Mercado abrirá em 5 h 50 min
  • BOVESPA

    111.289,18
    +1.085,18 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.037,05
    -67,35 (-0,13%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,66
    -0,69 (-0,79%)
     
  • OURO

    1.811,30
    -18,40 (-1,01%)
     
  • BTC-USD

    35.934,05
    -1.730,59 (-4,59%)
     
  • CMC Crypto 200

    817,71
    -38,10 (-4,45%)
     
  • S&P500

    4.349,93
    -6,52 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.168,09
    -129,61 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.469,78
    +98,32 (+1,33%)
     
  • HANG SENG

    23.684,58
    -605,32 (-2,49%)
     
  • NIKKEI

    26.201,71
    -809,62 (-3,00%)
     
  • NASDAQ

    13.936,75
    -221,75 (-1,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0937
    -0,0127 (-0,21%)
     

Rio de Janeiro registra abertura recorde de 72.894 empresas no estado

·3 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) registrou a abertura de 72.894 empresas no território fluminense, em 2021. O número é recorde histórico nos 208 anos de existência da autarquia, vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais. As informações são da Agência Brasil.

O resultado revela aumento de 35% em relação ao número de empresas abertas em 2020 (53.883) e de 23% em comparação a 2019 (58.908), ano anterior à pandemia da Covid-19. A maior parte das 72.894 novas empresas é do setor de serviços, destacando tecnologia da informação (TI), gastronomia e vestuário para venda no comércio.

O presidente da Jucerja, Sérgio Romay, disse nesta terça-feira (4) à reportagem que o resultado reflete uma soma de fatores. “Depois da pandemia, muita gente perdeu seus empregos. Alguns decidiram ser empreendedores. O próprio Estado tem ajudado muito, através da Agência Estadual de Fomento (AgeRio) e alguns empresários optaram por fazer seus investimentos e partir para uma carreira de empreendedor”.

Ainda de acordo com Romay, outro aspecto que contribuiu para o aumento de novos negócios é que o governo tem recuperado o estado economicamente.

“Com isso, a atração de investimento tem se materializado. Aqui na Jucerja, nós recebemos muitas empresas que saíram do Rio e estão voltando, porque os índices de criminalidade, de acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP), estão caindo; porque a vacinação no Rio de Janeiro funcionou. É uma série de fatores que tem favorecido a atração de investimento no Rio de Janeiro”, disse.

Para o governador Cláudio Castro, o recorde “é mais uma prova da retomada do crescimento do estado. O Rio de Janeiro vive um novo momento. A recuperação econômica é hoje uma realidade em todo o território fluminense”.

Sérgio Romay revelou que o número de empresas que fecharam as portas em 2021

chegou a 27.644, se mantendo estável: “o número de empresas que fecharam se manteve no mesmo patamar dos dois últimos anos”. Em 2020, foram extintos 27.367 negócios e em 2019, 27.159.

Sérgio Romay informou que a Jucerja tem aberto empresas no prazo de 40 minutos. “É facilidade total para os empreendedores. Quem dá entrada nos documentos, no dia seguinte já sai com o alvará, com licença ambiental do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), com a licença da Vigilância Sanitária e do Corpo de Bombeiros, sai com inscrição estadual, Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) da Receita Federal. São facilidades que nós temos dado aos empresários, até por orientação do governador. Ele quer estender o tapete vermelho a todos aqueles que queiram investir no estado do Rio de Janeiro”.

A média de tempo de abertura de uma empresa também melhorou em relação à do ano anterior e segue dentro da meta estabelecida pelo governo fluminense, de até duas horas. Em 2021, a média ficou em 40 minutos, um minuto a menos do que em 2020.

A Jucerja também fechou o ano de 2021 com mais 15 municípios integrados ao Alvará Automatizado, totalizando 68 cidades com o convênio. A ferramenta ajuda empresários a já sair da junta comercial com todas as licenças, desburocratizando e simplificando os entraves para o empreendedor.

O objetivo da Jucerja é levar o Alvará Automatizado para os 24 municípios fluminenses restantes, de modo a cobrir todas os 92 cidades do estado. Para isso, Romay informou que as prefeituras devem assinar o termo de cooperação com a junta comercial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos