Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,83 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,39 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,98
    +1,48 (+1,79%)
     
  • OURO

    1.793,10
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    61.639,03
    -1.780,67 (-2,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,69 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,94 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.204,55
    +14,25 (+0,20%)
     
  • HANG SENG

    26.126,93
    +109,40 (+0,42%)
     
  • NIKKEI

    28.804,85
    +96,27 (+0,34%)
     
  • NASDAQ

    15.324,00
    -154,75 (-1,00%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5808
    -0,0002 (-0,00%)
     

Rio registra 5 casos de roubos de comprovante de vacinação contra Covid

·1 minuto de leitura

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro contabiliza cinco casos de roubos de comprovantes de vacinação contra Covid, além de outras oito tentativas frustradas por profissionais de saúde.

As ocorrências se intensificaram após a prefeitura passar a exigir comprovante de vacinação contra o coronavírus para a entrada em locais de uso coletivo, o chamado "passaporte da vacina". A medida foi adotada no processo de reabertura de atividades, limitadas em razão da pandemia.

De acordo com a pasta, em um dos casos houve agressão a uma técnica de enfermagem.

Os cinco episódios ocorreram em Bangu (três), Barra da Tijuca e Marechal Hermes. Todos foram comunicados à polícia, com o registro de boletim de ocorrência.

"A Secretaria Municipal de Saúde do Rio lembra que quem subtrai e usa documentos de vacinação adulterados comete crime e está sujeito às penalidades legais. Consumado ou não, o ato de tentar deixar a unidade de saúde com o comprovante de vacinação, mas sem se vacinar, está ainda sujeito a multa de R$ 1.000 estipulada em lei pela Câmara de Vereadores do município, aprovada na semana passada", afirmou a secretaria, em nota.

O comprovante de vacinação costuma ser entregue antes da aplicação da vacina, a fim de agilizar a fila para a imunização. Os envolvidos tentam levar o documento antes da aplicação.

"Em todos os BOs foram fornecidos à autoridade policial os nomes e CPFs dos acusados", declarou a pasta.

Na última quarta-feira (15) entrou em vigor na cidade a exigência do comprovante de vacinação para ingresso em locais como academias de ginástica, piscinas, clubes, estádios e ginásios esportivos, cinemas, teatros, museus, parques, convenções e feiras comerciais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos