Mercado fechado
  • BOVESPA

    119.710,03
    -3.253,98 (-2,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.748,41
    -906,88 (-1,83%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,82
    +0,54 (+0,83%)
     
  • OURO

    1.815,70
    -20,40 (-1,11%)
     
  • BTC-USD

    54.278,43
    -2.498,14 (-4,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.462,08
    -101,75 (-6,51%)
     
  • S&P500

    4.063,04
    -89,06 (-2,14%)
     
  • DOW JONES

    33.587,66
    -681,50 (-1,99%)
     
  • FTSE

    7.004,63
    +56,64 (+0,82%)
     
  • HANG SENG

    28.231,04
    +217,23 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    28.147,51
    -461,08 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    12.994,25
    -351,75 (-2,64%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4110
    +0,0656 (+1,03%)
     

Rio tem 260 mortes por Covid-19 em 24h e 3.574 novos casos neste sábado

Gilberto Porcidonio
·1 minuto de leitura

O Estado do Rio registrou 260 mortes por Covid-19 nas últimas 24h e 3.574 casos da doença neste sábado, o segundo dia de flexibilização das medidas restritivas na cidade. De acordo com os dados da Secretaria Estadual de Saúde, a taxa de ocupação das UTIs da doença está em 89,4%, e, de enfermaria, em 75,2%.

Os dados do mapa de risco da SES mostram que as regiões Metropolitana 1 (Capital e Baixada Fluminense), e Serrana estão marcadas como risco Muito Alto, o roxo, sendo o mais grave das cinco graduações. Na projeção atual, os leitos de UTI para atender pacientes de Covid-19 nessa região podem acabar em quatro dias.

Ao todo 21 municípios são considerados de "alto risco" para o coronavírus. Sete, porém foram o que apresentaram os piores indicadores gerais:

Já as demais regiões apresentam Risco Alto. Há duas semanas, a única região que aparecia com risco Muito Alto era a Centro-Sul.

Desde março de 2020, início da pandemia, 39.298 pessoas já morreram no estado devido à doença.

De acordo com a classificação de risco, os técnicos apontam que medidas devem ser tomadas para tentar conter o avanço da pandemia. Os critérios e medidas de isolamento foram definidas já para o primeiro boletim, divulgado no início de julho de 2020. Em caso de "Risco muito alto", as medidas que devem ser tomadas são: