Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    58.684,52
    +1.445,90 (+2,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Review Lenovo IdeaPad L340 | Laptop gamer humilde pronto para os games populares

Fábio Jordan
·18 minuto de leitura

Lançado em 2019, o notebook gamer Lenovo L340 é uma máquina que promete ser a porta de entrada para os gamers que buscam desempenho, portabilidade, qualidade e, claro, um preço mais camarada. Uma tarefa um tanto complexa, se considerarmos que muitos dispositivos para jogos não costumam ser tão portáteis e nem muito baratos.

Equipado com processador Intel Core de 9ª geração, placa de vídeo dedicada da Nvidia, tela Full HD e, ainda, tendo como diferencial o peso reduzido, este modelo da linha IdeaPad visa atender às necessidades fundamentais de quem necessita de performance na medida, seja para trabalhos que demandam mais do hardware ou, obviamente, para os jogos.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

O ponto é que o segmento de laptops gamers é dividido entre configurações mais parrudas, modelos intermediários e versões mais humildes, sendo esta última categoria em que podemos incluir o Lenovo L340. Assim, a questão que fica é: mesmo sendo um notebook gamer de entrada, este aparelho roda os principais jogos? Vale a pena como uma aposta para jogatina a longo prazo? Isso é o que vamos conferir a seguir.

Prós

  • Configuração balanceada

  • Tela Full HD

  • Relativamente leve para um laptop gamer

  • Silencioso e com refrigeração na medida

  • Preço atraente

Contras

  • Design poderia ser mais ousado

  • Modelo com SSD não comporta muitos jogos

Design, construção e conectividade

O Lenovo Ideapad L340 é um notebook que tem um visual simples e, como a própria fabricante define, um design discreto. O ponto é que as características externas do produto ficam no meio termo entre o design mais simples dos notebooks voltados para o dia a dia e o visual arrojado das máquinas gamers.

Ele tem identidade própria, mas acaba não se destacando como um aparelho de jogos, o que é uma coisa boa para quem não gosta de características extravagantes. A tampa imita aço escovado, mas o material é plástico, de qualquer forma, engana bem aos desavisados. Nesta área, temos apenas uma área em baixo relevo com o logotipo da Lenovo.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

Ao abrir a tampa, temos a tela que ocupa muito bem o espaço disponível, com bordas finais nas laterais, porém maior espaçamento na parte superior e inferior. Vale ressaltar que a tampa gira 180 graus, o que garante o ajuste do posicionamento da tela e ângulos mais ousados para usos inusitados. A dobradiça tem um sistema bem rígido que fixa a tela numa posição e evita deslocamentos acidentais.

A webcam fica instalada acima da tela e vem com um protetor bem prático, o qual basta deslizar para a lateral para que ele bloqueie a webcam fisicamente, garantindo o máximo de privacidade, uma vez que ele escurece completamente a captura.

O teclado ocupa bem o espaço disponível e fica numa área de baixo relevo, impedindo que as teclas pressionem contra a tela quando a tampa está fechada. Por se tratar de um notebook com tela de 15,6 polegadas, o chassi de maior área garante a disposição do teclado numérico, uma praticidade para quem trabalha com planilhas, por exemplo.

As conexões de expansão do Lenovo L340 ficam todas na lateral esquerda do produto, são elas: porta de energia (com conector próprio), conexão RJ-45 (item fundamental para quem vai jogar e exige o melhor desempenho de rede), saída HDMI (a fabricante não revela a versão), duas portas USB 3.1 do tipo A, conexão de fones e uma porta USB do Tipo C.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

A quantidade de portas está dentro do esperado, mas a fabricante poderia ter investido em uma distribuição diferenciada, colocando algumas do outro lado, uma vez que as conexões muito próximas podem dificultar o uso dependendo do componente conectado. Além disso, uma porta USB adicional não seria de todo ruim, pois é comum gamers conectarem teclado e mouse externo, o que deixa apenas a porta USB Tipo C disponível para outros periféricos e acessórios.

Em questões físicas, um aspecto que merece destaque é o peso do produto. Com apenas 2,19 kg, o Lenovo L340 é um aparelho que deve ser fácil de transportar na mochila e que leva a vantagem sobre outros produtos por ter um hardware mais robusto.

Tela

O display do Lenovo IdeaPad L340 é de tamanho generoso, sendo que as 15,6 polegadas proporcionam espaço confortável para a jogatina, sem que o usuário tenha que recorrer a uma tela externa. Com tecnologia do tipo WVA, o painel oferece boa reprodução de cores com algumas leves distorções de cores, mas isso somente em ângulos incomuns de utilização.

Com resolução Full HD, a tela do Lenovo L340 entrega ótima definição para games, bem como para a utilização geral do sistema ou para o uso de aplicativos específicos, como os de edição de imagem, por exemplo, que podem se beneficiar da maior quantidade de pixels para apresentar melhor distribuição dos painéis e garantir mais espaço na área de trabalho.

Vale mencionar que a resolução Full HD acaba sendo um tanto exagerada para painéis de dimensões menores, de forma que o próprio Windows acaba sugerindo o redimensionamento de ícones e fontes para 125% de zoom. Dessa forma, os elementos na tela ficam um pouco maiores e evitam que o usuário force a visão, mas tal opção pode ser alterada.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

Outra qualidade que merece destaque é a camada antirreflexo, que evita problemas no caso de você trabalhar em um ambiente com múltiplas fontes de iluminação. Por outro lado, o display do L340 peca pela luminosidade que fica restrita aos 250 nits. Tal nível de brilho é suficiente para ambientes escuros, mas certamente é um limitador e que impede cores mais vivas e contrastes mais profundos.

A taxa de atualização da tela é de 60 Hz, sendo que não há tecnologias como G-Sync ou FreeSync para sincronizar os frames nos jogos com a exibição na tela. Com isso, você pode esperar situações como Screen Tearing, quando o V-Sync estiver desativado ou nos games que não sejam executados a 60 frames por segundo constantes. O tempo de resposta da tela também é regular, de modo que pode haver alguma ocorrência de ghosting.

No todo, uma tela que deve garantir boas experiências para os gamers, que são o foco do produto, mas também nada excepcional, já que este é um produto de entrada na categoria. Contudo, se você pensa em adquirir o produto para trabalhar com edição de imagens e vídeos, vale observar esse ponto da luminosidade, bem como da fidelidade de cores, que não é divulgada pela Lenovo, mas que nitidamente não alcança níveis excepcionais.

Teclado e touchpad

Falando em produtividade, o conjunto de teclado e touchpad do Lenovo L340 oferecem conforto e praticidade para quem visa produzir textos ou navegar na web. Inclusive, todo este review que você está lendo agora, foi produzido inteiramente no teclado deste Lenovo e a experiência de uso foi bem satisfatória.

Com teclas do tipo chiclete, o teclado instalado oferece conforto para digitação, mas é claro que não deve ser o mais adequado para gamers exigentes, que podem utilizar um teclado mecânico conectado a uma porta USB. O layout é padrão ABNT, o que garante familiaridade para quem já está acostumado com este padrão e facilidades como a tecla cedilha e os acentos comuns no idioma português.

Vale menção para o sistema de retroiluminação na cor azul, que além de servir como um adereço visual bacana, é um recurso que facilita a utilização do laptop no escuro. A ativação da iluminação do teclado é feita com o comando “Fn + Barra de Espaço”, que alterna entre luz desligada, nível médio e intensidade máxima.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

Aliás, falando em atalhos do teclado, a Lenovo projetou este modelo com diversas funções nas teclas que vão do F1 ao F12, incluindo comandos de volume, microfone, touchpad, iluminação de tela e muito mais. No canto superior direito do teclado, ainda há atalhos multimídia para controlar seu player de músicas o botão de Power que fica discretamente posicionado.

O touchpad não é algo excepcional, sendo de tamanho intermediário, deve ser um componente útil no dia a dia, mas nada que se destaque, uma vez que o acabamento em plástico não oferece um toque refinado. Compatível com múltiplos toques e com rigidez na medida, ele é prático para usar com os principais gestos do Windows e não causa estranheza nos cliques com pressão (que são opcionais, já que toques leves também ativam comandos).

Configuração e desempenho

Agora, a parte que mais interessa aos gamers: o hardware. O Lenovo IdeaPad L340 que testamos tem uma configuração equilibrada, com processador Intel Core i5-9300H, 8 GB de memória RAM do tipo DDR4 e placa de vídeo NVIDIA GeForce GTX 1050.

