Mercado abrirá em 48 mins
  • BOVESPA

    106.296,18
    -1.438,82 (-1,34%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.889,66
    -130,44 (-0,25%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,48
    +0,72 (+0,86%)
     
  • OURO

    1.801,20
    +4,90 (+0,27%)
     
  • BTC-USD

    62.735,15
    +1.780,77 (+2,92%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.453,34
    -49,70 (-3,31%)
     
  • S&P500

    4.544,90
    -4,88 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    35.677,02
    +73,92 (+0,21%)
     
  • FTSE

    7.235,68
    +31,13 (+0,43%)
     
  • HANG SENG

    26.132,03
    +5,10 (+0,02%)
     
  • NIKKEI

    28.600,41
    -204,44 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    15.370,00
    +29,00 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5659
    -0,0149 (-0,23%)
     

Review OnePlus Nord 2 5G | Intermediário premium acima da média

·13 minuto de leitura

O tão esperado OnePlus Nord 2 5G foi lançado em julho deste ano com a difícil missão de continuar o legado da primeira geração, muito popular devido às suas configurações intermediárias interessantes e preço competitivo. Para isso, a chinesa trocou o chipset da Qualcomm por um modelo premium da MediaTek, trouxe visual inspirado no topo de linha OnePlus 9 e incluiu uma câmera principal da Sony de 50 MP.

Mas, afinal, será que ele entrega uma experiência tão boa quanto a do primeiro OnePlus Nord? A equipe do Canaltech importou o OnePlus Nord 2 5G lá da gringa, e eu conto nos próximos parágrafos se vale a pena comprá-lo!

Antes de começarmos, aviso sempre que, caso você se interesse pelo OnePlus Nord 2 5G ao final desta análise, deixaremos links de compra confiáveis para você adquiri-lo. Vamos nessa?

Prós

  • Visual inspirado no OnePlus 9;

  • Tela AMOLED de qualidade;

  • Desempenho excelente para um intermediário;

  • Câmeras decentes;

  • Boa autonomia de bateria.

Contras

  • OxygenOS apresenta muitas falhas.

Confira o preço atual do OnePlus Nord 2 5G

Construção e design

Inspirado nos topos de linha OnePlus 9 e 9 Pro, o Nord 2 5G tem um visual muito elegante e que não passa a sensação de ser um aparelho intermediário. A tampa traseira parece ser feita de alumínio devido ao seu acabamento fosco, mas estamos falando de vidro Gorilla Glass 5, mesmo. Já a moldura é de plástico, o que “equilibra” os custos de fabricação e não deixa seu preço final alto.

Apesar do acabamento fosco, o OnePlus Nord 2 5G escorrega com facilidade nas mãos. Portanto, eu tomaria cuidado ao usá-lo com apenas uma mão, principalmente por causa suas 189 gramas e 8,4 mm de espessura — felizmente, a marca chinesa envia uma capinha simples e robusta na caixa.

  • Dimensões: 158.9 x 73.2 x 8.3 mm

  • Peso: 189 gramas

(Imagem: Ivo/Canaltech)
(Imagem: Ivo/Canaltech)

O modelo que testamos veio na cor chamada “Gray Sierra”, um cinza fosco muito bonito. O aparelho também pode ser encontrado em azul brilhante (Blue Haze) e verde texturizado (Green Woods).

Ainda na parte de trás do OnePlus Nord 2 5G, temos um módulo de câmeras retangular ‘diferentão’ com dois sensores destacados na parte de cima, enquanto o terceiro sensor e o flash de LED se encontram logo abaixo, um do lado do outro. A peça leva a mesma cor do corpo do smartphone e é levemente saltada do aparelho, semelhante ao formato do Galaxy A52, por exemplo.

O OnePlus Nord 2 5G é bastante inspirado no topo de linha OnePlus 9. A tampa traseira tem um vidro fosco muito elegante e resistente, enquanto a tela Fluid AMOLED apresenta um recorte circular para a câmera frontal.

Conexões e slots

O OnePlus Nord 2 5G é bem completo no que diz respeito a portas e conexões. Assim como a maioria os smartphones mais recentes, temos suporte a 5G, Wi-Fi 6, Bluetooth 5.2 e NFC para pagamentos por aproximação.

(Imagem: Ivo/Canaltech)
(Imagem: Ivo/Canaltech)

Na lateral inferior há uma entrada USB-C 2.0 para carregamento e transferência de dados ao lado da sua gaveta de chip de operadora. O slot suporta apenas dois SIM, ou seja, não temos suporte para expansão de memória via cartão microSD. Outra ausência é o conector de 3,5 mm (P2) para fones de ouvido.

Tela

O OnePlus Nord 2 5G utiliza a mesma tela com tecnologia Fluid AMOLED dos modelos OnePlus 9 e 9 Pro. O intermediário tem um painel ligeiramente menor que os irmãos topos de linha, com 6,43 polegadas, e traz resolução Full HD+ (2.400 por 1.080 pixels), resultando em uma densidade de pixels de 410 ppi.

Sem nenhuma surpresa, estamos diante de uma das melhores telas que já vi em um smartphone intermediário, inferior somente aos painéis presentes nos modelos da Samsung. Por aqui temos brilho intenso, cores vibrantes, fidelidade de tons escuros excelente e ampla cobertura no espectro de cores.

(Imagem: Ivo/Canaltech)
(Imagem: Ivo/Canaltech)

Por padrão, o display do OnePlus Nord 2 5G apresenta uma temperatura mais quente, mas é possível alterar para tons mais frios nas configurações do aparelho. Além disso, você pode definir o modo de cor da tela entre duas opções: o “Vívido” utiliza o modo P3 para obter melhor exibição de cores, enquanto o “Gentil” usa o modo sRGB para uma coloração mais natural.

Outro ponto positivo da tela Fluid AMOLED do OnePlus Nord 2 5G é a taxa de atualização de 90 Hz, oferecendo uma navegação mais suave e jogos compatíveis mais fluidos. Infelizmente, a tecnologia não é adaptativa, ou seja, ela mantém o display atualizado rapidamente mesmo nos cenários em que não é exigido — como em leituras na web —, consumindo, assim, mais bateria.

Na região superior esquerda da tela há um recorte circular para a câmera frontal. A solução é muito usada atualmente tanto em modelos intermediários quanto premium, mas percebi que o círculo presente por aqui é um pouco mais espessa que em outros modelos da categoria como o Galaxy A72, deixando uma borda preta mais visível.

O leitor de digitais também fica posicionado na tela. A velocidade de desbloqueio é ligeiramente mais rápida que em outros modelos da categoria, e a precisão é ótima. Também é interessante que a OnePlus permite alterar o estilo da animação de desbloqueio, característica incomum.

A tela Fluid AMOLED do OnePlus Nord 2 5G é uma das melhores que eu já testei em um celular intermediário, trazendo brilho intenso, cores vibrantes, fidelidade de tons escuros excelente e ampla cobertura no espectro de cores.

Configuração e desempenho

A linha OnePlus Nord é conhecida por suas boas configurações intermediárias, mas o Nord 2 vai um pouco além ao incluir um processador topo de linha da MediaTek, o Dimensity 1200-AI. O chipset é uma versão customizada do Dimensity 1200 tradicional com mais foco em inteligência artificial, porém mantém os oito núcleos de processamento rodando a até 3 GHz.

(Imagem: Ivo/Canaltech)
(Imagem: Ivo/Canaltech)

Embora o chipset da empresa taiwanesa não seja tão potente quanto o Snapdragon 888, eu não tive problemas de desempenho com o Dimensity 1200-AI, o que só reforçou que a MediaTek aprendeu com os erros do passado — não à toa, ela se tornou a maior fabricante do segmento neste ano.

Joguei 30 minutos de Dead By Daylight, um dos jogos mais pesados da Play Store, com os gráficos no máximo e taxa de quadros configurada em 60 fps, e o OnePlus Nord 2 5G manteve a performance estável, apenas aquecendo um pouco na região da câmera. Outros títulos, como Asphalt 9 e Call of Duty: Mobile, também tiveram ótimo desempenho.

O modelo que adquirimos veio com uma combinação de 12 GB de RAM e 256 GB de armazenamento interno, mais do que suficiente para manter mais de dez aplicativos abertos simultaneamente sem sinais de engasgos ou travamentos. Meu único problema com relação ao desempenho do OnePlus Nord 2 5G foi o OxygenOS, customização da OnePlus para o Android, o qual falarei logo abaixo.

Para um intermediário, o OnePlus Nord 2 5G tem um desempenho surpreendente devido ao chipset Dimensity 1200-AI da MediaTek. Durante os testes, não tive problema com praticamente nenhuma atividade.

Para quem curte números e comparações, o OnePlus Nord 2 5G surpreendeu com 4.171 pontos em um dos testes do 3D Mark, plataforma de benchmark que testa a capacidade do processador em processar gráficos em 3D. A pontuação é excelente para um “intermediário”, um pouco abaixo de topos de linha como Galaxy S20 (Exynos 990), Motorola Edge 20 Pro e Lenovo Legion Phone Duel.

Sistema operacional

A skin da OnePlus era uma das melhores customizações baseadas no Android, mas as versões mais recentes vêm mostrando o contrário. O OxygenOS 11.3 mantém uma proximidade com o que o Google imagina do seu SO, com ícones arredondados e telas mais sóbrias, mas notei muitos erros na tradução para o português do Brasil e quebras de linha incorretas que me incomodaram um pouco.

Por exemplo, no menu de aplicativos as quebras de linha ocorrem no meio de um nome grande, como “Configura-ções”, “Communi-ty”, “Instagra-m”, “Documen-tos” e “1Passwor-d”. Além disso, nas configurações do aparelho há uma opção chamada “ecrã ambiente” que se torna “tela ambiente” quando se clica nela.

Também percebi que as opções de configurações são muito confusas. Por exemplo, há uma aba chamada “brilho da tela” que possui não só os controles de luminosidade, mas também a rotação automática e modos de cores, algo que não faz sentido. Além disso, foi muito difícil encontrar aonde se alterava a taxa de atualização da tela, opção que deveria ser de fácil acesso.

Câmeras

O OnePlus Nord 2 5G tem quatro câmeras no total, sendo três na traseira e apenas uma na frontal. Diferentemente dos seus irmãos mais potentes, que tiveram ajuda da gigante Hasselblad no conjunto fotográfico, o modelo intermediário tem um sistema mais “básico”, com um sensor principal de 50 MP (f/1.9), um ultrawide de 8 MP (f/2.3) e outro monocromático de 2 MP. Para selfies, há um sensor de 32 MP (f/2.5).

(Imagem: Ivo/Canaltech)
(Imagem: Ivo/Canaltech)

No geral, curti dos resultados que obtive com as câmeras do OnePlus Nord 2 5G. O sensor principal de 50 MP oferece excelente definição em ambientes com boa iluminação, cores agradáveis e alcance dinâmico equilibrado. Eu só notei uma pequena elevação nos níveis de contraste nas fotos, fazendo com que as áreas de sombra e tons mais escuros ficassem ainda mais intensas.

(Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
(Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

Outro ponto positivo da câmera principal é o pós-processamento da OnePlus, que deixa as cores mais naturais, ideal para quem gosta de fazer suas próprias alterações antes de postá-las em algum lugar. Eu prerfiro as mudanças feitas pela Samsung em seus modelos intermediários, já que deixam as fotos mais chamativas, mas os tons mais naturais também são agradáveis e têm seu público.

O modo noturno do OnePlus Nord 2 5G também é bom para a categoria intermediária. Surpreendentemente, os objetos são bem definidos e as cores são vivas. Eu só notei uma incidência de ruído mais elevada em partes mais claras.

(Imagem: Pedro Cipoli/Canaltech)
(Imagem: Pedro Cipoli/Canaltech)

A lente ultrawide segue os elogios da principal, mas em uma resolução muito inferior. O sensor de 8 MP é bom em cenários com boa iluminação natural, mas sofre bastante com os ruídos quando o ambiente fica mais desafiador — provavelmente devido à abertura de f/2.3. Felizmente, por aqui os cantos não apresentam aberrações cromáticas nem distorções.

(Imagem: Diego Sousa/Canaltech)
(Imagem: Diego Sousa/Canaltech)

O terceiro sensor é monocromático e, na teoria, serve para trabalhar em conjunto com as outras lentes para aprimorar o alcance dinâmico e tirar fotos em preto e branco de verdade. Entretanto, eu não percebi muita melhora nas imagens em relação a modelos que não possuem a peça.

Com relação às selfies, os 32 MP do sensor frontal fazem um ótimo trabalho preservando as cores e a definição do cenário. O modo retrato é competente em destacar o objeto principal do fundo, mas o contorno do corpo fica levemente borrado — ainda assim, o saldo final é positivo.

Nos vídeos o OnePlus Nord 2 5G grava em até 4K a 30 fps com a câmera principal, enquanto a de selfie é limitada a Full HD também a 30 fps. A qualidade é o que se espera de um intermediário: a definição é muito boa em ambientes abertos, e a estabilidade é decente, mesmo não possuindo um sistema de estabilização óptica integrado.

Bateria

Um dos principais diferenciais do OnePlus Nord 2 5G é a sua bateria de 4.500 mAh com suporte a carregamento rápido de 65 W. Nos meus testes, o smartphone da chinesa foi de 5% a 100% em cerca de 30 minutos, uma velocidade impressionante e superior, inclusive, a muitos aparelhos topos de linha.

Com relação à autonomia, o OnePlus Nord 2 5G também se saiu muito bem nos testes. Reproduzindo um filme de três horas na Netflix, com o aparelho conectado ao Wi-Fi e brilho setado em 50%, foi consumido apenas 20%, o que é excelente.

(Imagem: Ivo/Canaltech)
(Imagem: Ivo/Canaltech)

Em outro teste, agora reproduzindo um dia de uso casual — com 30 minutos de transmissões na Twitch, 30 minutos de vídeos no YouTube, 20 minutos de redes sociais, 20 minutos de jogos e finalizando com 20 minutos de fotos — , o smartphone intermediário foi de 100% para 69%.

Vale mencionar que, para eliminar a interferência da flutuação de sinal de celular na autonomia de bateria, nós removemos quaisquer chips de operadora do aparelho para realizar esses testes. Contudo, isso influencia positivamente nos resultados de autonomia.

Concorrentes diretos

Infelizmente, o OnePlus Nord 2 5G não é vendido oficialmente no Brasil, mas ele pode ser encontrado na gringa por preços em torno de R$ 2 mil e R$ 2,5 mil. Seu preço assemelha-se a alguns aparelhos intermediários e topos de linha à venda por aqui, como os Galaxy A72, Motorola Moto G60, Poco X3, Poco F3 e, até mesmo, Galaxy S20 FE.

E o celular da OnePlus não perde em nada para os concorrentes — na verdade, ele se sobressai em muitos aspectos. Começando pelo design, já que os principais aparelhos intermediários vendidos no Brasil são construídos em plásticos, enquanto o OnePlus Nord 2 5G aposta no vidro. A tela Fluid AMOLED também é ótima, bastante próxima à presente no Galaxy A72.

(Imagem: Ivo/Canaltech)
(Imagem: Ivo/Canaltech)

Com relação ao desempenho, o OnePlus Nord 2 5G também se mostra superior com seu chipset Dimensity 1200-AI e seus 12 GB de memória RAM. O carregamento super-rápido de 65 W é outro destaque, enchendo o tanque completamente em 30 minutos. Basicamente, os modelos à venda por aqui levam vantagem pela garantia.

Conclusão

O OnePlus Nord 2 5G tem tudo para manter a popularidade da linha Nord no setor intermediário. A principal melhoria do smartphone é o chipset Dimensity 1200-AI, que dá um gás imenso na execução de jogos pesados e multitarefas. Também curti bastante a construção inspirada no OnePlus 9 e a tela Fluid AMOLED de 90 Hz, mesmo que não tendo uma qualidade tão boa quanto a dos aparelhos da Samsung.

Além disso, o conjunto fotográfico é bem decente em quase todos os cenários, com exceção do sensor monocromático que não faz muita diferença na prática — seria mais interessante se a OnePlus tivesse incluído uma câmera telefoto. E a bateria de 4.500 mAh com recarga de 65 W é uma das mais rápidas que eu já testei, bastando apenas 30 minutos para encher toda a carga.

A única coisa que você deve considerar na hora de comprar um smartphone na gringa é a garantia. A OnePlus não tem atuação no mercado brasileiro, portanto seus aparelhos não têm garantia por aqui. Além disso, é importante mencionar que pode haver possíveis cobranças de impostos, com valores podendo chegar 60% do valor do produto.

Resumindo, se você curte os celulares da OnePlus e esteja pensando em importar o OnePlus Nord 2 5G, provavelmente não se arrependerá. Ele traz um conjunto bem interessante na faixa dos R$ 2,2 mil (sem considerar possíveis impostos), e é superior a muitos aparelhos de Samsung, Motorola e Xiaomi à venda por aqui.

Curtiu o OnePlus Nord 2 5G? Confira uma oferta especial que preparamos para você!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos