)
     
  • S&P500

    3.310,11
    +39,08 (+1,19%)
     
  • DOW JONES

    26.659,11
    +139,16 (+0,52%)
     
  • FTSE

    5.581,75
    -1,05 (-0,02%)
     
  • HANG SENG

    24.586,60
    -122,20 (-0,49%)
     
  • NIKKEI

    23.331,94
    -86,57 (-0,37%)
     
  • NASDAQ

    11.185,00
    -157,75 (-1,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7425
    +0,0081 (+0,12%)
     

Robinho reclama de feministas e diz que se arrepende de ter traído sua mulher

Colaboradores Yahoo Esportes
·3 minutos de leitura

Robinho concedeu sua primeira entrevista sobre a condenação em primeira instância por estupro, pela Justiça italiana, referente a uma denúncia de violência sexual cometida em uma boate em Milão, em janeiro de 2013. O jogador teve seu contrato suspenso pelo Santos, por pressão de patrocinadores do clube, menos de uma semana após ter sido repatriado pelo time que o revelou.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Ao portal UOL, Robinho disse que a relação com a moça de origem albanesa foi “com consentimento”, não soube o que os outros amigos, também denunciados, fizeram com a mulher e reclamou do movimento feminista.

Leia também:

“Uma garota se aproximou de mim, a gente começou a ter contato com consentimento dela e meu também. Ficamos ali poucos minutos. A gente se tocou. Depois fui embora para casa”, disse o atleta, sem detalhar o processo judicial.

Sobre a conversa com os amigos após o caso, usada pela Justiça para condenar Robinho a nove anos de prisão, em 2017, o jogador disse que trechos foram tirados de contexto, porém foi instruído por assessores a não comentar individualmente trechos da sentença.

Segundo o material usado pela Corte italiana, Robinho teria admitido que a moça estava bêbada quando praticou sexo oral com ele. “Isso não significa transar”, diz uma das frases extraídas de conversas do então atacante do Milan com outros amigos presentes na boate.

Ao UOL, Robinho se defendeu dizendo que “não houve relação sexual, penetração, nada disso”. Ele negou ter embriagado a moça e admitiu ter visto seus amigos com ela enquanto saía. Não é possível precisar se ele se referia a contatos íntimos entre seus amigos e a mulher já neste momento.

“Quando eu saí, os garotos continuaram lá com consentimento dela. Eu estou me defendendo. Os garotos, se fizeram algo com ela, eu não posso falar por eles. Eu sei o que eu fiz com ela e com consentimento dela”, declarou.

O único arrependimento de Robinho foi a traição a sua mulher, Vivian, com quem está desde 2009 e tem três filhos: “Eu me arrependo de ter traído a minha esposa. Esse é meu arrependimento. Em relação às frases que saíram, fora de contexto e para vender jornal e revista. Obviamente que eu mudei muito de sete anos pra cá, isso aconteceu em 2013 e eu mudei para melhor. A questão é: qual foi o erro que eu cometi? Qual foi o crime que eu cometi? O erro foi não ter sido fiel a minha esposa, não cometi nenhum erro de estuprar alguém, de abusar de alguma garota ou sair com ela sem o consentimento dela”.

Em outro trecho da entrevista, Robinho criticou o movimento feminista: “Infelizmente, existe esse movimento feminista. Muitas mulheres às vezes não são nem mulheres, para falar o português claro. E se levantam contra porque coisas que homens... Eu não sou bonito, sou casado com a minha esposa, mas se eu sair na rua, e a mulher falar: ‘Oi, lindo, gostoso’ tem uma conotação. Se eu mexer com você com falta de respeito é totalmente diferente”.