Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    42.169,12
    -687,73 (-1,60%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Review Wacom Intuos Pro | Mesa digitalizadora muito completa e com Bluetooth

·10 minuto de leitura

Profissionalismo nem sempre está ligado a um equipamento topo de linha, mas não há dúvidas que ferramentas de melhor qualidade podem ajudar muito nas tarefas. A Wacom sabe disso e por isso criou produtos como a Wacom Intuos Pro, que promete melhorar a produtividade no dia a dia dos ilustradores e designers com uma série de melhorias.

Entre os produtos atuais da marca, a Wacom Intuos Pro ocupa uma posição de produto premium, já que tem preço elevado, o qual é consequência da interface interativa de maior resolução, da caneta com mais níveis de pressão e da série de funcionalidades adicionais que o produto agrega para integração com apps variados.

A Wacom Intuos Pro é disponibilizada em três tamanhos: pequena, média e grande. Contudo, vale prestar atenção que há dois tipos: tradicional e Paper Edition (este disponível somente nas variantes média e grande). Nós recebemos a Wacom Intuos Pro M de código PTH 660, ou seja, uma versão intermediária, tanto no tamanho da interface quanto no preço. Será que vale a pena? Vamos ver!

Prós

  • Precisão para profissionais exigentes

  • Muitos botões de função

  • Caneta sem bateria

  • Compatível com multitoque

  • Usabilidade sem fio

Contras

  • Preço elevado

Visual e especificações

A Wacom Intuos Pro M é uma mesa digitalizadora de tamanho médio, que como o nome sugere faz parte da linha Intuos, mas tem recursos adicionais que a colocam como uma versão voltada aos profissionais. Desta forma, é perfeitamente natural que ela traga algumas similaridades com outros produtos da linha Intuos.

Com dimensões avantajadas, esta versão da Intuos Pro comporta uma superfície interativa bastante avantajada, o que pode ser um aspecto atraente para ilustradores que estão habituados com uma movimentação mais livre. Além disso, ela tem um respiro generoso nas bordas, o que garante bom espaço para apoiar o braço e evitar cansaço no uso prolongado.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

O acabamento todo na cor preta garante um visual discreto, mas ainda elegante graças à distribuição inteligente dos elementos, sendo que há pequenas divisórias entre cada área. A região interativa fica instalada numa moldura central, a qual é indicada por pequenos traços brancos, algo já característico dos produtos da Wacom.

  • Dimensões (L x C x E): 33,8 x 21,9 x 0,80 cm

  • Área ativa (L x C): 22,4 x 14,8 cm

  • Peso: 700 g

Com o espaço extra, a Wacom Intuos Pro pode incorporar mais botões de funcionalidade, estes que podem ser configurados com diferentes atalhos. Tais componentes ficam instalados ao lado da superfície interativa. Detalhe: estes botões podem ficar à esquerda ou à direita, já que esta é uma mesa digitalizadora que funciona tanto para destros quanto para canhotos.

Ao todo, a Intuos Pro M conta com 9 botões, sendo quatro distribuídos na parte superior, quatro na parte inferior e um ao centro da Touch Ring (que é uma superfície interativa em formato circular, a qual pode receber quatro funcionalidades distintas). O botão ao centro da Touch Ring serve para ligar a Intuos Pro e ativar a sincronização via Bluetooth.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

Nesta região também podemos ver alguns LEDs interativos, que indicam se o produto está ligado e sincronizado. Na lateral próxima aos botões, há um botão para ligar a mesa digitalizadora e uma chave que alterna a função de controle via multitoque, ou seja, que permite usar a Intuos Pro como um TouchPad gigantesco, obviamente compatível com os gestos tradicionais do Windows.

Ao lado oposto da área interativa, podemos conferir o logotipo da Wacom e na lateral adjacente, a fabricante inclui a porta para conexão de dados, que usa um conector USB do Tipo C. Abaixo da Intuos Pro, podemos ver duas barras de espessura avantajada e material emborrachado, as quais garantem a aderência do produto sobre a superfície.

A Wacom Intuos Pro M é estilosa, prática e confortável para designers que necessitam de alta precisão nos desenhos e atalhos rápidos

Vale notar que uma crítica recorrente a outros produtos da marca é corrigida na linha Pro. O cabo que acompanha a Intuos Pro M tem uma ponta com padrão USB do Tipo C e outra USB do Tipo A. O comprimento do cabo é de 2 metros, o que garante a instalação da mesa digitalizadora em qualquer ambiente, fora que é possível utilizá-la sem fio, então apenas acertos da fabricante!

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

Por fim, temos a questão da qualidade. É nítido que a Wacom caprichou na escolha dos materiais e no design do produto. A Intuos Pro é uma mesa digitalizadora que certamente entrega durabilidade e que promete aguentar o uso intenso do dia a dia. Este é talvez o quesito mais importante para os profissionais e mesmo sem precisar passar meses com o produto, é fácil perceber que temos aqui um produto robusto.

Diferenciais diversos

A Wacom Intuos Pro PTH-660 tem exatamente a mesma textura e qualidade de suas irmãs, porém seu destaque é o aproveitamento do espaço. Ela não é pequena demais pra limitar na criatividade, mas também não é grande demais para ser um acessório de difícil transporte.

O primeiro diferencial importante da Intuos Pro M no comparativo com a Intuos tradicional é a caneta Wacom Pro Pen 2, que consegue detectar até 8.192 níveis de pressão. Com tamanho nível de precisão, esta caneta é ideal para profissionais que buscam ter uma sensação realista em seus desenhos.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

A resolução desta mesa digitalizadora é de 5.080 linhas por polegada, o que é ideal para produtos voltados ao segmento profissional, já que a definição elevada permite uma captura detalhada dos desenhos.

A Wacom Intuos Pro é ideal para desenhar em qualquer lugar, já que a tecnologia Bluetooth permite ter mais conforto sem prejudicar na performance dos desenhos

A caneta da Wacom Intuos Pro M é do tipo digital, porém ela não usa bateria ou pilhas, bem como é totalmente sem fio, ou seja, é o acessório perfeito para você desenhar sem parar e sem precisar se preocupar com recarga. Ela ainda vem com 10 pontas adicionais, sendo 6 do tipo padrão para reposição e 4 de feltro, essas que podem garantir um traçado mais suave.

Enquanto outras mesas digitalizadoras trazem uma peça de tecido para acomodar a caneta ao lado do produto, a Wacom Intuos Pro M vem com um porta-caneta, o qual mantém a caneta em pé, bem como serve para acomodar as pontas de caneta em seu interior.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

Além disso, esta versão da Intuos Pro é compatível com folhas de textura, para adicionar uma camada diferente sobre a superfície de desenho, o que pode imitar melhor as sensações de ilustração e colorização tradicionais. Tais itens não acompanham o produto, porém vale consultar para uma usabilidade diferenciada.

Experiência de uso

Por se tratar de um dispositivo complexo, a Wacom Intuos Pro não funciona corretamente sem a instalação dos drivers oficiais. De qualquer forma, a instalação do software da Wacom é importante para ter acesso ao painel de configuração da mesa digitalizadora e da caneta.

Neste aplicativo, há muitas opções para ajustar a sensibilidade da ponta da caneta (que muda a pressão), os atalhos disponíveis através dos botões da Wacom Pro Pen 2, a área de mapeamento, os comandos ativados nos botões ExpressKey na mesa digitalizadora e também o funcionamento do Touch Ring.

Assim como acontece com outros modelos da fabricante, os botões físicos da Wacom Intuos Pro podem receber vários atalhos diferentes, sendo que a grande diferença do produto está na disponibilidade de um conjunto maior de botões.

É possível incluir comandos como “Desfazer”, “Refazer”, “Capturar tela”, ativação de teclas do teclado (como a tecla “Windows” ou combinações como “Alt + Tab”, bem como funcionalidades de vários aplicativos. A Wacom inclui alguns comandos do pacote Adobe por padrão, mas vários funcionam em outros softwares, sendo que também é possível personalizar.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

Para os testes da Wacom Intuos Pro M, eu usei o programa Affinity Designer para ilustração, sendo que a colorização foi feita através de método padrão com cores sólidas. De qualquer forma, os resultados para desenhos com a Intuos Pro são excelentes. Uma das principais vantagens com a Intuos Pro é que a caneta Wacom Pro Pen 2 tem suporte para detectar o traçado bem inclinado.

Confesso que eu particularmente não sinto muita diferença entre a Intuos e a Intuos Pro, sendo que eu tive até maior dificuldade para me adaptar com a caneta robusta da Intuos Pro. No entanto, é importante considerar que eu não trabalho diariamente com mesas digitalizadoras, logo minha experiência com o produto é um tanto limitada.

A caneta Wacom Pro Pen 2 é uma das mais avançadas do mercado, sendo altamente recomendada para profissionais que necessitam de precisão muito elevada

A utilização do modo multitoque é uma facilidade adicional para o dia a dia, sendo que com tal opção, é possível eliminar o uso do mouse, uma vez que a mesa digitalizadora vira um touchpad gigante. Falando em apps, a integração da Wacom Intuos Pro é muito útil, pois é possível inserir anotações e desenhos diretamente no Word ou transformar escrita em caracteres com rapidez.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

A experiência com a Intuos Pro no modo Bluetooth também é muito satisfatória. Não notamos qualquer problema de atraso, sendo que a interação acontece de forma imediata, quase como se estivéssemos na conexão cabeada. Em nossos testes, a bateria reduziu cerca de 10% a cada uma hora de uso, ou seja, é possível usar o dispositivo o dia todo e deixar carregando durante a noite.

Ficha Técnica

  • Modelo: Wacom Intuos Pro M PTH-660

  • Cor: preta

  • Área ativa: 22,4 x 14,8

  • Multitoque: sim

  • Ergonomia: destro e canhoto

  • Caneta: Wacom Pro Pen 2

  • Tecnologia: Método patenteado de ressonância eletromagnética

  • Níveis de pressão: 8.192

  • Resolução: 5.080 lpi

  • Botões: 8 ExpressKeys (configuráveis e compatíveis com funções de apps) – Somente para Windows e Mac / Touch Ring / Botão de emparelhamento / Botão de energia / Chave de modo multitoque

  • Cabo: USB Tipo C para USB Tipo A

  • Sistemas compatíveis: Windows 7, Windows 8.1 e Windows 10 / Mac OS X 10.12 ou mais recente

  • Dimensões: 33,8 x 21,9 x 0,80 cm

  • Peso: 700g

Conclusão

A Wacom Intuos Pro é uma mesa digitalizadora que não apenas é focada em designers e ilustradores mais exigentes, mas é voltada principalmente para um público que já busca um dispositivo mais premium, que conte com caneta de altíssima precisão e ainda possa agregar facilidades como a conectividade Bluetooth e uma gama maior de botões.

Por se tratar de um produto de dimensões maiores, a Wacom Intuos Pro M que testamos não é exatamente a mais adequada para o transporte, mas não deixa de ser um produto versátil para a maioria dos ambientes. A caneta robusta e com pontas adicionais pode facilitar no traçado, bem como a superfície maior pode ser conveniente para profissionais habituados com mais espaço para desenho.

A caneta Wacom Pro Pen 2 é um dos melhores modelos atualmente, já que tem muitos níveis de pressão e ainda funciona mesmo com grau elevado de inclinação. Ela é bem leve e confortável, mas pode ser difícil a adaptação para quem está habituado com canetas mais simples. De qualquer forma, todo produto tem uma curva de aprendizado, então com algum tempo de prática é possível se adaptar e obter melhores resultados.

O único ponto restritivo da Wacom Intuos Pro M é o preço, que não é apenas elevado, mas quase proibitivo para muitos consumidores, sendo que seu valor (geralmente acima de R$ 3.000) a coloca numa posição complicada, já que por um pequeno adicional é possível optar pela Wacom One, que já tem tela interativa. Neste caso, vale o profissional averiguar qual tem maior relevância na sua rotina. Trata-se de um ótimo produto, mas uma revisão no preço não faria mal.

Ficou interessado na Wacom Intuos Pro M? Então, aproveite esta oferta que separamos!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos