Mercado fechará em 5 hs
  • BOVESPA

    121.729,70
    -1.846,86 (-1,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.149,87
    -484,04 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,17
    -1,39 (-1,97%)
     
  • OURO

    1.813,70
    -0,40 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    39.098,25
    +824,15 (+2,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    961,52
    +34,76 (+3,75%)
     
  • S&P500

    4.406,18
    -16,97 (-0,38%)
     
  • DOW JONES

    34.855,68
    -260,72 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.129,22
    +23,50 (+0,33%)
     
  • HANG SENG

    26.426,55
    +231,73 (+0,88%)
     
  • NIKKEI

    27.584,08
    -57,75 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    15.035,75
    -10,50 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1849
    +0,0194 (+0,31%)
     

Review Apple iPhone XR | Ainda bom, bonito e quase barato

·18 minuto de leitura

Há quase três anos, a Apple lançava uma versão do iPhone que seria um sucesso de vendas: o iPhone XR. Isso não é bem um aspecto exclusivo deste aparelho, uma vez que vários modelos da fabricante aparecem nas listas de produtos mais procurados e vendidos todos os anos.

Por outro lado, o iPhone XR não apenas manteve o sucesso, como permaneceu no catálogo da Apple, o que mostra sua relevância para os consumidores — que optam por esta versão em vez de uma mais recente — e para a fabricante, que percebeu a preferência do público.

Hoje, o iPhone XR se vende como um iPhone de tamanho grande, com hardware poderoso (apesar de haver algumas considerações), ainda muito bonito e com valor quase acessível. Ele não é o iPhone mais barato do momento, já que esse posto é do iPhone SE — que nós já analisamos recentemente e que por sinal vende até mais do que o XR.

Apesar de concorrer em preço com o iPhone SE, a missão do iPhone XR é outra: atrair usuários que gostam de telas maiores e que preferem um design mais moderno com o sistema iOS. Será que mesmo com a configuração já datada, o iPhone XR é competitivo e poderoso para o dia a dia? Vamos conferir em detalhes os prós e contras do produto.

Prós

  • Performance robusta

  • Fotos impressionam

  • Tela grande com boa resolução

  • Som de alta qualidade

  • Bateria duradoura

Contras

  • Hardware datado

  • Um pouco pesado

  • Câmera frontal não faz vídeos em 4K

Design e Construção

O iPhone XR é o tipo do produto que envelheceu muito bem, sendo que ele sequer parece um celular lançado há três anos. O design do iPhone X, do qual ele descende, foi a inspiração para o iPhone 11 e mantém traços evidentes no iPhone 12, o que significa que a Apple gostou de sua criação, algo aprovado também pelo público.

Ainda que seja um modelo “mais barato”, ele tem acabamento caprichado e passa a sensação de um produto premium. Na traseira, a proteção de vidro garante uma sensação confortável na pegada. Nas laterais, temos as antenas inseridas de forma discreta. Aqui, a Apple faz o uso do alumínio aeroespacial que deixa o aparelho muito elegante.

Na parte inferior, apenas o conector Lightning e as saídas de som do sistema estéreo. Em questão de cores disponíveis, a Apple oferece o iPhone XR em versões branca, preta, vermelha, amarelo, azul e coral, de modo que tem opções para todos os gostos — fora as tantas capas disponíveis.

A área frontal é quase inteiramente tomada pela tela grande do smartphone, porém há o famoso “notch” na área superior, que comporta câmera, sensores e alto-falante para chamadas. Se você não está acostumado com esse tipo de componente, pode haver algum estranhamento nos primeiros dias de uso, mas é fácil se habituar com tal inconveniente.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

Nas dimensões, o iPhone XR é um tanto exagerado, já que ele é maior do que o iPhone 12 e tem a mesma tela, ou seja, o aproveitamento de espaço frontal é otimizado nas novas versões. Além disso, o iPhone XR chega a 194 gramas, sendo um aparelho relativamente pesado para sua proposta. Para comparação, o iPhone 12 pesa 164 gramas com mesmo tamanho de display e o Galaxy Note 10+ com tela de 6,8 polegadas pesa 196 gramas.

  • Dimensões (L x A x P): 7,57 x 15,09 x 0,83 cm

  • Peso: 194 gramas

Em questões ergonômicas, o iPhone XR é um tanto desengonçado para quem tem mãos pequenas, o que se deve ao falto de o aproveitamento de espaço não ser otimizado. Assim, para quem quer um iPhone menor e barato, o iPhone SE 2020 acaba sendo a opção lógica, mas há o iPhone 12 mini que é compacto e com tela intermediária. Já quem busca tela grande num modelo (levemente) menor, o iPhone 12 é a única solução, mas a um custo exagerado.

Quanto à inovação, o iPhone XR já não é um produto competitivo, pois ele é um projeto de 2018 que não compactua mais com a linha recente da Apple. Isso obviamente não tira o mérito da beleza do aparelho, mas se você é do tipo que gosta de exibir seu celular por aí, o iPhone XR já não tem o mesmo status que tinha há um ou dois anos.

Assim como o iPhone X e os modelos mais antigos da Apple, o iPhone XR tem proteção IP67, o que significa garantia de funcionamento para eventuais acidentes. Esta certificação significa que ele é totalmente resistente a poeira e pode ficar submerso em até 1 metro de água doce por no máximo 30 minutos.

Tela

O iPhone XR tem tela de 6,1 polegadas com resolução de 828 x 1792 pixels, o que resulta em uma densidade de 326 pixels por polegada. Na época em que ele foi lançado, esse display já não tinha a mesma definição do iPhone X, que entregava 458 pixels por polegada.

A tecnologia do display do iPhone XR é IPS, que entrega proporção de contraste de 1.400:1, brilho de até 625 nits e recursos como True Tone e ampla tonalidade de cores (P3). Esta tecnologia e a densidade de pixels reduzida é o que garante à tela o nome de Liquid Retina, sendo então uma versão inferior da Super Retina (que é OLED com maior definição).

Sobre a resolução, a Apple costuma pensar na experiência de uso, de modo que ela utiliza a densidade de pixels como padrão para entregar qualidade. Então, enquanto algumas pessoas podem argumentar que há aparelhos concorrentes com maior resolução, na prática, a definição do iPhone XR já pode ser suficiente para garantir uma boa experiência no geral.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

Quanto à tecnologia, é de conhecimento geral que o padrão IPS não é tão avançado quanto o AMOLED, mas isso não é exatamente um problema, sendo que até mesmo o iPhone 11 (que é um produto mais recente) também usa display IPS — e isso não necessariamente é algo ruim. Então, fica apenas a informação para você saber que existe essa limitação aqui.

Bom, ainda que não reproduza tons escuros mais profundos (já que no IPS os pixels não se apagam totalmente), a Apple fez um ótimo trabalho no projeto deste display. Há um contraste excelente e elevado nível de brilho. A fidelidade de cores também surpreende, o que permite uma ótima experiência para fotos, filmes e jogos.

Configuração e desempenho

O processador do iPhone XR é o Apple A12 Bionic, que é fabricado com litografia de 7 nanômetros, garantindo alta performance e baixo consumo de energia. Assim como o A13 Bionic, ele tem seis núcleos, sendo dois de alta performance com clock de 2,49 GHz e quatro de alta eficiência que operam a 1,6 GHz.

A Apple nunca divulga informações técnicas desse tipo, até porque os consumidores da marca tendem a ter mais interesse em saber “o quanto um processador é melhor do que outro”. Segundo as informações oficiais, o chip do iPhone XR é até 15% mais rápido e até 50% mais eficiente no uso de energia do que o chip presente no iPhone 8.

Da mesma forma, o iPhone XR não perde tanto para o iPhone 11. De acordo com a Apple, o A13 Bionic alcança até 20% maior performance e até 40% mais econômico se comparado com o A12 Bionic. Obviamente, esses resultados são provenientes de benchmarks, e não significam exatamente ganhos reais no dia a dia.

Essas informações são cruciais para quem está no iPhone 8 e na dúvida se vai de iPhone XR ou de iPhone SE 2020. E sinceramente, se você joga games pesados e usa muitos apps, é possível que a maior diferença em performance esteja no iPhone SE. Mas se a tela maior é sua prioridade, pode ter certeza que o hardware do iPhone XR ainda é mais do que excelente.

Pensando nos modelos recentes, como iPhone 11 ou iPhone 12, a CPU do iPhone XR perde não só em desempenho, mas também em “inteligência artificial”. Na prática, isso significa que alguns apps demoram mais para aplicar efeitos e que algumas funções podem estar ausentes (como é o caso dos efeitos no modo retrato, que são limitados no iPhone XR).

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

A Apple programa seus chips para estarem preparados para o futuro, então você pode ter certeza que o iPhone XR ainda tem capacidade para rodar seus games favoritos e é quase impossível pensar que ele não vai rodar algum jogo com boa qualidade. O chip gráfico do A12 Bionic ainda tem muita potência e certamente não vai decepcionar na jogatina intensa.

Assim como no iPhone SE, o iPhone XR se beneficia de ter uma resolução de tela menor, o que significa que a carca de processamento gráfico é menor nos jogos. Logo, se um jogo já roda muito bem no iPhone X ou XS, ele certamente vai rodar com folga no XR.

Para acompanhar a CPU de alta potência, a Apple incluiu 3 GB de memória RAM. É importante pensar que estamos falando de um aparelho lançado há três anos e que essa quantidade é suficiente para o modelo. Na prática, a experiência é sensacional, sendo possível manter vários apps abertos e desfrutar de ótimo desempenho.

A lógica da Apple é a de que o usuário não precisa ter 6 GB ou 8 GB num smartphone em que o uso não chega aos 3 GB. Dado que ele tem menor resolução, que os apps rodam de forma otimizada, bem como o sistema faz um gerenciamento inteligente para evitar a extrapolação de memória RAM, o raciocínio da marca não está errado.

Em questão de armazenamento, o iPhone XR pode adquirido com 64 GB ou 128 GB. No lançamento, a marca disponibilizou um modelo de 256 GB, porém ele já foi descontinuado. Ainda é possível encontrar unidades com 256 GB novas, mas são apenas restos de estoque. E nesse momento vale lembrar: escolha bem o espaço do seu novo iPhone, pois não há como usar cartão de memória.

Câmera

Na parte de câmeras, o iPhone XR tem exatamente a mesma câmera do iPhone 8 e do iPhone SE 2020. Olhando a traseira do celular fica claro que ele tem apenas uma lente grande, que usa um sensor de 12 MP com abertura de f/1.8 com estabilização óptica, zoom digital de até 5 vezes e efeito HDR inteligente para fotos.

Ele tem apenas a lente grande angular, o que é incomum em 2021, sendo algo mais adequado em celulares de entrada. O ponto é que o iPhone XR era um modelo de entrada da Apple lá em 2018, então ele veio carregando esse fardo até hoje. Ter uma única lente não é um defeito, porém pode ser uma limitação para quem já está habituado a usar lentes para zoom.

Todavia, o detalhe que diferencia o iPhone XR dos modelos mais recentes não é só lente ou sensor, mas também o processador de imagem, que faz parte do Apple A12 Bionic. Apesar de ter o HDR, o iPhone XR não consegue o mesmo balanço de cores do iPhone 11.

No modo retrato, o iPhone XR tem apenas três efeitos (Luz Natural, Luz de Estúdio e Luz de Contorno), enquanto outros modelos que usam o Apple A13 Bionic trazem três efeitos adicionais: Luz de Palco, Luz de Palco Mono e Luz Brilhante Mono. Além disso, o iPhone XR não tem modo noturno.

Assim como no iPhone SE 2020, o modo com fundo desfocado só pode ser utilizado para fotos com pessoas no iPhone XR. Basicamente, não há jeito de habilitar essa opção com o app de câmera padrão da Apple, mas esta não parece ser uma limitação de hardware, já que há apps que prometem usar o modo retrato para objetos.

Para vídeos, o iPhone XR capta em 4K a 60 fps com estabilização óptica. Já para a função HDR, este aparelho é compatível com a tecnologia, mas com limitação de 30 quadros por segundo. Vídeos em câmera lenta são gravados em Full HD (1080p) com até 240 fps. A função de zoom é apenas digital, e você pode aproximar até 3 vezes.

No geral, este é um bom celular para fazer fotos e gravar vídeos, com uma experiência de uso simples. Quase sempre é só apontar e clicar para obter uma boa foto. Por outro lado, há poucos ajustes na hora da captura de imagens ou clipes, já que o app de câmera do iPhone não permite controlar ISO, balanço de brancos e outros detalhes.

Câmera frontal

A câmera frontal do iPhone XR tem sensor de 7 MP com abertura de f/2.2, o que faz ela ser exatamente idêntica à do iPhone SE 2020 e do iPhone 8. Se você é do tipo que busca o máximo em qualidade para as selfies, esta definitivamente não é a melhor opção no mundo do iPhone, já que os modelos iPhone 11 e posteriores trazem câmeras de 12 MP.

De qualquer forma, a câmera frontal do iPhone XR consegue bons resultados para as fotos, sendo capaz de capturar grande quantidade de detalhes. Ela é compatível inclusive com o modo retrato para criar fotos com fundo desfocado. No modo retrato, é possível aplicar todos os seis efeitos disponíveis em outros modelos de iPhone.

Imagem: Fábio Jordan/Canaltech
Imagem: Fábio Jordan/Canaltech

Para quem é viciado em fazer stories, a câmera frontal do iPhone XR permite fazer vídeos em Full HD, sendo uma resolução bem propícia para os conteúdos da rede social. Por outro lado a ausência de opção em 4K impede bons registros no todo. Esta é uma limitação que a Apple impôs ao produto justamente para diferenciá-lo do iPhone X, porém é um ponto que poderia ter melhor qualidade.

Sistema de Som

A qualidade de áudio dos iPhones sempre foi elogiada, e esse aspecto foi priorizado no iPhone XR. Com um sistema de som estéreo e componentes de alta qualidade, o aparelho surpreende com um volume bem alto e sem distorções.

O som do iPhone XR é ideal para qualquer tarefa ou app, seja reprodução de músicas, filmes ou games. A equalização é muito bem trabalhada, de forma que — mesmo sendo um celular — é possível sentir os graves reforçados, isso sem criar sons abafados, já que os alto-falantes ainda conseguem atingir bons níveis de médios e agudos.

Talvez um tanto óbvio, mas vale lembrar que o iPhone XR não tem conector de fones de ouvido de 3,5 mm, sendo necessário usar um adaptador ou se contentar com fones Bluetooth. Outra qualidade é a compatibilidade com Dolby Atmos, que deixa a experiência sonora ainda mais satisfatória.

Bateria e Carregamento

Na época de lançamento do iPhone XR, nós fizemos um vídeo falando do produto e, na ocasião, comentamos sobre a duração de bateria, quando constatamos que ela entrega duração prolongada, sendo possível até mesmo obter autonomia maior do que a do iPhone XS.

A bateria do iPhone XR tem capacidade de 2.942 mAh, que obviamente está bem abaixo de outros celulares atuais que, às vezes, apresentam bateria de 4.000 mAh ou até mesmo incríveis 5.000 mAh. Entretanto, não podemos julgar a autonomia baseada apenas nestes números, uma vez que cada aparelho consome energia de forma diferente.

Imagem: Ivo/Canaltech
Imagem: Ivo/Canaltech

É claro que a “duração de bateria” depende muito da sua utilização, das configurações ativadas no aparelho, bem como dos aplicativos em execução, então variações em testes são comuns. Confira os parâmetros e resultados que executei para os testes de bateria:

Teste 1 com streaming

  • Condições: Nível de brilho em 50% / WiFi ligado / Bluetooth desligado / Rede celular desligada

  • Teste: Streaming de série na Apple TV+

  • Resultado: 1 hora de reprodução consome aproximadamente 7% de bateria.

  • Estimativa total de uso: aproximadamente 14 horas.

Teste 2 com streaming

  • Condições: Nível de brilho em 50% / WiFi ligado / Bluetooth ligado / Rede celular ligada

  • Teste: Streaming de série na Apple TV+

  • Resultado: 1 hora de reprodução consome aproximadamente 9% de bateria.

  • Estimativa total de uso: aproximadamente 11 horas.

Só para efeitos de comparação, o iPhone SE 2020 consegue durar 8 horas neste segundo teste de streaming, o que prova que o iPhone XR é recomendado para quem precisa de muita bateria. Novamente, fica o alerta que estes números não devem ser utilizados como informação oficial de autonomia de bateria, pois até mesmo eventuais apps rodando em segundo plano podem eventualmente reduzir tais estimativas.

Sobre o carregamento, a primeira informação que você deve prestar atenção: os atuais modelos do iPhone XR não trazem carregador na caixa, ou seja, fica complicado fazer um teste de recarga, já que cada pessoa pode carregar de um jeito, de modo que a carga numa porta USB do computador pode levar mais tempo, enquanto num carregador da Apple pode ser mais rápido.

Utilizando o carregador padrão da Apple (que tem 5 watts de potência), o iPhone XR leva cerca de 2 horas e 32 minutos horas para ir de 20 a 100%, então a recarga completa pode levar cerca de 3 horas. Detalhe: o iPhone XR é compatível com carregamento rápido e também com carregamento sem fio.

O iPhone XR entrega desempenho na medida, alta qualidade de imagem numa tela grande, bateria de longa duração e fotos muito boas. Certamente é uma ótima opção para quem deseja um iPhone grande e não quer pagar tão caro.

Por outro lado, o iPhone XR perde para a concorrência ao trazer apenas uma câmera e uma tela com tecnologia já defasada. Pode ser um dos modelos mais baratos da Apple, mas ele não deve chamar a atenção de quem busca as melhores tecnologias e especificações.

Concorrentes Diretos

O iPhone XR é um produto muito desejado, porém ele tem suas limitações e ainda é um tanto inacessível para muita gente, orbitando próximo dos R$ 4 mil em 2021.

Com o preço bem acima do habitual, ele pode ter problemas quando comparado com seus principais concorrentes. Os aparelhos que podem fazer frente ao produto, seja em preço ou especificações, são o iPhone SE, o Galaxy S10 e o iPhone 11.

O iPhone SE 2020 tem tela de 4,7 polegadas e bateria de menor duração, por outro lado é um produto com hardware mais atualizado e preço bem atraente. Opte pelo iPhone SE se você não se preocupa com tais aspectos e se você quer economizar muito. Ele é bem mais barato que o iPhone XR.

O Galaxy S10 é o concorrente mais sensato para quem não faz questão de um produto Apple, mas deseja um aparelho de tamanho similar e com experiência de alto nível. O Galaxy tem tela de 6,1 polegadas do tipo AMOLED, sistema de câmera tripla, câmera frontal que grava em 4K, é bem mais leve (são 157 gramas no Galaxy contra 194 gramas no iPhone) e tem dois chips.

Com isso, fica claro que o celular da Samsung sai na frente em muitos quesitos, porém ele ainda tem uma vantagem mais relevante: o preço. Em nossas consultas, o Galaxy S10 poderia gerar uma economia de mais de mil reais e com algumas vantagens em relação ao XR.

Agora, se você faz muita questão de um iPhone mais equipado (e pode gastar uns R$ 500 a mais), então a dica é o iPhone 11, que já tem hardware mais atualizado (com alguns truques adicionais, como fotos noturnas aprimoradas com o Modo Noite), sistema de câmera dupla, bateria de duração prolongada e câmera frontal que grava em 4K.

Conclusão

No fim do dia, o iPhone XR continua sendo um ótimo celular em 2021. O hardware do produto ainda é muito robusto e roda o iOS sem quaisquer problemas, sendo que o modelo deve receber diversos updates de sistema e suportar jogos de alta qualidade por muito tempo.

O capricho do produto é notável na construção de primeira e no design que se prova moderno mesmo após três anos de mercado. Com uma câmera bem competente, uma tela de boa qualidade, o sistema de som poderoso e a bateria de longa duração, o iPhone XR é um smartphone muito bom para quem busca uma experiencia multimídia de qualidade.

Mesmo tendo algumas limitações que podem ser consideradas desvantagens para o cotidiano (como é o caso da ausência de múltiplas câmeras na traseira), ele ainda entrega vantagens para quem está no ecossistema da Apple e que preza por uma experiência superior em redes sociais como o Instagram.

Apesar de muitos pontos positivos, o iPhone XR vem sofrendo com seu preço desequilibrado, ficando muito acima do iPhone SE e muito próximo do valor do iPhone 11, de modo que ele não é o melhor custo-benefício entre os iPhones à venda atualmente.

Obviamente, essa decisão entre tais modelos varia de acordo com os valores dos produtos, que flutuam quase que diariamente. Caso você encontre o iPhone XR com descontos significativos e valores mais próximos dos que são cobrados pelo iPhone SE, pode ter a certeza que sua experiência será satisfatória com o produto.

Gostou do iPhone XR? Então, aproveite que separamos uma oferta especial:

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos