Mercado fechado
  • BOVESPA

    117.669,90
    -643,33 (-0,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.627,67
    -560,48 (-1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    59,34
    -0,26 (-0,44%)
     
  • OURO

    1.744,10
    -14,10 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    60.296,56
    +2.043,23 (+3,51%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.235,89
    +8,34 (+0,68%)
     
  • S&P500

    4.128,80
    +31,63 (+0,77%)
     
  • DOW JONES

    33.800,60
    +297,03 (+0,89%)
     
  • FTSE

    6.915,75
    -26,47 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    28.698,80
    -309,27 (-1,07%)
     
  • NIKKEI

    29.768,06
    +59,08 (+0,20%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +63,25 (+0,46%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7625
    +0,1276 (+1,92%)
     

Rio vai limitar horário de bares e restaurantes e terá 'toque de recolher' na madrugada

Extra
·2 minuto de leitura

De acordo com o site da coluna do jornalista Ancelmo Gois do Globo, a partir de sexta-feira, bares e restaurantes do Rio só poderão abrir das 6h às 17h, com capacidade máxima de 40% de ocupação. Será proibida a permanência - o que não impede a circulação - nas vias e espaços públicos entre 23h e 5h. Na prática, a ordem irá funcionar como um "toque de recolher". As medidas valerão por uma semana e servem para conter o avanço da Covid-19 na capital fluminense. A decisão aconteceu após uma reunião entre o prefeito Eduardo Paes e o governador Claudio Castro.

Todo o Rio se mantém em risco alto — o segundo mais elevado de três — para a contaminação por coronavírus mesmo após o último boletim epidemiológico apontar que somente três Regiões Administrativas (RAs) das 33 estão incluídas na cor laranja (risco alto), sendo elas, Copacabana, Lagoa (que inclui Leblon e Ipanema) e Rocinha.

Após a prefeitura retomar a campanha de vacinação contra a Covid-19 para idosos na semana passada, na terça-feira, Eduardo Paes usou suas redes sociais para anunciar o planejamento até o fim deste mês. A expectativa é de que até o dia 31 de março, todos os idosos, acima de 67 anos, estejam imunizados. O município recebeu novas doses de vacina nesta semana.

Paes confirmou que o município vai participar do consórcio das cidades que estão se unindo para a compra de doses da vacina contra a Covid-19. Segundo o prefeito, os imunizantes serão comprados de acordo com a necessidade de cada município. No entanto, a decisão da aquisição do material passará pelo crivo da Frente Nacional de Prefeitos.

Nesta quarta-feira, dia 3, o município voltou com as aulas presenciais em 81 escolas de sua rede. Nesta primeira fase do retorno às atividades, apenas os estudantes da pré-escola, do 1º e do 2º ano do ensino fundamental podem participar.

Na última semana, 38 escolas foram reabertas por serem consideradas aptas para receber os alunos. Agora, são 120 unidades municipais com aulas presenciais no Rio. Segundo a Secretaria municipal de Educação, essas escolas possuem 23 mil alunos que voltarão às aulas presenciais. Como a Prefeitura do Rio vem afirmando, o planejamento em meio à pandemia prevê o fechamento das unidades apenas em último caso.