Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.908,50
    -1.860,09 (-4,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Banqueiro aponta para ‘risco iminente’ de crise global

·1 minuto de leitura
Apesar dos investidores estarem empolgados com o presidente do Federal Reserve, dos Estados Unidos, Jerome Powell, o ex-vice-presidente de supervisão financeira Donald Kohn tem uma outra visão REUTERS/Jason Reed (UNITED STATES - Tags: BUSINESS HEADSHOT) - GM1E61T1P8X01
  • Don Kohn acredita que Banco Central americano precisa controlar riscos

  • Dívidas públicas alcançaram valores históricos com a pandemia

  • 'Bolha econômica’ pode estourar caso governo americano não mude postura

Apesar dos investidores estarem empolgados com o presidente do Federal Reserve, dos Estados Unidos, Jerome Powell, o ex-vice-presidente de supervisão financeira Donald Kohn tem uma outra visão. Enquanto, o mercado acredita que o Banco Central americano seguirá apoiando a economia, o ex-oficial do FED está preocupado com os riscos iminentes para a estabilidade do sistema financeiro global.

Leia também:

“Agir para controlar os riscos e manter a estabilidade global”, afirmou Kohn durante discurso no Simpósio Anual de Política Econômica do Federal Reserve Bank, em Kansas City. “A situação atual está repleta de riscos extraordinariamente grandes do inesperado, que, se acontecerem, podem resultar na amplificação de choques do sistema financeiro, derrubando toda a economia global”, completou.

Kohn apontou para as atas da reunião mais recente do Federal Reserve, que indicava que os membros do comitê de fixação de taxas de juros do banco viram que havia vulnerabilidades ‘notáveis’ no sistema financeiro, já que os valores dos ativos atingiram máximos históricos e as dívidas públicas e privadas aumentaram para valores recordes em relação ao tamanho da economia.

Além do mais, disse o ex-oficial do FED, o governo parece estar em uma posição ruim para responder a uma desaceleração econômica que pode resultar do estouro de uma bolha de ativos ou de uma crise da dívida, dado que o Federal Reserve já está engajado em estímulos monetários agressivos, enquanto o governo federal mantém um déficit orçamentário historicamente alto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos