Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.363,10
    -56,43 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.714,60
    -491,99 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,26
    -1,40 (-1,69%)
     
  • OURO

    1.796,60
    -2,20 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    58.866,86
    -1.884,41 (-3,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.407,07
    -67,26 (-4,56%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.253,27
    -24,35 (-0,33%)
     
  • HANG SENG

    25.628,74
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    28.760,20
    -338,04 (-1,16%)
     
  • NASDAQ

    15.614,00
    +26,75 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4193
    -0,0054 (-0,08%)
     

Rival da Tesla, chinesa Xpeng conclui testes com carros voadores

·3 minuto de leitura

O uso de carros voadores como meio de locomoção nas cidades está cada vez mais perto de se tornar realidade. Recentemente, alguns internautas chineses avistaram a "rival da Tesla", Xpeng, conduzindo testes com o Voyager X1, a quarta geração de veículos da montadora, apresentada pela primeira vez em abril de 2021 no Salão do Automóvel Auto Shanghai.

A máquina pesa 240kgs, suporta cerca de 200kgs e conta com capacidade de voo a uma altitude inferior a 1.000 metros. Além disso, possui uma classificação de resistência ao vento de C5 à C6 e atinge velocidade máxima de 120km/h. O Voyager X1 já passou por mais de 10.000 voos de testes e é atualmente destinado para deslocamentos locais pessoais, resgates de emergência e turismo aéreo.

<em>Imagem:(Reprodução/Sina)</em>
Imagem:(Reprodução/Sina)

Além do Voyager X1, a marca também desenvolveu sua quinta geração de carros, que foi revelada em setembro no Salão do Automóvel de Chengdu. O modelo chamado de Voyager X2, deverá ser usado para percursos urbanos e vem equipado com um sistema de monitoramento 24 horas para detectar quaisquer problemas potenciais antes que eles se agravem.

O veículo é uma aeronave eVTOL de cabine fechada de dois assentos que conta com funções de decolagem e pouso autônomo, programação, carga e controle de voo. O sistema é capaz de avaliar fatores como edifícios vizinhos, áreas restritas e as condições meteorológicas, com o objetivo de calcular uma rota de voo segura.

Em termos de estrutura, o carro voador da Xpeng é fabricada com fibra de carbono, pesa 560kgs, comporta dois passageiros, adota um cockpit fechado e é alimentado por um sistema de carga altamente eficiente, contendo uma porta de carga plug-in semelhante a de um carro elétrico.

O veículo consegue atingir velocidade de 130 quilômetros por hora e é projetado para voar por 35 minutos a uma altitude inferior a 1.000 metros, o que o torna adequado não apenas para a mobilidade aérea urbana de baixa altitude e curta distância, mas também como patrulha aérea, aeronave de resgate de campo e transporte médico de emergência, assim como o Voyager X1.

Os desenvolvedores de carros voadores de todo o mundo estão aptos a oferecerem serviços aos usuários comerciais, enquanto a Xpeng tem o objetivo de se diferenciar através da construção de veículos voadores para usuários individuais. "Tecnologias razoáveis de fabricação e custos operacionais são necessários para levar os veículos voadores ao público e, eventualmente, resultar em inúmeras viagens diárias", disse o fundador da companhia, Zhao Deli.

Várias empresas automotivas, incluindo Hyundai e Geely, sediadas na China, estão desenvolvendo carros voadores. Segundo Zhao, algumas pesquisas de mercado apontaram que o preço desse tipo de vículo deve girar entre 800 mil e 1,5 milhão yuans (entre R$ 650.220 e R$ 1,22 milhão, na cotação atual).

Entretanto, os aspectos legais ainda precisam ser trabalhados antes que o mundo esteja pronto para pilotar carros voadores. A mídia chinesa também aponta que a atual legislação da China só permite o uso de tais aeronaves com restrições significativas e regulamentações precisas para tais veículos no país ainda se encontram pendentes.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos