Mercado fechará em 58 mins
  • BOVESPA

    121.475,70
    -325,51 (-0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.140,91
    -54,52 (-0,11%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,07
    +0,92 (+1,35%)
     
  • OURO

    1.805,70
    -8,80 (-0,48%)
     
  • BTC-USD

    40.858,73
    +1.295,38 (+3,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.005,23
    +29,34 (+3,01%)
     
  • S&P500

    4.420,39
    +17,73 (+0,40%)
     
  • DOW JONES

    34.990,53
    +197,86 (+0,57%)
     
  • FTSE

    7.120,43
    -3,43 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    26.204,69
    -221,86 (-0,84%)
     
  • NIKKEI

    27.728,12
    +144,04 (+0,52%)
     
  • NASDAQ

    15.153,50
    +80,00 (+0,53%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1706
    +0,0523 (+0,85%)
     

Restaurantes podem dobrar faturamento com horário ampliado em SP, diz associação

·2 minuto de leitura
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 15.06.2021 - Bar Jordão, localizado na rua Apucarana, no bairro do Tatuapé (SP). (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress
***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, 15.06.2021 - Bar Jordão, localizado na rua Apucarana, no bairro do Tatuapé (SP). (Foto: Adriano Vizoni/Folhapress

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com a ampliação do horário de funcionamento do comércio em São Paulo, a Abrasel-SP (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de São Paulo) estima que o setor pode ter um aumento no faturamento entre 30% e 100%.

O governo do estado anunciou na quarta-feira (7) que os estabelecimentos comerciais poderão receber mais clientes e trabalhar em horário ampliado em relação ao atual.

A ampliação do funcionamento do comércio começa nesta sexta-feira (9). Restaurantes e similares poderão abrir para consumo local das 6h às 23h, contra 21h da regra anterior.

Também poderão ter até 60% da lotação máxima, contra 40% hoje.

Em nota, a associação afirma que restaurantes que só oferecem almoço podem ter um aumento em cerca de 30% no faturamento. Para as casas que servem almoço e jantar, em comparação ao movimento atual, a alta pode ser superior a 100%.

"São Paulo já perdeu mais 12 mil bares e restaurantes durante a pandemia, esperamos não ter mais retrocessos, e iniciar a reconstrução do setor", diz a nota da Abrasel SP.

Mais de um terço dos restaurantes e bares do Brasil fecharam as portas desde a chegada da Covid até fevereiro deste ano, segundo a associação nacional do setor.

Segundo consórcio de veículos de imprensa, o Brasil registrou mais de 54 mil casos nesta quarta-feira (7).

Segundo as novas regras que entram em vigor na sexta, consumidores poderão entrar em estabelecimentos como restaurantes e similares, salões de beleza, barbearias, academias, clubes e espaços culturais como cinemas, teatros e museus até as 22h.

Os eventos devem ser encerrados às 23h.

*

VEJA COMO FICAM OS HORÁRIOS A PARTIR DE SEXTA (9) NO ESTADO DE SP

Restaurantes e similares

Consumo local entre as 6h e as 23h (bares continuam podendo servir apenas como restaurantes)

Salões de beleza e barbearias

Atendimento local entre as 6h e as 23h

Atividades culturais

Atendimento presencial entre as 6h e as 23h

Academias

Atendimento presencial entre as 6h e as 23h

Igrejas e templos

Celebrações individuais e coletivas liberadas, mas com a adoção protocolos de higiene e distanciamento social

RESTRIÇÕES

- Estabelecimentos com limite de ocupação de 60%

- Aplicação de protocolos sanitários

- Toque de recolher entre as 23h e as 5h

- Teletrabalho para atividades administrativas não essenciais

- Escalonamento do horário de entrada e saída de atividades do comércio, serviços e indústrias

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos