Mercado fechará em 4 h 4 min
  • BOVESPA

    100.716,90
    +164,46 (+0,16%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    38.426,37
    -242,88 (-0,63%)
     
  • PETROLEO CRU

    40,57
    +0,54 (+1,35%)
     
  • OURO

    1.897,10
    -32,40 (-1,68%)
     
  • BTC-USD

    12.900,55
    +1.843,54 (+16,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    260,42
    +4,32 (+1,69%)
     
  • S&P500

    3.428,93
    -6,63 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    28.165,78
    -45,04 (-0,16%)
     
  • FTSE

    5.765,58
    -10,92 (-0,19%)
     
  • HANG SENG

    24.786,13
    +31,71 (+0,13%)
     
  • NIKKEI

    23.474,27
    -165,19 (-0,70%)
     
  • NASDAQ

    11.535,25
    -156,00 (-1,33%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5947
    -0,0553 (-0,83%)
     

Riscos climáticos têm que ser levados em conta nas decisões do BC, diz diretora

·1 minuto de leitura
.
.

BRASÍLIA (Reuters) - Os riscos climáticos têm que ser levados em conta nas decisões do Banco Central, afirmou nesta sexta-feira a diretora de Assuntos Internacionais da autarquia, Fernanda Nechio, pontuando que isso vale tanto para o lado de política monetária quanto para ações prudenciais.

Ao participar de painel sobre mudanças climáticas e sustentabilidade, promovido pela Toronto Centre Executive, ela afirmou que o BC vê os eventos climáticos como mais frequentes e envoltos em muita incerteza, sendo que, quando ocorrem, afetam preços relativos.

Nechio destacou que o BC tem como missão garantir estabilidade de preços e sistema financeiro sólido e que as mudanças climáticas estão afetando "profundamente" a habilidade do BC para atingir esses objetivos.

(Por Marcela Ayres)