Mercado fechará em 4 h 42 min
  • BOVESPA

    119.377,27
    -187,16 (-0,16%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.784,55
    +384,75 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,98
    -0,65 (-0,99%)
     
  • OURO

    1.814,60
    +30,30 (+1,70%)
     
  • BTC-USD

    57.080,57
    -103,95 (-0,18%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.478,59
    +7,18 (+0,49%)
     
  • S&P500

    4.158,87
    -8,72 (-0,21%)
     
  • DOW JONES

    34.277,72
    +47,38 (+0,14%)
     
  • FTSE

    7.049,64
    +10,34 (+0,15%)
     
  • HANG SENG

    28.637,46
    +219,46 (+0,77%)
     
  • NIKKEI

    29.331,37
    +518,77 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.424,00
    -67,00 (-0,50%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3480
    -0,0789 (-1,23%)
     

Risco de inflação se intensifica com maior escassez de produtos

Michelle Jamrisko
·3 minuto de leitura

(Bloomberg) -- Os sinais de inflação aumentam com o alerta de um número crescente de empresas de consumo de que a escassez de suprimentos e congestionamentos logísticos podem levá-las a subir os preços.

Os estoques apertados de matérias-primas como semicondutores, aço, madeira e algodão aparecem nos dados de pesquisas. Nesta semana, fabricantes na Europa e nos EUA sinalizaram atrasos recordes e preços mais altos dos insumos enquanto tentam repor os estoques e acompanhar a forte demanda dos consumidores.

Com as commodities cada vez mais caras, saber se a inflação mais alta é transitória - ou não - se torna a questão mais importante para autoridades de política monetária e mercados. Preços em alta e a possível resposta dos bancos centrais estão entre as maiores preocupações de gestores de ativos pesquisados pelo Bank of America.

Muitos economistas e bancos centrais como o Federal Reserve afirmam que alta dos preços é temporária e que será controlada por forças como a preocupação com o coronavírus e o desemprego. Investidores permanecem céticos, enquanto empresas como Nestlé e Colgate-Palmolive já anunciaram que precisarão aumentar os preços.

A secretária do Tesouro dos EUA, Janet Yellen, ex-presidente do Fed, entrou no debate na terça-feira quando sacudiu os mercados com a observação de que os juros devem subir à medida que os gastos do governo aumentem. Yellen depois esclareceu que não estava prevendo nem recomendando um aumento dos juros.

O índice Bloomberg Commodity Spot, que rastreia 23 matérias-primas, atingiu o nível mais alto em quase uma década. Isso levou um indicador dos preços de produção da manufatura global ao maior patamar desde 2009, e os preços ao produtor dos EUA aos níveis mais altos desde 2008, de acordo com dados do JPMorgan Chase e IHS Markit. Analistas do JPMorgan também estimam que os preços de importação de produtos não alimentícios e de energia nas maiores economias subiram quase 4% no primeiro trimestre, a maior alta em três anos.

“O risco claramente se inclina para cima no ambiente atual”, disse John Mothersole, diretor de pesquisa de preços e compras da IHS Markit. “O aumento dos preços das commodities no último ano agora promete uma inflação mais alta dos preços dos produtos neste verão.”

A análise da IHS Markit sobre o petróleo, produtos químicos, aço, cobre, zinco, madeira serrada, celulose e borracha sinaliza que os aumentos de preços devem desacelerar perto do final do ano. E estrategistas do Blackrock Investment Institute escreveram na segunda-feira que os preços ao consumidor nos EUA podem subir, em média, pouco menos de 3% entre 2025-2030, embora esse ritmo ainda não tenha sido totalmente precificado pelos mercados.

O argumento de inflação mais alta por um período mais longo até 2022 se baseia frequentemente nos trilhões de dólares injetados em projetos de infraestrutura globalmente em um cenário de baixas taxas de juros, principalmente nos EUA. Isso tem impulsionado o rali das matérias-primas, puxado por economias que se recuperam da pandemia.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.