Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.428,18
    -219,81 (-0,19%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.686,03
    -112,35 (-0,21%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,48
    +0,04 (+0,05%)
     
  • OURO

    1.764,20
    -1,50 (-0,08%)
     
  • BTC-USD

    62.017,73
    +377,35 (+0,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.430,53
    -21,11 (-1,45%)
     
  • S&P500

    4.486,46
    +15,09 (+0,34%)
     
  • DOW JONES

    35.258,61
    -36,15 (-0,10%)
     
  • FTSE

    7.203,83
    -30,20 (-0,42%)
     
  • HANG SENG

    25.409,75
    +78,75 (+0,31%)
     
  • NIKKEI

    29.025,46
    +474,56 (+1,66%)
     
  • NASDAQ

    15.289,50
    -1,00 (-0,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3925
    +0,0010 (+0,02%)
     

Robô escultor entalha imagens em abóboras como um artista de verdade

·2 minuto de leitura

O inventor Shane Wighton, do canal no YouTube Stuff Made Here, já viralizou na internet ao criar um robô barbeiro que cortava seu cabelo. Ele permanecia imóvel, com a cabeça emergindo de um buraco no centro da mesa, só esperando o bot terminar o serviço e torcendo para que ele não “esculpisse” seu rosto durante o processo.

Foi daí que surgiu a ideia de criar uma máquina capaz de realmente esculpir imagens, mas em vez do próprio rosto, Shane resolveu testar a habilidade do robô usando abóboras de Halloween. O equipamento possui um sistema de cinco eixos com dois conjuntos de extrusores de alumínio para realizar movimentos verticais e horizontais.

“Nunca vi ninguém fazer uma máquina sob medida para esculpir uma abóbora. Provavelmente porque é uma coisa realmente idiota, mas eu adoro coisas idiotas. A parte mais desafiadora foi fazer com que o software traduzisse as imagens em algo que pudesse ser esculpido em uma superfície 2D”, diz Wighton.

Robô escultor

Para criar o seu robô escultor, Shane adaptou boa parte das peças usadas no bot barbeiro e criou outras utilizando uma impressora 3D. Todas as partes móveis foram cortadas a laser para ter um encaixe perfeito e preciso e não prejudicar os movimentos do artista cibernético.

Depois de várias tentativas, o inventor decidiu usar uma técnica conhecida como marcador de projeção para “imprimir” imagens 2D na superfície esférica da abóbora sem causar distorções visuais. Um software de modelagem virtual foi utilizado para prever como a foto ficaria após ser transferida para a abóbora.

“Uma das partes mais complicadas foi encontrar uma abóbora realmente redonda, o que é muito difícil de achar na natureza. Se ela não fosse esférica o suficiente, o robô poderia cortar as partes erradas, prejudicando todo o resultado da escultura com imagens muito distorcidas”, lembra Wighton.

Produto final

Os primeiros resultados não foram nada animadores. Shane descobriu que era preciso fixar o braço robótico para evitar que pequenas vibrações durante o processo de impressão distorcessem a imagem final, dando a ela uma aparência totalmente torta e esquisita, dependendo do ângulo de observação.

Imagem esculpida pelo robô (Imagem: Reprodução/Stuff Made Here)
Imagem esculpida pelo robô (Imagem: Reprodução/Stuff Made Here)

Resolvido o problema, o inventor escreveu um script personalizado para testar a superfície da abóbora antes de começar a cortar. Com essa abordagem, o robô conseguiu esculpir imagens de perfil com precisão, além de outros padrões geométricos complexos, mostrando toda a habilidade do escultor.

“Fiquei muito feliz com o desempenho do Pumkinbot. Ele realmente foi capaz de esculpir imagens na superfície da abóbora, mas ainda é preciso fazer alguns ajustes para que ele possa ser considerado um artista. Não posso prometer nada, mas uma versão 2.0 seria algo incrível”, comemora Shane Wighton

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos