Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.665,57
    -1.803,00 (-4,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

Review Samsung Neo QLED (QN90A): boa combinação de HDR e Mini LED

·7 minuto de leitura
Review Samsung Neo QLED (QN90A): boa combinação de HDR e Mini LED
Review Samsung Neo QLED (QN90A): boa combinação de HDR e Mini LED

Em um evento cheio de lançamentos, a Samsung trouxe para o Brasil uma nova geração de TVs com tecnologia Mini LED. Chamadas de Neo QLED, a linha é bem segmentada e aposta em recursos de ponta para imagens. Esse é o caso da Neo QLED 4K 65QN90A, com 65 polegadas de tamanho testada pelo Olhar Digital.

A grande novidade é a tecnologia Mini LED, que a Samsung afirma utilizar 40 mini componentes no lugar de um único LED convencional. De fato, as impressões que tivemos com a TV foram positivas e com bons destaques, mas tudo isso tem um preço alto: R$ 14.999 (para esse modelo).

Leia mais:

Design

Algo que a Samsung destacou no lançamento das novas TVs Neo QLED foi a expansão de recursos premium para mais linhas do seu portfólio. No caso da QN90A de 65 polegadas, o design é algo que se encaixa nessa medida. Ela possui bordas muito finas nos cantos da tela e apenas 2,5 cm de espessura no total.

O visual desse modelo é praticamente inteiro mais reto, sem nenhuma ondulação ou módulo destacado na traseira. Isso facilita a instalação dela em uma parede (no padrão VESA), por exemplo. O Olhar Digital testou o dispositivo com a base tradicional, que possui design de fácil instalação e não ocupa um espaço significativo.

De acordo com a Samsung, a Neo QLED possui apenas 26.9 mm de espessura. Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital
De acordo com a Samsung, a Neo QLED possui apenas 26.9 mm de espessura.
Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital

Ela possui visual premium com laterais em metal, o que traz um visual elegante. Por si só, ela pesa cerca de 24 kg; com a base, o total sobe para cerca de 31 kg. Por isso, é recomendado que a instalação seja feita por pelo menos duas pessoas.

A QN90A não possui aquele conector de um cabo (One Connect) disponível em outros modelos, mas traz uma quantidade generosa de conexões. São quatro HDMI, duas USB-A, uma AV, uma Ethernet, uma saída de áudio digital, uma entrada de RF e é compatível com Wi-Fi 5 e Bluetooth 4.2.

Nova TV da Samsung tem uma quantidade confortável de conexões. Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital
Nova TV da Samsung tem uma quantidade confortável de conexões.
Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital

O problema é que somente uma das entradas HDMI é 2.1, que é necessária, entre outros, para consoles de nova geração como o PlayStation 5 ou Xbox Series X/s reproduzirem melhores gráficos. Caso o usuário precise de duas entradas HDMI 2.1, ainda que por outros motivos, isso pode fazer falta.

Controle remoto

Já o controle remoto que acompanha esse modelo é o SolarCell, capaz de ser recarregado via energia solar. Ele ainda possui um conector USB-C por via das dúvidas, mas a Samsung destaca que até mesmo a luz artificial, como de lâmpadas, já faz o carregamento, então o usuário não precisa se preocupar com recargas – tanto que não há nenhum indicador de bateria do controle. A ideia é deixar ele sempre virado para carregar e apenas isso.

Controle remoto SolarCell dispensa pilhas e carrega bateria interna. Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital
Controle remoto SolarCell dispensa pilhas e carrega bateria interna.
Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital

O SollarCell traz um visual limpo, na cor preta, com apenas a parte inferior um pouco mais espessa para facilitar a ergonomia. Ainda traz botões de acesso rápido para a Netflix, Prime Video e Globo Play, além de um botão para acionar assistentes virtuais.

O clique das teclas é firme, porém macio. Ele também traz atalhos rápidos para o modo sem som (pressionando a tecla de volume) ou para acessar o serviço Samsung TV Plus (pressionando a tecla de navegação ao lado).

Software

Assim como outras TVs da Samsung, a Neo QLED QN90A traz o Tizen como sistema operacional. Ele é intuitivo, tem opções claras e é facilmente acostumável. Como não existem muitos menus complicados, é fácil decorar onde estão ajustes ou funções rapidamente.

TV Neo QLED traz apps e serviços como o Samsung TV Plus e o YouTube. Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital
TV Neo QLED traz apps e serviços como o Samsung TV Plus e o YouTube.
Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital

Ele também traz os principais aplicativos de streaming, como Apple TV+, YouTube, Telecine, além do serviço proprietário da Samsung que traz alguns poucos canais (mas é gratuito). E, assim como em outras plataformas, o login em boa parte dos serviços é facilitado por um QR Code ou link específico. Para quem possui dispositivos inteligentes — ou o costume de usar assistentes virtuais —, a TV é compatível com Google Assistente, Alexa e Bixby.

Há alguns recursos legais, como o modo split view que funciona muito bem. É possível ajustar o tamanho da tela secundária, deixar uma do lado da outra e combinar seu uso com os aplicativos. Outro adicional é o app Samsung SmartThings, que pode ser usado como controle remoto e para realizar ajustes no dispositivo.

Modo split view permite ajustar a segunda tela de diferentes modos. Imagem Wellington ArrudaOlhar Digital]
Modo split view permite ajustar a segunda tela de diferentes modos.
Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital]

Já a qualidade do som da QN90A não foge muito do que a maioria das TVs entregam – ainda mais se comparada com outros modelos tão finos quanto. Ele é equilibrado e sem ruídos, especialmente em volumes médios. Não há muita amplitude, então se o som for aumentado demais, aí ele pode apresentar distorções.

A chegada do Mini LED

As novas TVs da Samsung foram anunciadas originalmente na CES 2021, no início do ano. Elas trazem a esperada tecnologia de Mini LED no painel que promete iluminação mais precisa, forte contraste com HDR e melhores recursos para jogos.

A tecnologia de Mini LED, em resumo, reduz o tamanho dos LEDs dentro de um painel. A companhia destaca que eles são 40 vezes menores, mas duas vezes mais potentes. O principal ponto é que cada um desses LEDs possui iluminação própria, o que ajuda a reproduzir cores mais bem definidas, já que a posição deles é mais específica.

Tecnologia da Samsung garante 100% do volume de cor, garante fabricante. Imagem Wellington ArrudaOlhar Digital
Tecnologia da Samsung garante 100% do volume de cor, garante fabricante.
Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital
Zonas escuras da tela ganham destaque por causa da utilização de Mini LEDs. Imagem Wellington ArrudaOlhar Digital
Zonas escuras da tela ganham destaque por causa da utilização de Mini LEDs.
Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital

O brilho da QN90A é intenso e proporciona imagens muito claras e definidas, de fato, já que também estamos falando de uma tela 4K. Com conteúdos em HDR, a TV reproduz imagens com cores muito vibrantes, mas também muito saturadas. O contraste também é muito bom, o que ajuda a tornar os cenários mais escuros em cenas de filmes e jogos também mais definidos.

Em alguns pontos, entretanto, quando há imagens bem escuras e apenas pequenas áreas mais claras, um efeito de “sombra branca” (conhecido por blooming) pode aparecer. Isso não impacta negativamente no consumo de conteúdo, mas também não passa totalmente despercebido.

Modo de jogo da Samsung permite calibrar a tela, mas o usuário também pode criar sua própria configuração. Imagem Wellington ArrudaOlhar Digital
Modo de jogo da Samsung permite calibrar a tela, mas o usuário também pode criar sua própria configuração. Imagem: Wellington Arruda/Olhar Digital

Vale a pena mencionar, ainda, que a TV disponibiliza uma boa gama de configurações. Como o HDR, por si só, é exagerado em alguns pontos, o usuário pode definir perfis mais adequados de brilho, cor e saturação.

Em comparação com a QLED de geração anterior, a nova linha Neo QLED representa um bom avanço para as telas da Samsung. Outro ponto positivo é o tempo de resposta para games de 10 milissegundos — ela possui, além de um modo específico para games, taxa de atualização de 120 Hz com tempo de resposta de 6 milissegundos. A novidade aqui é o suporte para formatos 21:9 ou 32:9 (em títulos compatíveis), que amplia a zona de visão dos jogos — mas apenas para computadores.

Vale a pena?

A ideia da Neo QLED QN90A é incorporar recursos premium, ótima qualidade de imagem e versatilidade. E ela faz isso muito bem. Tanto jogando quanto assistindo, a tela possui modos específicos de calibração, reproduz cores bem intensas e traz brilho alto. É um modelo bom para quem procura uma TV para diferentes cenários.

Mas, além de seus pontos altos, também existem os baixos, como a falta de mais conexões HDMI 2.1 que pode ser um problema para alguns usuários. Também há o efeito dos LEDs em cenas com muito contraste, que também é visível.

Para quem pensa em investir em uma TV especialmente por causa do HDR, esse é um modelo que certamente agrada. Além disso, a nova linha traz algumas das TVs mais bonitas e minimalistas do mercado. Apesar de custar alto, ela pode ser uma opção interessante para outros modelos OLED mais parrudos. A Samsung ainda destaca que ela possui garantia de dez anos contra burn in, que são manchas permanentes na tela.

Por Wellington Arruda

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!