Como é possível averiguar pelas especificações, um conjunto mais modesto na categoria gamer, mas que deve possibilitar a execução de vários jogos. Antes de entrar no quesito desempenho, vamos falar das especificações de cada componente.

Primeiro, temos o processador Intel Core i5 da 9ª geração, de codinome Coffee Lake, que eu particularmente sou fã, pelo simples fato de que sou viciado em café, mas, brincadeiras a parte, o ponto é que temos aqui um chip da série H, o que significa maior desempenho em tarefas que demandam mais potência.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

O Intel Core i5-9300HF é um processador de 4 núcleos, com capacidade para execução de até 8 threads (o que é benéfico em várias situações, principalmente para renderização e para trabalhar com várias tarefas sem atrasos). Este modelo de CPU trabalha na frequência de 2,4 GHz por padrão, mas alcança até 4,1 GHz em determinadas situações. Por se tratar de um chip com sufixo F, ele não tem GPU integrada.

Em termos práticos, esta CPU fica distante de unidades similares dedicadas a Desktops, porém a utilização no dia a dia mostra que ela tem poder de fogo suficiente para utilização com aplicativos de edição (usamos o Affinity Photo e o Affinity Designer para testes), bem como fornece boa performance nos jogos.

A memória RAM do Lenovo IdeaPad L340 é suficiente para o propósito da máquina, mas é possível que usuários que pretendem trabalhar com softwares de edição precisem de um pouco mais. Segundo informação oficial, é possível fazer upgrade de memória no Lenovo L340, porém a compatibilidade é para até 16 GB, sendo que há apenas um slot disponível, então é preciso remover o módulo que vem de fábrica para fazer a instalação da nova peça.

Outro detalhe que vale mencionar é a frequência da memória em 2.400 MHz, a qual está dentro do esperado, mas a fabricante já poderia ter investido em módulos ligeiramente mais rápidos, uma vez que a CPU garante tal compatibilidade.

Já na parte de armazenamento, o IdeaPad L340 está disponível em diferentes configurações, tanto com disco rígido quanto com SSD. O modelo que testamos utiliza um SSD do tipo NVME em slot M2. O componente aqui é o Samsung PM991, com capacidade de 256 GB e velocidade de até 2.050 MB/s para leitura e 1.000 MB/s para escrita. Em nossos testes, a leitura ficou próxima de 1.500 MB/s, já a performance de escrita chegou a 956 MB/s.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

A única crítica com relação ao armazenamento é justamente a limitação de 256 GB no SSD, que fica muito apertado para os games mais modernos. Considerando sistema e alguns apps, é possível que quase 80 GB da unidade já fiquem comprometidos, então sobra pouco mais de 100 GB para os jogos, que muitas vezes só armazenam 2 ou 3 jogos. Felizmente, é possível fazer o upgrade do espaço de armazenamento, basta abrir a tampa inferior e realizar a troca do SSD sem grandes dificuldades.

Sobre a placa de vídeo, a GeForce GTX 1050 certamente é uma opção interessante para uma máquina gamer “econômica”, mas ela está longe de ser a mais recomendada, uma vez que se trata de uma peça da geração anterior e que pode limitar muito as possibilidades para o jogador. Com apenas 3 GB de memória de vídeo, ela não é adequada para games muito exigentes.

Vamos falar então sobre a performance em games. Primeiro, executamos o popular Fortnite, uma vez que é um jogo gratuito e relativamente modesto nos gráficos. Com os parâmetros visuais definidos para o nível “Alto” e usando a resolução Full HD, o título da Epic Games roda sem qualquer dificuldade na máquina, mantendo performance entre 50 a 60 fps.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

Depois, executamos outro game muito popular: o PUBG. O jogo que tem fama de não ser muito leve até que vai muito bem nesta máquina. É possível rodar o título na resolução Full HD no padrão de qualidade “Médio” com resultados que variam de 60 a 80 fps.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

Existe a possibilidade até mesmo de executar o PUBG na qualidade “Alta”, mas isso com o sacrífico de ocupar toda a memória de vídeo, o que resulta em uma queda de desempenho para cerca de 40 a 60 fps, bem como travamentos decorrentes da memória superlotada, que precisa ser esvaziada constantemente para carregar novas texturas.

O Lenovo L340 ainda faz bonito ao executar Shadow of the Tomb Raider com boa performance. O mais recente capítulo estrelado por Lara Croft roda com o DirectX 12, em Full HD e na qualidade Média, mantendo uma média de 39 frames por segundo no benchmark próprio do jogo. Os números do teste padrão do game se repetem no gameplay real.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

Já pensando no lançamento de Resident Evil Village, nós testamos o Resident Evil 2. O jogo da Capcom não tem benchmark próprio, porém usamos o software MSI Afterburner para averiguar as estatísticas em tempo real. Neste jogo, o recomendado é manter as configurações no nível “Médio”, uma vez que as texturas de melhor qualidade, por exemplo, podem sacrificar muito a memória de vídeo e causar leves travamentos como no caso do PUBG.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

Para finalizar, realizamos um teste com o jogo Grand Theft Auto V, que no próprio benchmark roda com desempenho na faixa dos 60 frames por segundos, com raras quedas para números próximos aos 30 frames por segundo. O game da Rockstar roda na resolução Full HD e com qualidade Alta, desde que filtros como Anti-Aliasing sejam desligados.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

Um tópico importantíssimo é a questão da temperatura, que aferimos durante a execução de jogos, situações em que tanto processador quanto o chip gráfico estão trabalhando intensamente. O processador mantém valores que variam de 70 °C a 75 °C, enquanto a placa de vídeo oscila de 75 °C até quase 80 °C.

O excesso de calor não limita a performance, já que em nenhum momento ele excede os limites dos componentes, mas após algum período de jogatina, o calor pode acabar incomodando na região do teclado, que fica levemente aquecida. Felizmente, o sistema de refrigeração dá conta do trabalho sem fazer muito barulho. Ponto para a Lenovo!

Falando na configuração, apenas para fins informativos, o Lenovo L340 vem com placa de rede WiFi compatível com redes do tipo 802.11ac e ainda com placa de rede cabeada com capacidade Gigabit, características fundamentais para jogadores que precisam de alta performance online e prezam por downloads mais rápidos.

Sistema de som

Na parte de áudio, o Lenovo L340 entrega uma experiência básica de entretenimento, que deve ser suficiente para visualização de vídeos no YouTube, reprodução de músicas em softwares como Spotify ou mesmo para jogatina em títulos casuais.

O destaque nesse quesito fica para a compatibilidade com a tecnologia Dolby Audio, que garante um som mais abrangente. Através do software já instalado, é possível mudar o perfil de som entre filme, música, jogo ou voz, todos com equalizações predefinidas. Também há a opção personalizado, que permite ativar o surround e usar o equalizador gráfico.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

No entanto, o sistema de som dotado de dois alto-falantes com potência de 1,5 watt não surpreende na imersão, então não espere uma qualidade de cinema para filmes. Por conta do tamanho dos componentes sonoros e da potência, o áudio do Lenovo L340 peca principalmente nos graves, de modo que o som tem pouco destaque.

Obviamente, para jogos, a maioria dos gamers deve optar por headphones, então a limitação sonora não deve ser um fator restritivo para a escolha do produto. Já para quem quer ver filmes, o áudio do Lenovo L340 quebra um galho, mas certamente vale parear caixinhas Bluetooth ou até mesmo espelhar o conteúdo numa tela maior com áudio mais robusto.
Interessante destacar que a placa de som com chip da Realtek oferece saída para fones de ouvido com conexão de 3,5 mm, bem como portas USB, o que garante a compatibilidade com diferentes tipos de fones de ouvido.

Bateria e carregamento

Equipamentos voltados para jogos nem sempre são dotados de uma autonomia de bateria exemplar, uma vez que muitos itens de hardware nesses computadores consomem mais energia. Aliás, é claro que vale pontuar que máquinas gamers dificilmente reproduzem jogos com bom desempenho e qualidade sem estar conectadas a uma tomada, o que se faz verdade também no caso deste Lenovo.

A bateria do IdeaPad L340 tem especificação de 45 Wh, o que não é excepcional em questão de capacidade energética, mas ela certamente serve muito bem para outros fins que não sejam os jogos. Para testar a autonomia da bateria e obter resultados reais, nós realizamos o seguinte teste:

  1. Primeiro, recarregamos a bateria até 100%;

  2. Alteramos o perfil de energia para “Melhor Bateria” (que é o modo econômico do Windows 10);

  3. Configuramos o brilho da tela para nível máximo (uma vez que a tela não é das mais brilhantes, este é um ajuste sensato para quem vai ver filme neste laptop);

  4. Deixamos o nível de volume do som em 60%;

  5. Habilitamos o Wi-Fi, pois vamos realizar um teste com streaming;

  6. Reproduzimos vídeos na Netflix até que a bateria tivesse sua carga drenada até 20%.

Com esses parâmetros, o resultado obtido foi de 3 horas e 10 minutos de reprodução de filmes, o que significa que, na teoria, a bateria pode entregar quase 4 horas de reprodução de vídeos. Um número razoável considerando a utilização de dados e a luminosidade exagerada da tela. Assim, dependendo das suas tarefas e ajustes, é possível que a bateria dure até mais.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

Aproveitando o tópico, quanto à recarga da bateria, o tempo total para subir a energia de 20% até 100% foi de 1 hora e 46 minutos, o que significa que uma carga completa pode durar cerca de 2 horas, mesmo que o aparelho esteja em uso para atividades leves.

Falando em recarga, um ponto importante a ser mencionado é o carregador, que é um bocado pesado, já que ele traz componentes internos que permitem entregar até 135 watts de energia, capacidade relevante para alimentar a configuração gamer do laptop.

Aspas do Analista

O Lenovo IdeaPad L340 se destaca com uma configuração balanceada, que atende aos gamers menos exigentes e aos profissionais que buscam desempenho sem o ônus do peso (e do preço) excessivo.

Concorrentes diretos do Lenovo L340

Agora que já falamos sobre as configurações e resultados do IdeaPad L340, vamos entender o contexto em que ele está inserido no segmento gamer. No momento da publicação deste texto, as melhores ofertas deste laptop da Lenovo estão por R$ 4.599,00.

Os principais concorrentes do Lenovo IdeaPad L340 são o 2AM E550, o ASUS M570DD-DM122T e o Acer Aspire Nitro AN515-54-58CL. Vamos falar das diferenças entre eles.

O produto da 2AM leva vantagem por trazer o processador Intel Core i5-9400 e uma combinação de SSD de 128 GB com HD de 1 TB, mas com a desvantagem de não trazer o Windows 10. No começo de abril de 2021, o preço médio deste 2AM é de R$ 4,999,00.

Já o notebook da ASUS tem como diferenciais o processador AMD Ryzen 5 3500U e a placa de vídeo GTX 1050 (com 4 GB de memória dedicada). Por outro lado, a ASUS oferece esta versão com HD de 1 TB, o que pode ser interessante para comportar mais jogos, mas certamente é um ponto que limita o desempenho da máquina. O valor deste ASUS é de R$ 4.699,90.

Por fim, o produto da Acer se destaca pela placa de vídeo GTX 1650 com 4 GB de memória GDDR5 e o combo de SSD de 128 GB com HD de 1 TB. O ponto negativo aqui é o sistema que é o Endless OS, exigindo a aquisição do Windows 10 separadamente. Em geral, este Acer custa cerca de RS 5.099,00, porém há ofertas específicas com valores que chegam a R$ 4.700,00.

Conclusão

O Lenovo IdeaPad L340 é um laptop que chama atenção tanto pelo preço quanto pela configuração, mas afinal de contas, vale a pena comprar este notebook? Ainda que não tenha o hardware mais recente, as especificações são robustas para execução de apps pesados e também ideais para rodar muitos dos jogos populares com qualidade gráfica aprimorada e desempenho de sobra.

Como você pode ver acima, o preço do produto está na faixa do que é cobrado pelos concorrentes, mas a Lenovo leva uma leve vantagem ao dar um pequeno desconto, entregar um SSD de maior capacidade e já incluir o Windows 10 no pacote.

Assim, se você busca um notebook gamer e não pode gastar muito, o IdeaPad L340 parece ser uma das opções mais interessantes. Recomendamos o produto!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: