RIM muda seu nome para BlackBerry e lança dois novos "smartphones" com BB10

Nova York, 30 jan (EFE).- A empresa canadense Research In Motion (RIM) anunciou nesta quarta-feira, em Nova York, que decidiu mudar seu nome para BlackBerry durante o evento de apresentação de seu esperado novo sistema operacional, BB10, que foi introduzido por dois novos "smartphones", o Z10 e o Q10.

O Z10 deixa para trás o tradicional teclado do BlackBerry e utiliza o sistema de tela tátil de 4,2 polegadas, enquanto o Q10 mantém esse teclado, mas inclui também uma tela tátil mais reduzida, aparelho que foi qualificado pelo executivo-chefe da empresa, Thorsten Heins, como o primeiro telefone inteligente com teclas.

"Dizer que reinventamos a companhia não é suficiente, hoje é um novo dia na história do BlackBerry", disse Heins durante a movimentada apresentação do BB10, que foi transmitida de forma simultânea em Toronto, Londres, Paris, Johanesburgo e Dubai.

O Z10 chegará nos Estados Unidos em março e nas lojas canadenses em 5 de fevereiro, e terá um preço de US$ 149 por um contrato de três anos. A partir de quinta-feira, porém, ele já poderá ser comprado no Reino Unido, embora o preço deva variar segunda a operadora.

A empresa, que começará a ser chamada de Blackberry para unir esse novo nome "em uma só marca", destacou algumas das funções do novo sistema operacional BB10, como "Balance", que permite ter dois perfis diferentes em um mesmo aparelho para separar o uso profissional do pessoal.

Heins também fez questão de enfatizar a nova função Blackberry Hub, que reúne em um mesmo lugar todas as mensagens de texto, e-mails e novidades das redes sociais para poder ter uma interação social do usuário em uma só olhada.

Durante a apresentação, Heins introduiu também o novo sistema de videoconferência de seu sistema de mensagem instantânea, BBM, e realizou uma prova ao vivo com outro membro da companhia em Londres, que além disso pôde compartilhar sua tela graças ao novo sistema operacional.

As demonstrações foram realizadas com o Z10, que, apesar de não ser o primeiro aparelho da Blackberry sem teclado, é o primeiro a não contar com um botão de início, o que, segundo Heins, demonstra que o telefone permite "realizar realmente várias tarefas ao mesmo tempo", sem ter que voltar à tela de início constantemente.

O executivo-chefe da empresa também destacou o teclado virtual do aparelho, que vai sugerindo palavras enquanto se escreve, que podem ser incorporadas ao texto ao arrastá-las, o que disse que é como "escrever sem precisar teclar".

A empresa anunciou que já conta com mais de 70 mil aplicativos no mundo todo, entre eles Skype, Amazon Kindle e Whatsapp, e anunciou a cantora americana Alicia Keys, que participou do evento, como a nova diretora criativa em nível mundial.

Heins qualificou o lançamento como "um dos maiores da história do setor" e afirmou que a empresa atravessou "uma viagem de transformação, não só de nosso negócio e nossa marca, mas que vai transformar o mundo das comunicações móveis no da computação móvel". EFE

tme/ff

(foto)

Carregando...