Mercado abrirá em 1 h 35 min
  • BOVESPA

    124.612,03
    -1.391,83 (-1,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.910,53
    +12,74 (+0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,91
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.797,50
    -2,30 (-0,13%)
     
  • BTC-USD

    40.351,71
    +2.778,35 (+7,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    943,74
    +67,51 (+7,70%)
     
  • S&P500

    4.401,46
    -20,84 (-0,47%)
     
  • DOW JONES

    35.058,52
    -85,79 (-0,24%)
     
  • FTSE

    7.013,08
    +17,00 (+0,24%)
     
  • HANG SENG

    25.473,88
    +387,45 (+1,54%)
     
  • NIKKEI

    27.581,66
    -388,56 (-1,39%)
     
  • NASDAQ

    14.986,75
    +39,00 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1165
    +0,0081 (+0,13%)
     

Review: ‘Mario Golf: Super Rush’ torna o golfe mais divertido

·6 minuto de leitura
Review: ‘Mario Golf: Super Rush’ torna o golfe mais divertido
Review: ‘Mario Golf: Super Rush’ torna o golfe mais divertido

O maior e mais versátil esportista dos videogames é um encanador. Após as últimas incursões no tênis e em modalidades diversas nos Jogos Olímpicos, eis que temos o atlético enérgico bigodudo em mais um título de esportes. ‘Mario Golf: Super Rush’, recém-lançado para Switch, é o novo título da série iniciada em 1999, no Nintendo 64.

Como em outros jogos esportivos de Mario, o foco não é exatamente tentar emular com máxima fidelidade uma partida de golfe. De todo modo, as regras básicas do esporte estão lá, assim como os elementos que tornam desafiadora a tarefa de acertar bolinhas em buracos.

A escolha do taco mais adequado, a força e a direção empregadas no arremesso, a intensidade e orientação do vento, características do campo, todos esses fatores influenciam o resultado das jogadas e se refletem também na dificuldade que o jogador enfrentará.

Captura de tela do jogo mostra Mario realizando tacada em campo de golfe.
Para tacada perfeita, jogador deve levar em consideração velocidade e direção do vento, intensidade do arremesso e tipo de taco utilizado. Crédito: Nintendo/Divulgação

Então, sim, a física envolvida no golfe funciona em ‘Super Rush’ de maneira similar ao que vemos em um simulador mais tradicional, como os títulos da série ‘PGA Tour’, por muitos anos estrelada pelo golfista Tiger Woods. Porém, dá para dizer que as semelhanças se encerram por aí, e as diferenças são justamente os pontos mais interessantes do game publicado pela Nintendo.

Leia mais:

Desenvolvido pela Camelot Software Planning, a mesma responsável pelos ‘Mario Golf’ anteriores, ‘Super Rush’ reúne um pouco de tudo que já vimos na série, de forma aprimorada. E também deixa em segundo plano a pura simulação de golfe e traz um tanto daquilo que diferencia ‘Mario Kart’ de um jogo de corrida.

Golfe sob efeito de cogumelos

Uma das graças de se jogar um título de esportes de Mario é justamente ver os elementos da franquia com uma nova embalagem. Os campos de golfe têm os 18 buracos que são padrão no esporte e obstáculos como lagos, bancos de areia, declives etc.

Porém, alguns cenários trazem ambientações características do Reino dos Cogumelos, como os cenários desérticos ou os domínios de Bowser repletos de lava. As paisagens e, em alguns casos, inimigos circulando pelos campos, adicionam complexibilidade.

No mundo desértico, por exemplo, os ventos são mais fortes e desviam mais as bolas, enquanto as tempestades de areia atrapalham a visibilidade. Em alguns pontos, é preciso também atenção para evitar que os arremessos sejam prejudicados pelos Pokeys, as criaturas cactos circulantes.

Tela do jogo mostra personagem Pauline no campo Balmy Dunes.
No campo de Balmy Dunes, os cactus Pokeys são elementos da paisagem e adicionam dificuldade ao cenário. Crédito: Nintendo/Divulgação

Ao todo, são seis campos, sendo os dois primeiros liberados desde o início e os demais desbloqueados com o progresso no jogo. A Nintendo já anunciou que futuramente serão lançadas atualizações gratuitas com outras fases e personagens adicionais (são 16 presentes no jogo base).

A principal inovação do jogo é o “super rush” presente no título. Em resumo, é a adição do elemento corrida à partida. Em algumas modalidades, após os arremessos, é preciso correr até a bola e acertar o buraco no menor tempo possível, inclusive disputando com outros competidores. Uma barra de vitalidade limita o recurso e exige que o jogador planeje os melhores momentos para acelerar ou simplesmente caminhar até a bola.

Tela do jogo mostra Mario e outros personagens correndo em campo de golfe.
Em alguns modalidades do jogo, o tempo é decisivo para a pontuação e é preciso correr no campo de golfe para alcançar a bola. Crédito: Nintendo/Divulgação

Equilibrar precisão e velocidade no “Speed Golf” adiciona um desafio interessante para quem não quer ficar apenas no formato tradicional partidas do modo “Standard Golf”. Além desses dois, há o modo “Battle Golf”, uma arena especial com nove buracos.

O “Battle Golf” é o que mais se aproxima da dinâmica caótica de ‘Mario Kart’, sobretudo jogando com outras pessoas e não apenas contra a CPU. Ganha quem acertar três buracos primeiro e vale correr, empurrar outros jogadores e é preciso estar atento aos inimigos que aparecem pelo cenário.

Os jogadores também contam com uma barra de energia que, quando carregada, permite um arremesso especial. Cada personagem tem um power-up diferente, mas os efeitos são parecidos. Geralmente, o resultado é um arremesso mais forte e preciso.

Tela do jogo mostra Mario prestes a dar tacada com efeito de power-up
Power-ups permitem tacadas especiais, geralmente mais fortes e precisas. Crédito: Nintendo/Divulgação

Em todas essas modalidades – “Standard”, “Speed” e “Battle” – é possível disputar localmente ou on-line com até quatro jogadores. O multiplayer on-line, no primeiro final de semana após o lançamento, se mostrou bem funcional, com muitas salas de partida disponíveis e pouco tempo de espera.

Além do uso convencional do controles, é possível aproveitar os recursos de captação de movimento dos joy-cons e utilizá-los à semelhança de um taco de golfe. Esse formato, apesar de lúdico, reduz consideravelmente a precisão das tacadas e vira uma desvantagem no modo competitivo.

Um pouco de RPG

No modo “Golf Adventure”, você controla seu Mii em uma jornada por diversos clubes de golfe em busca do crescimento como jogador. A história é, em muitos momentos, enfadonha, e a vontade de avançar os diálogos surge com frequência.

Ainda assim, os desafios divertem e o modo “Adventure” acaba sendo um bom ponto de partida para entender as mecânicas do jogo antes de encarar outras modalidades.

Captura de tela do jogo mostra Mii e seus atributos.
Ao avançar no modo aventura, jogador recebe pontos que podem ser utilizados para evoluir seu personagem. Crédito: Captura de tela/Nintendo Switch

Com o progresso na história, é possível melhorar a performance do Mii em pontos como força, precisão, velocidade e outros. As moedas recolhidas nas fases também permitem upgrades a partir da compra de acessórios (sapatos, tacos, roupas etc.).

Saldo geral

‘Mario Golf: Super Rush’ tem duas possibilidades de jogo muito distintas. Enquanto simulador de golfe em seu aspecto mais tradicional, é bem competente e agradável. É possível ignorar totalmente os power-ups de arremesso e jogar da maneira mais convencional possível, sem prejuízos.

A outra possibilidade é abraçar totalmente esse golfe estilizado e se desprender nas modalidades que incluem os elementos de corrida, poderes especiais inimigos pelo cenário e outras coisinhas mais.

Tela do jogo mostra Mario tentando retirar bola de banco de areia.
Bancos de areia, elementos clássicos dos campos de golfe, estão presentes no jogo. Crédito: Nintendo/Divulgação

Nesse quesito, porém, fica a sensação de que a série ainda não alcançou o mesmo patamar de “Mario Kart”. Falta algo e os acréscimos ao gameplay parecem tímidos.

Ainda assim, é um bom jogo. Os cenários e personagens dão leveza e carisma a uma modalidade habitualmente sisuda. E se o golfe não está entre os esportes favoritos de muita gente, a presença de Mario, sem dúvida, consegue tornar o título mais atraente para alguns jogadores.

* Para a realização desta análise, a Nintendo concedeu uma cópia do jogo ao Olhar Digital.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos