Mercado fechará em 1 h 29 min

Restrições de transporte afetam produção de minas na Argentina

Jonathan Gilbert
·2 minutos de leitura

(Bloomberg) -- A produção de metais e minerais da Argentina tem sido afetada pelas restrições de viagens por causa da Covid-19, que dificultam o transporte de pessoas e mercadorias, de acordo com a principal associação de mineração do país.

“A produção está em 60% a 70%”, disse Luciano Berenstein, diretor-executivo da Câmara Argentina de Empresários Mineiros (CAEM), em entrevista. “O maior problema é viajar, às vezes até dentro das fronteiras de uma província.”

As restrições impostas pela Argentina devido à pandemia começaram em março, embora a mineração tenha sido rapidamente classificada como atividade essencial, o que permitiu às empresas do setor continuarem as operações. No entanto, mineradoras têm enfrentado problemas persistentes para levar trabalhadores e bens para locais remotos, principalmente de avião. Surtos de coronavírus em algumas minas também reduziram a produção.

A mina de ouro Veladero, controlada pela Barrick Gold e Shandong Gold Mining, tem divulgado produção menor por causa das interrupções, assim como a produtora de alumínio Aluar Aluminio Argentino. Berenstein disse que cerca de uma dúzia de minas no país enfrentam corte da produção. A Argentina também produz cobre, prata e lítio, entre outros metais.

Os controles cambiais usados para proteger as reservas do banco central trazem mais problemas para as mineradoras. Tais controles limitam o acesso a dólares para o serviço da dívida no exterior e também resultaram na proliferação de múltiplas taxas de câmbio que bifurcam receitas e custos, disse o presidente da CAEM, Alberto Carlocchia, em entrevista.

Embora mineradoras recebam a taxa de câmbio oficial de 76 pesos por dólar pelas vendas - descontados impostos de exportação e royalties -, muitas vezes têm de pagar aos fornecedores globais a chamada taxa blue-chip swap, que é negociada a 147.

O banco central estuda uma isenção para empresas de energia e mineração, para que possam acessar dólares normalmente para o serviço de dívida. Quase todas as empresas de mineração na Argentina têm dívidas no exterior, disse Carlocchia.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2020 Bloomberg L.P.