Mercado abrirá em 2 h 23 min
  • BOVESPA

    106.373,87
    -553,92 (-0,52%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    53.973,27
    +228,35 (+0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    85,11
    +1,29 (+1,54%)
     
  • OURO

    1.812,00
    -4,50 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    41.803,68
    -1.007,31 (-2,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.000,97
    -24,76 (-2,41%)
     
  • S&P500

    4.662,85
    +3,82 (+0,08%)
     
  • DOW JONES

    35.911,81
    -201,79 (-0,56%)
     
  • FTSE

    7.540,16
    -71,07 (-0,93%)
     
  • HANG SENG

    24.112,78
    -105,25 (-0,43%)
     
  • NIKKEI

    28.257,25
    -76,27 (-0,27%)
     
  • NASDAQ

    15.291,50
    -304,25 (-1,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2938
    0,0000 (0,00%)
     

Rio Tinto compra 4 trens elétricos para transportar minério de ferro em Pilbara

·1 min de leitura

(Reuters) - A Rio Tinto comprará quatro trens elétricos para transportar minério de ferro de suas minas para portos na região de Pilbara, na Austrália Ocidental, como parte de sua estratégia de descarbonização, disse a mineradora nesta segunda-feira.

A empresa anglo-australiana adquiriu as locomotivas da Wabtec para ajudar a alcançar seu plano de reduzir as emissões de escopo 1 e 2 em 50% até 2030 na região de Pilbara.

"Uma transição completa para a tecnologia de emissões líquidas zero de toda a sua frota de locomotivas ferroviárias reduziria as emissões de carbono ligadas ao diesel da Rio Tinto Iron Ore em Pilbara em cerca de 30% ao ano", disse a mineradora.

Na semana passada, a quarta maior mineradora de minério de ferro do mundo, Fortescue Metals, comprou duas novas locomotivas elétricas para transportar a commodity aos portos como parte de seu plano de descarbonização.

(Reportagem de Sameer Manekar)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos